Deutsche Bank leva os pais para Pinacoteca

110

- Continue depois da Publicidade -

Ação que acontece em São Paulo faz parte da comemoração dos 100 anos do banco no País

Neste próximo domingo 14, Dia dos Pais, a Pinacoteca do Estado de São Paulo terá entrada gratuita durante todo o dia. A ação faz parte da celebração do centenário do Deutsche Bank no Brasil, que também doará duas obras para o museu. Além da doação, o banco apoia, pelo terceiro ano consecutivo, o Laboratório de Restauro da Pinacoteca, que atua na conservação e no restauro das obras de seu acervo.

Neste mesmo dia outras seis exposições também estarão em cartaz na Pinacoteca, junto com as novas obras doadas ao museu: “Mapa Mundi”, de Rivane Neuenschwander, e “Fragmentos Amorfos”, de Karin Lambrecht. As duas têm em comum a origem alemã e o papel de destaque na arte contemporânea brasileira.


Mapa Mundi. Foto: Galeria Fortes Vilaça

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

Além desta ação na Pinacoteca, o Deutsche Bank realiza uma pesquisa histórica a partir de seus documentos, o Projeto Memória Empresarial. De 13 de setembro a 30 de outubro será realizada, no Instituto Tomie Ohtake, a exposição “Beuys e bem além – Ensinar como arte”, que tem aproximadamente 100 obras da coleção do Deutsche Bank de autoria do artista alemão Joseph Beuys. A exposição retrata o trabalho de Beuys como artista e professor no período pós-guerra na Alemanha. Ao mesmo tempo, trabalhos do artista iconoclasta e professor brasileiro Nelson Leirner serão apresentados junto de obras de sete de seus alunos.

Uma das obras doadas ao banco: “Fragmentos Amorfos” de Karin Lambrecht. A artista teve uma sala especial na 25ª Bienal de São Paulo e participou da icônica exposição “Como vai você, geração 80?”.


Joseph Beuys. Fotos: UOL


Nelson Leirner. Fotos: Ministério da Cultura

Crédito: Divulgação

Foto de abertura: Casa Azul da Literatura

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também