Deutsche Bank leva os pais para Pinacoteca

99

Ação que acontece em São Paulo faz parte da comemoração dos 100 anos do banco no País

Neste próximo domingo 14, Dia dos Pais, a Pinacoteca do Estado de São Paulo terá entrada gratuita durante todo o dia. A ação faz parte da celebração do centenário do Deutsche Bank no Brasil, que também doará duas obras para o museu. Além da doação, o banco apoia, pelo terceiro ano consecutivo, o Laboratório de Restauro da Pinacoteca, que atua na conservação e no restauro das obras de seu acervo.

Neste mesmo dia outras seis exposições também estarão em cartaz na Pinacoteca, junto com as novas obras doadas ao museu: “Mapa Mundi”, de Rivane Neuenschwander, e “Fragmentos Amorfos”, de Karin Lambrecht. As duas têm em comum a origem alemã e o papel de destaque na arte contemporânea brasileira.


Mapa Mundi. Foto: Galeria Fortes Vilaça

Você também pode gostar!

Além desta ação na Pinacoteca, o Deutsche Bank realiza uma pesquisa histórica a partir de seus documentos, o Projeto Memória Empresarial. De 13 de setembro a 30 de outubro será realizada, no Instituto Tomie Ohtake, a exposição “Beuys e bem além – Ensinar como arte”, que tem aproximadamente 100 obras da coleção do Deutsche Bank de autoria do artista alemão Joseph Beuys. A exposição retrata o trabalho de Beuys como artista e professor no período pós-guerra na Alemanha. Ao mesmo tempo, trabalhos do artista iconoclasta e professor brasileiro Nelson Leirner serão apresentados junto de obras de sete de seus alunos.

Uma das obras doadas ao banco: “Fragmentos Amorfos” de Karin Lambrecht. A artista teve uma sala especial na 25ª Bienal de São Paulo e participou da icônica exposição “Como vai você, geração 80?”.


Joseph Beuys. Fotos: UOL


Nelson Leirner. Fotos: Ministério da Cultura

Crédito: Divulgação

Foto de abertura: Casa Azul da Literatura

você pode gostar também