Bridgerton: tudo sobre o figurino da série escapista da Netflix

Entenda o significado por trás do figurino e se inspire com tendências da Moda Império.

Bridgerton é a série da Netflix inspirada no romance de Julia Quinn. Entenda o significado escapista do figurino e se inspire nas Tendências.

  • 2.9K
    Shares

- Continue depois da Publicidade -

Provavelmente você já ouviu falar de Bridgerton, série da Netflix inspirada nos livros da escritora Julia Quinn.  Assim que a plataforma de streaming lançou seus 8 episódios, a internet borbulhou com comentários relacionados ao  figurino e ao elenco. Nesse sentido, o termo mais relacionado a série é o escapismo, presente em diversos elementos da história.

 

Vestidos império na série Bridgerton. Fonte: Pinterest (Reprodução).

 

Com o intuito de apresentar um pouco mais a indumentária da época e o figurino da série, selecionamos outfits de alguns personagens. Além disso, vamos visitar a história do vestido império,  o grande destaque de Bridgerton.

Essa modelagem icônica  ficou muito conhecida porque faz parte do figurino de diversos filmes baseados nos livros da escritora Jane Austen. Orgulho e preconceito, por exemplo, retratou muito bem o espírito da época.

 

- Continue depois da Publicidade -

Exposição Figurino Orgulho Preconceito - traje feminino e traje masculino
Figurino do filme Orgulho e preconceito é icônico porque representou a indumentária da época. Fonte: Pinterest (Reprodução).

 

- Continue depois da Publicidade -

Figurino de Bridgerton: a indumentária na ficção

 

O figurino é essencial para construção de personagens e para contextualizar a história, assim como auxilia na composição da narrativa. Desse modo, é necessário que haja uma grande pesquisa sobre o tempo e local retratados na série, sejam eles reais ou não. Isso significa que se a história se passa em 2020 e retrata um grupo de jovens ingleses, como na série Sex Education, a pesquisa para construção do figurino deve ser pautada no comportamento da geração z. Afinal, o intuito é  incorporar o espírito do tempo.

Da mesma forma, o figurino de Bridgerton teve uma pesquisa sobre a indumentária no final do século XVIII e início do XIX. Isso porque a série retrata os costumes da burguesia e aristocracia inglesa desse período.

 

- Continue depois da Publicidade -

Vestidos do Figurino de Bridgerton. Fonte: WWD (Reprodução).

 

Quem assina as roupas é Ellen Mirojnick, conhecida pelo seu trabalho em O rei do Show (2019) e Malévola: Dona do Mal (2019). Ambas as obras se baseiam na indumentária das respectivas épocas, porém a figurinista adiciona elementos cruciais para compor a identidade de cada personagem.

Ao mesmo tempo, ela utiliza elementos do design para traduzir o contexto de cada história em cores e materiais que não precisam ser 100% fiéis a indumentária da época. O mesmo acontece em Bridgerton.

 

O vestido Império: retrato da burguesia

 

O período no qual se passa a série é marcado pela utilização de uma modelagem muito específica de vestido. Segundo o historiador James Laver “Na França e na Inglaterra, que ditavam a moda, o traje aceito era uma espécie de camisola leve chegando, é verdade, até os tornozelos, porém extremamente decotada, mesmo durante o dia”.

A roupa citada por ele é o vestido império que ainda tinha como característica a cintura marcada na altura do busto, tecidos leves e fluídos, mangas curtas com pregas e formato tubular.

 

As srtas. Mollien, 1811, Georges Rouget, Museu do Louvre, Paris
As srtas. Mollien, 1811, mostra vvestido império, traje tópico da época. Paris. Fonte: Pinterest (Reprodução)

 

Esta modelagem é a base para o figurino de todas as personagens mais jovens, além de aparecer como vestido de baile de outras personagens mais velhas. No entanto, o clima frio da Inglaterra exigia que as mulheres estivessem sempre com xales para proteção, adereço pouco explorado na série. Já as luvas são constantes nas cenas de baile e jantares.

 

Série Bridgerton. Fonte: Pinterest (Reprodução).

 

Alguns dos vestidos criados para o figurino possuem a variante de mangas compridas, normalmente para as mais velhas. Porém, essa modelagem se aproxima mais dos vestidos usados alguns anos depois, na década de 1810.

 

O escapismo do figurino de Bridgerton

 

Se você já viu a série, é provável que tenha notado que  casamentos, festas, vestidos e fofocas são a essência da série. Porém, é importante ressaltar que a valorização do ócio, assim como do tempo em que se vive está muito associado a nobreza, principalmente francesa, do final do século XVIII. Como consequência, a diferença entre a burguesia inglesa e a nobreza francesa é bem vaga na série.

Ellen Mirojnick afirmou para a WWD que teve liberdade de usar cores, acessórios e se aventurar com ousadia. Dessa forma, ela utilizou cores vibrantes, bordados, rendas, tules, pedrarias, florais grandes e tecidos acetinados na construção das roupas.

 

Baile Bridgerton. Fonte: Pinterest (Reprodução).

Tais elementos são muito presentes nos vestidos que encontramos em acervos da indumentária rococó e até francesa. No entanto, poucos estão presentes na modelagem do vestido império e na indumentária inglesa da época. Portanto, são escolhas criativas da figurinista.

A série ainda busca diferenciar a indumentária da monarquia ao colocar a rainha com trajes típicos do rococó. É importante ressaltar que este tempo teve muitas divergências entre a burguesia e a monarquia, assim como conflitos entre a França e a Inglaterra.

 

A rainha da série Bridgerton. Fonte: Pinterest (Reprodução).

 

A indumentária masculina

 

Retrato de François Adrien-Boieldieu (1800), Louis-Léopold Boilly.
Retrato de François Adrien-Boieldieu (1800), mostra traje masculino típico da época. Fonte: Pinterest (Reprodução)

 

Você também pode gostar!

As roupas dos personagens masculinos também foram feitas de materiais e cores provenientes da liberdade criativa da figurinista. No entanto, a representação das modelagens é fiel a alfaiataria inglesa da época, marcada pelo caimento superior aos modelos utilizados na monarquia francesa.

 

Série Bridgerton. Fonte: Pinterest (Reprodução).

 

Como o figurino de Bridgerton pode nos inspirar

 

O Cottagecore é um estilo que cresceu muito em 2020, idealizando o romantismo, a vida campestre e aproveitar o momento. Por isso mesmo, a modelagem simples do vestido império acabou se associando ao estilo. Assim, a cintura marcada abaixo do busto, mangas bufantes e fluidez estão em alta.

 

Vestido cottagecore puls size, modelo sentada em tecido ao ar livre
Vestido cottagecore. Fonte: Pinterest (Reprodução)
Vestido Cottagecore, modelo sentada em muro lendo
Vestido cottagecore. Fonte: Pinterest (Reprodução)

 

As mangas são um dos grandes destaques do figurino já que a tendência das mangas bufantes tem inspirado influencers e celebs.

 

Vestido tubular com manga bufantes
Vestido Lee Mathews remete ao vestido império com pegada moderna e mangas bufantes. Fonte: Pinterest (Reprodução)
Vertidos breeze com manga bufante são variante bem moderna do vestido império.  Fonte: Pinterest (Reprodução)
Vestido tipo império SS21
Esse vestido SS21 é totalmente inspirado no vestido império. Por isso é bem romântico e delicado. Fonte: Reprodução.
Vestido branco laise decote princesa plus size
Já esse modelo em laise tem decote princesa com mangas curtas. Variação perfeita da modelagem do vestido império. Fonte: Pinterest (Reprodução).

 

 

Os vestidos de casamento

 

Daphne na cena do casamento da série Bridgerton
Cena de casamento da série Bridgerton Fonte: Pinterest (Reprodução).

 

Definitivamente,  a simplicidade da silhueta império contrasta com o volume dos vestidos rococó. Da mesma forma, os vestidos de noiva com modelagem reta e evasê estão ocupando o lugar das saias volumosas vistas nos últimos anos.

Ou seja, se você é noiva e está planejando seu casamento para 2021 ou 2022, fique de olho nesses modelos simplificados. Além disso, eles são ótima opção para casamentos ao ar livre e também geram maior conforto.

 

 

Vestido casamento manga curta rena e saia simples evasê
O vestido de casamento pode ser bem simples e fluido. Fonte: Pinterest (Reprodução)
Vestido noiva decote costas com renda e saia reta
Porém, o vestido pode ser inspirado apenas no modelo tubular, mais reto do vestido império. Fonte: Pinterest (Reprodução).
Vestido manga bufante curta e saia levemente evasê
Esse vestido bem moderno e minimalista traz as mangas bufantes e saia reta inspiradas no modelo império. Fonte: Pinterest (Reprodução)
Vestido noiva plus size com faixa abaixo do busto e manga transparente.
Utilize faixa abaixo do busto com o intuito de incrementar tecidos fluídos como nesse modelo. Fonte: Pinterest (Reprodução).

 

A representatividade de Bridgerton

 

Fonte: Pinterest (Reprodução).

 

Outro destaque que deu o que falar na série foi a diversidade do elenco. Há inclusão de atores negros em alguns papéis de destaque como o Duque e sua tia. Cada vez mais é urgente ter esse posicionamento na seleção de atores e colaboradores de séries. Por isso, Bridgerton se destacou afirmando a possibilidade de obras históricas não precisarem se prender a raças e etnias específicas.

Mesmo com avanços na discussão, a seleção ainda precisa ser cuidadosa para que não caia em apenas uma estratégia de divulgação. Ou seja, é impossível defender a representatividade enquanto seleciona atores negros apenas como figurantes.

 

Fonte: Pinterest (Reprodução).

 

Além disso, uma das personagens importantes da série é plus size. Apesar de algumas falas ofensivas, a escolha da atriz reflete a preocupação de inclusão no casting.

Gostou? Então aproveite para ler Looks Monocromáticos, Otimismo Pre-Fall 21  e nosso Planejamento  de moda 2021.

Por Julia H Mattos

  • 2.9K
    Shares

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes