Chapinhas: amigas ou vilãs?

92

 
Foto: Verão Recheado

Com a popularização das escovas definitivas e progressivas, surgiram no mercado chapinhas muito mais potentes, que prometem deixar os cabelos lisos e charmosos. Entretanto, embora acenem com a possibilidade de um look mais bonito e a facilidade de poderem ser utilizadas em casa, alguns cuidados devem ser tomados na hora do seu manuseio. Quem alerta é o hair designer Fernando Sozza, que recomenda algumas orientações:
 
1)      Não se deve usar a chapinha todos os dias, pois os fios ficam saturados e quebradiços, além de provocar desidratação profunda nos cabelos;

2)      Não se deve usar a chapinha com os cabelos úmidos. É desconselhável também que a pessoa esteja molhada ao usá-la, por isso não é bom alisar os cabelos logo após o banho;

3)      Não utilize as chapinhas para modelar as madeixas;

Você também pode gostar!

4)      Use protetores térmicos antes de passar a chapinha para que os fios não sofram tanto quando submetidos às altas temperaturas do equipamento;

5)      Observe a qualidade da chapinha que se leva para casa. De acordo com o cabeleireiro, é preciso desconfiar quando o aperelho for muito barato. “Geralmente, esses que têm o preço abaixo do mercado não possuem uma temperatura constante e podem causar sérios danos aos cabelos”.
 
Seguir essas dicas é importante não somente para preservar a beleza dos fios, mas, sobretudo, para evitar riscos desnecessários, que podem comprometer a saúde. As chapinhas podem ser amigas ou vilãs, tudo vai depender do modo como forem utilizadas.


Fernando Sozza

Sheila Siqueira Asseeeoria de Comunicação

você pode gostar também