Receitas caseiras de cosméticos: entenda porquê você deve ter cuidado ao usar

Sonia Corazza, pesquisadora Científica especializada em Cosmetologia, explica por quais motivos você dever ter cuidado ao usar receitas caseiras para a pele e cabelos.

  • 7
    Shares

- Continue depois da Publicidade -

 

Sempre digo que quando se ignora um assunto, parece simples, pois temos uma imensa tendência em simplificar o que não conhecemos. Assim, quero contar para vocês a importância na escolha dos ingredientes que fazem parte das fórmulas cosméticas.  

 

 

Como ingredientes se transformam em cosméticos?

 

 

  Inicialmente, antes dos ingredientes se transformarem em cosméticos, todas eles são muito bem investigados quanto a sua toxicidade para a pele, biodegradabilidade para o meio ambiente, ação cumulativa através das gerações, potencial irritativo e ação dermo-epidérmica.

São dossiês imensos, conduzidos por especialistas no mundo inteiro, para fazer com que o uso de tais substâncias não cause danos para ninguém. E este foi somente o primeiro passo. A partir desta validação quanto a segurança e eficácia dos ingredientes para uso na pele, nós, formuladores de produtos cosméticos, fazemos estudos a respeito do que acontece quando combinamos estas substâncias para criar cremes, shampoos, batons e toda a variedade de itens dentro da família cosmética.

- Continue depois da Publicidade -

Óleo de abacate.
Óleo de abacate – Fonte: Reprodução

- Continue depois da Publicidade -

Fazemos estudos de estabilidade físico-química e microbiológica, testes clínicos e painéis de avaliação sensorial. Tudo conduzido conforme protocolos validados pelos órgãos regulamentadores mundiais. Dessa maneira quando uma fórmula é produzida industrialmente e vai para uso do consumidor, toda uma conduta séria de estudos foi completada com sucesso. E tudo escolhido e combinado para uso sobre o maior órgão do nosso corpo: a pele!

- Continue depois da Publicidade -

  • Enquanto isso, aproveite e acompanhe tudo sobre os Famosos e o que está rolando no BBB 21 direto no feed do seu smartphone, siga o Fashion Bubbles no Google News. Para seguir É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 !

Receitinhas com ingredientes alimentícios, porque deve ter cuidado

Entendo que estamos vivendo uma era de busca por produtos mais naturais e seguros, e sou muito adepta desse pensamento. Uso uma infinidade de extratos e óleos vegetais, manteigas e óleos essenciais em minhas fórmulas – todos especificados para uso sobre a pele, com fichas analíticas precisas que me contam sobre a segurança e composição exata de cada ingrediente.

Mas, quando se fala de receitas caseiras usando ingredientes da cozinha, de uso comum para preparar alimentos, fico muito preocupada e sob vários aspectos. Primeiro por que nem tudo o que se come pode ser aplicado sobre a pele. O pH da pele é por volta de 5,5 e o suco gástrico traz para o estômago um pH na faixa de 2,5, portanto todo alimento sobre um ataque ácido voraz, no processo da digestão.

Receita caseira com abacate.
Receitas caseiras com abacate – Fonte: Reprodução
Você também pode gostar!

Em segundo lugar, a população microbiana que habita os ingredientes alimentícios é muitíssimo maior do que a permitida para ingredientes cosméticos, o que significa que a possibilidade de existir bactérias e fungos patogênicos nos ingredientes alimentícios é imensa. Mas como, de maneira geral, tudo vai ser destruído no cozimento ou na digestão, nenhum mal acontece ao ser humano.    

 

  • Enquanto isso, leia: Óleo de coco – Por que NÃO usar o óleo de coco nos cabelos? Cientista explica.

Especificação ideal para o óleo de abacate

Óleos de abacate.
Exemplos de de produtos testados – Fonte: Reprodução

Digamos que a ideia é fazer uma máscara capilar usando abacate como fonte lipídica. Para um derivado de abacate ser aprovado para uso cosmético o índice de peróxido máximo permitido é 4, a concentração em ácido oleico deve estar na faixa de 55% a 75%, palmíticode 9% a 20%, esteárico deve estar no máximo na faixa de 4%, palmitoleico de 2 a 8%, behenico no máximo 0,7%, linoleico de 10 a 25%, linolnico de 0,5 a 3%, o índice de saponificação de 180 a 190, a presença de ácidos graxos livres deve ser de no máximo 0,5%, índice de iodo de 75 a 95, índice de refração, de 1.465a1.475.

Esta é a especificação para o óleo de abacate de grau cosmético seguro e eficiente, para ser considerado como ingrediente capaz de tornar uma máscara para cabelos perfeita para nutrir e hidratar cabelos cacheados.

Receitas caseiras: Pense sobre suas escolhas

Sonia Corazza pergunta: Você acha mesmo que bater a polpa do abacate e aplicar nos cabelos como máscara vai ser igualmente seguro e eficaz quanto um óleo de abacate de grau cosmético obtido segundo normas restritas de extração, processamento e análise? A resposta é simples: Não!

Em um ingrediente de grau alimentício você não conhece a composição, e mesmo que seja de boa procedência, não é para ser usado sobre a pele e sim para ser processado pelo suco gástrico de pH 2,5, que tudo digere.

Sonia Corazza.
Sonia Corazza – Fonte: Reprodução/Atualidades Cosméticas

Então, meu conselho bem sério, de quem há 45 anos trabalha dentro de laboratórios de pesquisa e desenvolvimento para empresas cosméticas sérias e líderes, dentro e fora do Brasil: não faça bobagens com o maior órgão do seu corpo – sua pele preciosa não merece!  

Por Sonia Corazza

 

(Sonia Corazza é Pesquisadora Científica especializada em Cosmetologia, com 45 anos de experiência em Pesquisa e Desenvolvimento. Autora de livros referência na área, como Aromacologia – uma ciência de muitos cheiros. )   Por fim, veja também: Como lavar os cabelos corretamente – Manual do cabelo saudável.

  • 7
    Shares

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também