Fashion Review 2011 – O melhor da Moda em 2011

117

- Continue depois da Publicidade -

Apesar das recentes declarações de Ronaldo Fraga, a Moda manda avisar que vai bem, obrigada. As notícias sobre a sua morte são bastante exageradas e se isso é estar na pior, imagina o que é estar bem, né?

Veja a seguir o que bombou em 2011 e tire suas próprias conclusões:

Tendência do Ano: Color Blocking

Após alguns anos de dominação do cinza, preto, nude e beges, as cores invadiram os guarda-roupas de homens e mulheres e as passarelas e ruas de tornaram mais coloridas e divertidas.

Noiva do Ano: Kate Middleton

Kate Middleton foi uma das estrelas de 2011 e não podia ser diferente. Afinal, quem resiste a um conto de fadas em que a plebéia pobre (para os padrões reais, é claro) se casa com o príncipe no final? Principalmente se a plebéia em questão for linda, magra e fashionista!

Após meses de especulação sobre quem assinaria o vestido de noiva, Kate entrou na Abadia de Westminster num  delicado modelo assinado por Sarah Burton, diretora criativa de Alexander McQueen.

Escândalo do Ano: John Galliano

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

O que seria da moda se não fossem os escândalos? O escolhido de 2011 é  John Galliano, condenado por gritar insultos racistas e anti-semitas em um café em Paris enquanto estava visivelmente sob a influência do álcool e outras substâncias, em resumo, colocadíssimo! Em consequência, Galliano foi demitido da direção criativa da Maison Dior e perdeu sua própria marca.

Difícil para nós brasileiros entendermos as dimensões do escândalo, afinal ele não matou ninguém… Mas essas coisas são sérias na Europa, onde por causa de pensamentos racistas desta natureza não faz muito que milhões de judeus, ciganos e homossexuais foram mortos na Segunda Guerra Mundial.

Modelo do Ano: Léa T.

A modelo transexual Léa T. brilhou nas passarelas, capas de revistas, programas de TV e editoriais.

Esquisitice do Ano: Chapéu da Princesa Beatrice

Não contente em ser feia, ainda põe um objeto deste na cabeça e sai para o casamento do primo que seria transmitido para todo o planeta? Pensando bem, até que foi uma boa estratégia, porque na evidente falta de atributos estéticos uma moça tem que usar da inteligência!

Hors-concours: Giselle

Sinônimo de beleza e elegância (adjetivos que nem sempre andam juntos), Gisele continua linda, rica, mãe, feliz e nas capas e campanhas mais importantes.

Pergunta de 2012: “Já dá para perdoar Galliano e chamá-lo de volta à Dior”

 

E aí, o que faltou na sua opinião? Feliz 2012!!!

 

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também