Porcelanato na Cozinha: Tudo o que você precisa saber

- Continue depois da Publicidade -

Quando o assunto é decoração, reforma ou construção, o porcelanato é uma das peças mais famosas e queridas pela população. Um ponto muito importante, nesse quesito, é saber escolher o melhor porcelanato na cozinha.

Afinal, um piso porcelanato mal escolhido pode resultar em trabalho dobrado no quesito funcionalidade, limpeza e, principalmente, estética do ambiente.

Além disso, a má escolha do piso pode acarretar em arrependimentos duradouros, já que as peças só poderão ser retiradas em casos de reformas, o que nem sempre é viável ou está nos planos do cliente.

Assim, para te ajudar a escolher o melhor tipo de porcelanato na cozinha, desenvolvemos este conteúdo completo, com tudo o que você precisa saber sobre o tema antes de escolher o piso da sua cozinha. Basta continuar a leitura!

Por que usar porcelanato na cozinha?

- Continue depois da Publicidade -

Usar porcelanato na cozinha é a melhor opção, já que, por ser uma cerâmica de alta resistência e baixa absorção de água.

Como a cozinha é um ambiente úmido, devido à limpeza das louças e higienização dos alimentos, o porcelanato pode ser um grande aliado.

- Continue depois da Publicidade -

Se você tem crianças pequenas em casa, melhor ainda. Geralmente, as crianças costumam jogar objetos no chão ou simplesmente deixá-los cair, por falta de coordenação motora totalmente desenvolvida. Pensando nisso, este piso é resistente e não trinca ou sofre danos facilmente.

Além disso, pensando em uma “questão logística”, como a cozinha é um dos ambientes em que os móveis são mais deslocados, a exemplo das cadeiras, este tipo de piso é uma excelente opção, já que além de resistente, é difícil de estragar ou ficar riscado.

Onde o porcelanato pode ser usado na cozinha?  

- Continue depois da Publicidade -

Se você pensa que o porcelanato pode ser usado apenas no chão, está enganado! Essa peça versátil pode ser usada também como “azulejo”, para revestir a parede que se localiza perto ao fogão e a pia.

Você pode decidir aplicá-lo na parede toda, ou apenas em uma parte dela, dando um charme a mais e complementando a estética do ambiente.

Além disso, é totalmente possível utilizar o porcelanato no balcão ou bancadas da cozinha, ao invés do tradicional mármore.

Essa é uma excelente alternativa para deixar a sua cozinha com “a sua cara” sem precisar investir muito ou procurar por mármores diferentes, personalizados.

Além disso, por ser pouco poroso, o porcelanato se torna mais fácil de limpar, sendo necessário apenas água e sabão neutro, e deixa um aspecto sofisticado no ambiente como um todo.

Além desses locais, ao instalar pisos do modelo porcelanato no pavimento, é necessário garantir o acabamento através do revestimento dos rodapés das paredes e bancadas, caso haja. Se possível, prefira o recorte embutido para “selar” o acabamento e facilitar a rotina de limpeza.

Quais são os tipos de porcelanato para cozinha? 

porcelanato na cozinha tipos
Foto: Pexels | Os melhores tipos de revestimentos para a cozinha.

 

Existem vários tipos de porcelanato para cozinha, desde os mais brilhantes, com muito polimento, até os mais opacos e aderentes, como os acetinados.

Basta entender um pouco sobre cada um dos tipos para se habilitar a escolher o melhor porcelanato para a sua cozinha. Selecionamos informações sobre cada um deles e suas aplicações abaixo.

Porcelanato polido

O porcelanato polido, como o próprio nome sugere, se refere ao acabamento polido industrial que a cerâmica é submetida.

Como resultado desse polimento, as peças ficam super brilhantes, lisas e escorregadias (o que nem sempre é bom para ambientes molhados, não acha?).

- Continue depois da Publicidade -

Apesar disso, caso a sua cozinha seja um ambiente relativamente pouco usado, devido a aspectos e peculiaridades da sua rotina, essa opção pode ser a mais interessante, esteticamente falando.

Pense, por exemplo, em todas as vezes que você entrou em um ambiente e percebeu o ambiente com aspecto amplo e chão reluzente: sua primeira impressão não foi de um local requintado e sofisticado?

Porcelanato acetinado

O porcelanato acetinado, por sua vez, conta com um acabamento bruto, mais rústico. Assim, ele não passa por nenhum tipo de polimento ou esmaltação para garantir o padrão estético do anterior.

No geral, esse modelo de piso é mais texturizado e aderente, devido às micro ondulações presentes, que não foram lixadas ou alinhadas.

Porcelanato esmaltado

Também com um nome bem sugestivo, o porcelanato esmaltado recebe camadas de esmalte ou cobertura.

Essa camada de produto aplicada sobre a peça, antes de receber sua cor ou estampa, permite que ela atinja um nível de impermeabilidade maior, ideal para as áreas mais úmidas, como a cozinha.

Outro ponto interessante sobre o porcelanato esmaltado é a sua variedade de cores, estampas e texturas.

Afinal, praticamente qualquer composição gráfica pode ser aplicada nele — desde as imitações de madeira e cimento queimado até variações interessantes de mármores.

Porcelanato retificado

Retificação remete às superfícies retas, não é? Pois bem, o porcelanato retificado representa o corte mais retilíneo e preciso possível, diferentemente dos outros modelos que tem um leve arredondamento.

Essa precisão e retidão só é possível graças à tecnologia das máquinas, que utilizam cortes com discos de diamantes, o material mais resistente já classificado.

Um outro diferencial interessante do porcelanato retificado é a possibilidade de alinhamento visual que sua característica física proporciona. Além disso, por ser quase perfeito, esse modelo de cerâmica pode economizar os custos com argamassa e rejunte.

Como escolher o melhor porcelanato para sua cozinha?

porcelanato na cozinha ideias
Foto: Freepik | Os melhores pisos para a cozinha. 

 

Escolher o melhor porcelanato para a sua cozinha é um processo que depende muito de fatores como:

  • seu objetivo;
  • seu orçamento;
  • sua preocupação com a estética e funcionalidade;
  • toda a estética, decoração e “pegada” do projeto da sua casa (se mais sofisticado e detalhado ou mais rústico e minimalista);
  • a sua realidade e rotina;
  • sua composição familiar;
  • a sua disponibilidade de tempo e outros pontos semelhantes (afinal, dependendo da cor e acabamento, como os porcelanatos polidos de cores claras, por exemplo, seu tempo e frequência de limpeza aumentarão).

Tenha esses pontos em mente antes de escolher, de fato, qual porcelanato usar na cozinha. Assim, você não tomará uma decisão pela qual se arrependerá depois.

Conclusão

Percebeu como analisar o tipo de porcelanato ideal para cada cozinha é importante? Vale lembrar que é praticamente impossível definir, em um artigo, qual é o melhor porcelanato para a sua casa.

Afinal, como você já pôde perceber, essa escolha está associada a diversos outros fatores. Mas, quanto mais você estuda e lê sobre decoração, mais facilidade terá para tomar decisões desse tipo.

A categoria “decoração”, aqui mesmo no portal Fashion Bubbles, pode ser a fonte de inspiração e informação que você procurava!

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes