Tortiglioni à Moda do Engenho

E, então, fomos ao Mocotó (clique aqui pra ler sobre). Tudo delicioso, mas sobrou um pouco do prato principal, a costelinha recheada de pernil. Isso que dá querer experimentar um monte de coisas, né? Sem cerimônias ou frescuras desnecessárias, o garçom perguntou se queríamos que embrulhasse pra viagem. Claaaaro que sim! Não sou especialista em etiqueta, mas acho que levar o que sobrou do prato que você pediu no restaurante

80

- Continue depois da Publicidade -

E, então, fomos ao Mocotó (clique aqui pra ler sobre). Tudo delicioso, mas sobrou um pouco do prato principal, a costelinha recheada de pernil. Isso que dá querer experimentar um monte de coisas, né? Sem cerimônias ou frescuras desnecessárias, o garçom perguntou se queríamos que embrulhasse pra viagem. Claaaaro que sim!

Não sou especialista em etiqueta, mas acho que levar o que sobrou do prato que você pediu no restaurante não é vergonha alguma. Nem repetir roupa – quem disse que a gente tem que usar um vestido diferente em cada festa que vai? A não ser que você seja amiga de algum estilista que te empreste, né?

E, olha, vou te falar: a costelinha feita no sábado estava tão ou mais deliciosa na segunda-feira. Porque algumas coisas são assim, né? Só ficam melhores.

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

O que usamos
Costelinha de Porco à moda do Engenho, do Mocotó Restaurante e Cachaçaria
Molho de tomate com pimentão e cebola (já estava pronto, minha mãe tinha feito no fim de semana para salsichas)
Azeite
Sal
2 xícaras de chá de abacaxi picado
Queijo pecorino
Ciboulette

Como fizemos
Picamos a costelinha em cubos, colocamos numa panela com um pouco de azeite e uma pitada de sal. Como a costelinha do Mocotó é supermacia, ela começou a desmanchar. Com um “amassador” (daqueles de fazer purê), amassamos a costelinha (ficou numa consistência de atum ralado). Adicionamos o molho de tomate com pimentão e cebola e deixamos em fogo baixo até secar um pouco. Juntamos os pedaços de abacaxi, misturamos e deixamos mais um pouco em fogo baixo. Servimos com queijo pecorino ralado.

O que bebemos
Nero D’Avola – d’Alessandro Azienda Agricola (Enoteca Cavatappi)

Na cozinha tocou
Nadeah

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

- Continue depois da Publicidade -