O que dizer para uma pessoa que está de luto?

Como confortar quem sofre? A terapeuta Camila Custódio listou 8 coisas que você deve evitar dizer quando alguém está de luto

Fonte: Canva

Sem dúvida, a perda nunca é um processo fácil e cada pessoa lida com o luto de um jeito diferente. As dores são singulares, então, não existem regras de como sentir, nem régua para medir o tamanho da dor vivida.

Por isso, é difícil saber como confortar alguém que está nessa situação. No entanto, a terapeuta Camila Custódio, colunista do Fashion Bubbles, listou 8 coisas que você deve evitar dizer quando alguém está de luto. Continue lendo a fim de saber mais.

O que dizer para uma pessoa que está de luto?

Fonte: Canva (adaptada)

Estamos vivendo tempos difíceis e, desde o início da pandemia, foram muitas perdas. Perdas de entes queridos, amigos, celebridades e até mesmo de pessoas desconhecidas, mas que nos impactaram de alguma forma.

No consultório, o número de atendimentos a pacientes enlutados duplicou e, com frequência, durante a sessão, surgem perguntas ou comentários do tipo: qual a coisa certa a dizer nesse momento? Ou simplesmente: eu não sei o que fazer para confortar meu/minha amigo(a).

Com toda a certeza, esses comentários têm a intenção de consolar. Só que também são um modo de a pessoa que fala se proteger das sensações desconfortáveis provocadas pelo estado difícil em que o outro alguém se encontra.

Não existe uma coisa certa a dizer nesses casos. Afinal, ainda não somos bem preparados para lidar com situações felizes da vida, que dirá para lidar com a perda ocasionada pela morte. Contudo, aqui temos sugestões do que pode ser melhor falar nesse momento para quem perdeu uma pessoa querida.

Related Post

1. Evite dizer: “Como você está?”

Fonte: Canva (adaptada)

Quando você diz essa frase protocolar, é como se você estivesse dizendo: “Por favor, diga que está bem, porque vou me sentir muito desconfortável se você disser que não está”. Por isso, diante dessa pergunta, a pessoa provavelmente responderá “estou bem” ou “estou indo”.

  • Siga o Fashion Bubbles no Google News a fim de acompanhar tudo sobre Comportamento direto no seu smartphone. É só clicar aqui e, logo depois, na estrelinha 🌟 lá no News!

2. Evite dizer: “Ele/ela está em um lugar melhor”

Fonte: Canva (adaptada)

Neste momento tão perturbador, é melhor tomar cuidado antes de assumir que a pessoa que está de luto tem ou não algum tipo de crença pós-morte. Esta frase pode desvalorizar a dor que a pessoa está sentindo. O ente querido se foi e não está mais ao seu lado: é isso que é o mais difícil sobre as perdas.

♡ Melhor dizer: “Sinto muito pelo seu sofrimento”. Quem perdeu alguém que estava doente pode gostar que seu ente querido não sofra mais, mas isso não torna sua dor menor.

3. Evite dizer: “Diga se há algo que eu possa fazer por você”

Fonte: Canva (adaptada)

Receber muitas ofertas de ajuda pode ser opressor. E coloca sobre o enlutado a responsabilidade de escolher o que pedir a quem.

  • Além disso, veja Frases de saudade: 50 mensagens para compartilhar com quem está longe

4. Evite dizer: “Você ainda pode…”

Fonte: Canva (adaptada)

Se alguém perdeu um parceiro ou um filho, dizer que você ainda pode casar outra vez ou ter outro filho pretende fazer com que a pessoa veja algum horizonte melhor mais adiante.

No entanto, o que o enlutado entende com essa frase é que a pessoa que se foi é substituível. E isso toca em um dos seus maiores medos: de pensar que um dia aquela pessoa amada que se foi não terá a mesma importância.

♡ Melhor dizer: “Fale sobre o seu amor”. Ao invés de focar no futuro, permita que a pessoa compartilhe memórias. O ritual das lembranças torna o momento, para quem está de luto, mais reconfortante.

5. Evite dizer: nada

Fonte: Canva (adaptada)

♡ Melhor dizer: “Lembra quando…” Uma das coisas que mais ajuda quem está em processo de luto é dividir a memória de seu ente querido, mesmo quando você não faz parte do seu círculo mais íntimo.

Ao falar algo que vivenciou com aquele que partiu, você dá ao enlutado uma perspectiva sobre a pessoa amada que ele não poderia ter de outra maneira. E isso é muito bom.

6. Evite dizer: “Você está lidando com isso melhor do que eu esperava”

Fonte: Canva (adaptada)

A pessoa que está de luto pode estar apenas vestindo uma cara feliz e sua afirmação pode reforçar a ideia de que ela não deveria estar sofrendo tanto pela perda da pessoa amada.

  • Saiba ainda mais Blue Monday: a segunda-feira que é a mais triste do ano

7. Evite dizer: “Isso acontece com todos nós em algum momento” ou “Tudo acontece por alguma razão”

Fonte: Canva (adaptada)

Sim, a morte é parte da vida e vai nos atingir em determinado ponto. Mas essa frase apenas minimiza a dor da perda que a pessoa está sofrendo naquela hora e não ajuda em nada.

♡ Melhor dizer: “Você deve sentir muita falta dele(a).” A perda de uma pessoa é a fonte da dor. Foque nela ao invés de varrê-la para o lado como se ela fosse apenas um aspecto não negociável da nossa existência.

8. Evite dizer: “Eu sei o que você está sentindo”

Fonte: Canva (adaptada)

Embora todos nós em algum momento tenhamos uma experiência de perda, ela é sempre absolutamente pessoal. Você nunca sabe o que uma pessoa enlutada está sentindo e sugerir isso pode fazer com que sua dor seja subestimada.

E quando faltarem palavras, estenda a mão, ofereça um abraço, o colo, o lenço para enxugar as lágrimas ou a oportunidade de deixar a pessoa confortável na sua companhia, mas respeitando o seu próprio silêncio.

Sobre a colunista

Fonte: Freepik (adaptada)

Camila Custódio é idealizadora do Consultório Emocional – @consultorioemocional nas redes sociais. Camila é Assistente Social, Terapeuta de Família e Casal, Terapeuta Relacional Sistêmica, Psicanalista e Coach. Além disso, é Especialista em Gestão da Emoção e Consultora em Desenvolvimento Humano.

Escreve sobre saúde emocional, relacionamento e empoderamento feminino para sites, revistas e blogs. Atende pacientes online de todo o Brasil e do exterior.

Camila Custódio: Camila Custódio é idealizadora do Consultório Emocional - @consultorioemocional nas redes sociais. Camila é Assistente Social, Terapeuta de Família e Casal, Terapeuta Relacional Sistêmica, Psicanalista e Coach. Especialista em Gestão da Emoção, Consultora em Desenvolvimento Humano. Escreve sobre saúde emocional, relacionamento, empoderamento feminino para sites, revistas e blogs. Atende pacientes online de todo o Brasil e do exterior.
Posts Relacionados