Os Satyros apresenta nova versão de “Vestido de Noiva”

90

- Continue depois da Publicidade -

vestidodenoiva.jpg

A Companhia de Teatro Os Satyros apresenta a partir de 8 de fevereiro, em São Paulo, uma nova versão de “Vestido de Noiva”, de Nélson Rodrigues, com participação da convidada Norma Bengell.

A história é bem simples: a personagem Alaíde é acusada de roubar o namorado da irmã, é atropelada e envolve-se com uma cafetina do início do século 20. Daí pra frente, é um mergulho sem censuras na alma humana, como só Nelson Rodrigues seria capaz de realizar.

- Continue depois da Publicidade -

Essa peça, encenada pela primeira vez em 1943, inaugurou uma nova era no teatro brasileiro. Pela primeira vez se via simultaneamente realidade, memória e alucinação, tudo ao mesmo tempo no palco. Era demais para um público acostumado com uma narração linear e interpretação naturalista.

O texto foi alçado imediatamente à condição de clássico e a montagem, com direção do polonês Zibgniew Ziembinski (1906-78) e cenografia do paraibano Tomás Santa Rosa ajudaram a demarcar a fase de modernidade no teatro brasileiro. Para demarcar cada plano (realidade, memória e alucinação)

- Continue depois da Publicidade -

Ver uma obra revolucionária fora do seu contexto histórico nem sempre é uma experiência prazeirosa. Muito pelo contrário… Normalmente as inovações trazidas por ela já foram absorvidas pelas obras posteriores e nós, expectadores contemporâneos, não conseguimos entender o porquê de tanta importância atribuída à obra original. Assim foi quando tentei ver Gláuber Rocha (achei chatíssimo) ou mesmo Cidadão Kane (achei regular).

Mas Vestido de Noiva realmente merece a denominação de Clássico. Cinquenta anos depois de escrita ainda conserva todo o vigor que uma obra de arte deve ter, não é uma peça de museu. Vi uma versão encenada pelo Grupo Tapa há alguns anos, no Teatro da Aliança Francesa, e fui totalmente arrebatado.

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

- Continue depois da Publicidade -

Não vou perder por nada esta nova versão!

Saiba mais:

- Continue depois da Publicidade -

linkEstadão – Os Satyros encenam ‘Vestido de Noiva’ 

linkEstadão – O impacto da montagem de Ziembinski

 mais imagens Imagens

Vestido de Noiva

Onde: Itaú Cultural – teatro (av. Paulista, 149; tel. 2168-1777)
Quando: estréia 8 de fevereiro; serão dez apresentações, todos os dias, às 19h30; até 17/2
Quanto: entrada franca (ingressos distribuídos meia hora antes)

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também