Prevenir é melhor que remediar

- Continue depois da Publicidade -

Atualmente em qualquer “rodinha” social, seja no escritório (para quem trabalha nele), na cozinha (como eu) ou até mesmo na balada, um assunto sempre vigente é a saúde, mais precisamente a tal da H1N1, vulgo “gripe suína” (nome que está deixando os criadores malucos ).

Realmente há no ar – e literalmente no ar – algo alarmante, ou que pelo menos é aparentemente alarmante: mandam-nos lavar as mãos toda hora (os portadores de transtorno obsessivo-compulsivo têm agora um belo reforço aos sintomas). O álcool em gel nas farmácias anda em falta, prorrogam-se as aulas nas escolas… E nós, leigos, ficamos assistindo a tudo isso com um misto de pavor e ignorância, aliás, um é decorrente do outro.  Ficamos sem saber exatamente o que fazer…

Então pensei em algo que, se não resolve, pelo menos previne, nos dá armas, e, se nada disso ajudar, mal não vai fazer. Vamos lá!

Sua avó já dizia, e a avó dela também, que uma alimentação balanceada, baseada em frutas, legumes, proteínas e ferro ajuda muito a saúde e até previne doenças. Mais uma vez elas estavam certas! Isso não significa que devemos ir para a cozinha e elaborarmos pratos cheios de ingredientes, requinte e cozimento diferenciado, já que a maioria dos aminoácidos necessários está no velho e bom arroz com feijão.

Mas vocês devem estar se perguntando, o que uma chef de cozinha sabe sobre gripe suína? Não mais do que vocês, o fato é que de alimentação eu entendo e andei pesquisando a ação de alguns alimentos que podem nos fortalecer para enfrentarmos essa nova patologia.

- Continue depois da Publicidade -

Aí vão algumas dicas:

- Continue depois da Publicidade -

serveImageFullsize

– Tome pelo menos 1 litro de água, mantendo as vias aéreas úmidas, assim o vírus se afasta, eles não gostam de água.

– Evite tomar leite quando estiver resfriado, ele provoca muito muco e dificulta a recuperação.

- Continue depois da Publicidade -

– Aumente seu consumo de iogurte natural, ele reforça seu sistema imunológico.

– Coma muita cebola e alho, na refoga mesmo, eles também são poderosos para a imunidade.

– Coma bastante alimentos ricos em betacaroteno: cenoura, laranja, damasco, beterraba, espinafre, mamão e couve; e alimentos que são fontes de zinco: fígado de boi e semente de abóbora.

– Coloque na sua alimentação alimentos que são fontes de ácido graxo ômega-3: sardinha, atum, salmão, bacalhau, etc. São excelentes reforços.

– Evite alimentos gordurosos.

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

– Coma muita fruta e legumes.

– Gengibre e cogumelo shitake possuem um poderoso antiviral natural.

Como dá para perceber, este é o tipo de comportamento nutricional que devemos adotar sempre, assim como o comportamento higiênico que nos é recomendado, mas sabemos que isso nem sempre ocorre.

Para finalizar, vou deixar uma receitinha que tem alguns dos ingredientes citados e que são deliciosos quando estão juntos:

Shitake ao perfume de gengibre e alho

Corte os cabinhos do shitake.

Fatie o cogumelo.

Corte um dente de alho bem fininho e o gengibre também.

Refogue em uma frigideira o alho e o gengibre (cuidado que o gengibre é forte).

Jogue os cogumelos e vá mexendo até que fiquem macios.

Acrescente shoyu, ajuste o sal e sirva.

Fica excelente como entrada ou sobre purês.

Grande beijo e saúde!

ev8-polenta-funghi

Patrícia Nunes Fernandes

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes