Todas as tribos se encontram nos shoppings

60

- Continue depois da Publicidade -

Patricinhas, surdos-mudos, vestibulandos, evangélicos…Cada turma escolheu um shopping como ponto de encontro

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

 

SÃO PAULO – Meninas maquiadas, com shorts da última coleção da Miss Sixty, brincos H. Stern ou Tiffany’s, bolsa Louis Vuitton e sapatos italianos são o que mais se vê numa tarde de sábado no Shopping Iguatemi. Na maior parte das vezes, elas nem têm idade para tanta produção. Afinal, poucas ali já passaram dos 13 ou 14 anos. Mas o que importa mesmo é ser fashion. A tendência também persegue as mais velhas, com a diferença de que a concentração delas nos corredores do shopping não se restringe aos finais de semana.

As jovens patricinhas ainda estão presentes em grande número no Pátio Higienópolis. Mas elas têm algumas características próprias. Em vez de aproveitarem apenas os sábados no shopping, elas também freqüentam nos dias de semana, à tarde. E toda a produção das ‘primas’ do Iguatemi dá espaço para uniformes de tradicionais colégios do bairro, como o Rio Branco e o Sion. Sempre, é claro, com algum detalhe para fazer a diferença.

Leia o artigo completo no Estadão.

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também