Vitrine de loja com propagandas e ofertas

Como identificar propagandas enganosas na Internet?

Ninguém está livre de se deparar com golpes na rede. Então, veja como identificar propagandas enganosas na Internet

Elas estão por toda a parte. Basta pesquisar por um produto em um buscador ou, até mesmo, quando você está navegando em algum site. As propagandas digitais fazem parte desse universo, só que nem sempre são confiáveis.

Antigamente, os criminosos aplicavam golpes pelo telefone ou quando encontravam as vítimas na rua. Agora, a estratégia mudou, já que a maior parte do público navega pela Internet. Ou seja, não adianta ficar atento apenas ao sair de casa, mas sobretudo ao visitar sites.

Para te ajudar a não cair em uma cilada, em seguida, trouxemos 4 dicas de como identificar propagandas enganosas online. Continue lendo!

Veja também…

1) Observe o site

pessoa segurando blocos com letras www
Fonte: Getty Images/Canva

Hoje em dia, não é muito difícil criar um site bonito para divulgar produtos e promoções. Assim como lojas sérias, os fraudadores podem fingir que vendem artigos apenas para enganar as pessoas.

Por isso, antes de efetuar uma compra, é importante que o consumidor analise bem a página da Internet. Além das propagandas, vale buscar por informações sobre a loja em si, como endereço, telefone para contato e outras identificações.

Dessa forma, caso haja algum problema, será possível acionar o estabelecimento depois.

2) Busque opiniões

evite propagandas enganosas lendo opiniões de consumidores
Fonte: Getty Images/Canva

O site é confiável, mas ainda está não sabe se ele entrega o que propõe? Então, o ideal é ir atrás da opinião de outros consumidores. O Reclame Aqui é um ótimo lugar para checar a qualidade de atendimento das lojas.

Nesse endereço, os clientes fazem reclamações sobre atraso na entrega, produto que não corresponde ao anúncio e muito mais. Assim, todos podem ter uma visibilidade real do trabalho do estabelecimento – e não apenas o que ele mostra na Internet.

Pelas redes sociais também é possível ter uma noção. Isso porque muitos consumidores usam esses canais para elogiar ou reclamar diretamente com as marcas. Vale a pena dar uma checada em caso de dúvidas.

3) Desconfie de promessas mirabolantes

propagandas enganosas
Fonte: Getty Images/Canva

Embora a lei tenha evoluído para coibir as propagandas enganosas, ainda há quem exagere na hora de anunciar os produtos. Caso a comunicação provoque medo ou foque na superstição, é necessário ter cuidado. Pode ser que a mercadoria não cumpra com o que diz.

Uma marca de brinquedos, por exemplo, já foi multada porque, no anúncio, a boneca aparecia usando secador de cabelos. Nessa situação, a problemática estava em induzir as crianças a praticar atividades voltadas para o público adulto.

4) Evite cliques em links estranhos

segurança online
Fonte: Canva

Muitas pessoas clicam em todos os links que recebem nas redes sociais ou que encontram pela Internet. Apesar de a segurança cibernética ter evoluído, nem todos os endereços são confiáveis. Aliás, alguns são usados só para captar dados dos usuários.

Esse inclusive é um dos motivos pelos quais os panfletos digitais têm crescido. Enquanto os estabelecimentos ganham por publicar as promoções em um ambiente seguro, os consumidores podem acessar as informações de que precisam sem sair de casa. Além disso, usam links confiáveis.

O Folheto Atacadão é um exemplo, onde é possível ver os preços de alimentos como arroz, feijão, macarrão e muito mais.

É possível acessar os panfletos não só em formato de site, mas também por aplicativo. Independentemente da forma, é mais fácil e confiável consultar os preços de diversos produtos com rapidez.

O que fazer ao encontrar propagandas enganosas?

o que fazer com propagandas enganosas
Fonte: Getty Images/Canva

Caso o consumidor tenha caído em uma propaganda enganosa, ele pode acionar o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon). O órgão pode multar e investigar situações assim para impedir que outras pessoas sejam prejudicadas.

O indivíduo lesionado também pode entrar com uma ação na justiça para a reparação de danos. Muitas vezes, por exemplo, a pessoa compra um produto, não o recebe e a empresa não aceita devolver o dinheiro. É possível acionar o poder judiciário para resolver esse impasse.

Para quem viu uma propaganda enganosa, vale a pena entrar em contato com o Procon para evitar que consumidores saiam lesionados. De acordo com o Código do Consumidor, os estabelecimentos devem anunciar preços e condições que sejam verdadeiros.

Do mesmo modo, precisam elaborar propagandas sem alteração dos pormenores do produto ou serviço ofertado e que não se aproveitem de qualquer vulnerabilidade do público. É o caso da comunicação voltada para as crianças, por exemplo. Há ainda outras regras do código que você pode acessar aqui.

Como identificar propagandas enganosas: conclusão

Dessa maneira, os golpes não surgiram com a Internet, mas se intensificaram nesse ambiente. Mesmo na hora de efetuar uma compra, é essencial que o consumidor esteja atento, para não cair em propagandas enganosas ou acessar endereços maliciosos.

Quer saber mais sobre as melhores oportunidades de economizar em produtos de ótima qualidade? Então, continue de olho em nosso canal de Descontos e Promoções!

Matérias Similares