Neymar vai homenagear Bolsonaro na Copa do Mundo 2022?

Neymar vai homenagear Bolsonaro se fizer gol na Copa do Mundo 2022? Entenda a polêmica

Em live, Neymar prometeu fazer o número 22 caso faça um gol na Copa do Catar para homenagear Bolsonaro, entretanto, o ato é proibido

Compartilhe

Enquanto o Brasil ainda não havia decidido quem seria o presidente para 2023, alguns famosos usaram sua influência nas redes sociais para fazer suas manifestações políticas. Assim, durante uma live, Neymar prometeu aos fãs que seu primeiro gol na Copa do Mundo seria comemorado fazendo uma homenagem ao então candidato Bolsonaro.

Entretanto, segundo as normas da FIFA, instituição que comanda o campeonato, as manifestações políticas são proibidas no Mundial, exceto quando há defesa dos direitos humanos.

Como Neymar vai homenagear Bolsonaro?

Como apoio à reeleição de Jair Bolsonaro, o jogador afirmou que faria o número 22 em alusão ao número do candidato.

Qual a punição da FIFA para manifestação política?

Por ser proibido pela FIFA, um jogador ou time que tiver comportamento ou fazer alusão a um tipo de governo ou grupo político poderá levar uma punição disciplinar.

A medida está presente no regulamento da Copa do Mundo, onde no artigo 33, parágrafo 3º afirma que:

“A exibição de mensagem política, religiosa ou pessoa ou slogans de qualquer natureza ou linguagem ou forma por jogadores e oficiais (árbitros e técnicos) é proibido. A regra do futebol, em seu artigo 4º, também tem veto a mensagens políticas, religiosas ou pessoais”.

Além disso, as regras estabelecem que o processo disciplinar pode ir de multa à suspensão.

Portanto, fica o questionamento, será que após a derrota do candidato nas urnas e a possível punição no Mundial, será que Neymar vai homenagear Bolsonaro?

Neymar fazendo o número 2 com a mão direita.
Fonte: Instagram @neymarjr

Punições passadas

Em 2018, durante a Copa do Mundo na Rússia, dois jogadores da Suíça (Shaquiri e Xhaka) provocaram a Sérvia fazendo o símbolo de uma águia, que faz alusão à bandeira da Albânia.

Entretanto, existe um conflito político entre a Sérvia e a Albânia, sendo que os dois jogadores que fizeram a provocação são albaneses e respondiam a um insulto do Mitrovic, um jogador do time adversário.

Na ocasião, a FIFA multou os dois jogadores da Suíça em 10 mil euros.

Por que os jogadores não puderam usar a faixa contra a homofobia?

Dentro do regulamento da Copa existe uma exceção quanto às manifestações no qual permite o apoio aos Direitos Humanos. Sendo assim, como no Catar a homofobia é crime, muitos times europeus decidiram usar o símbolo LGBTQIA+ na faixa de capitão.

Porém, às vésperas do torneio, a FIFA notificou que os capitães que usassem a faixa levariam cartão amarelo no jogo. Por isso, o movimento acabou não acontecendo.

Compartilhe

Notícias em Alta

Últimas Notícias