Black is King: quem assina o visual fashionista de Beyoncé? Veja os looks

Balmain, Burberry, Valentino e até estilista brasileira estão por trás dos looks de tirar o fôlego da superprodução de Beyoncé.

597

Muito mais que um álbum visual, Beyoncé surpreendeu mais uma vez ao exaltar a história e cultura africana com “Black is King”. Disponível na plataforma de streaming Disney+ – e ainda não disponível no Brasil – o filme de Queen B. traz uma verdadeira vitrine para quem gosta de moda.

O filme escrito, produzido e dirigido pela cantora apresenta a “amplitude e beleza da ascendência negra” não só em conceito, mas em produções pautadas em uma estética que só mesmo Beyoncé poderia idealizar. Dessa maneira, ao lado da figurinista Zerina Akers, Beyoncé elegeu não só outfits de diversos estilistas negros, mas também, grandes marcas como Balmain, Burberry e Valentino.

Aliás, a própria Zerina é fundadora da plataforma de negócios fundada por negros, conhecida como como Black Owned Everything. “Com este álbum visual, eu queria apresentar elementos da história negra e da tradição africana, com um toque moderno e uma mensagem universal, e o que realmente significa encontrar sua autoidentidade e construir um legado”, afirmou a diva em suas redes sociais.

Beyoncé usa roupa de estilista brasileira

Não é novidade que Beyoncé tem uma queda por marcas ( e designers) brasileiros.  De Alexandre Birman, da Arezzo, a Cia. Marítima e Martha Medeiros, a cantora nunca escondeu que adora uma novidade made in Brazil.

Em “Black is King”, a diva usou até look criado por estilista brasileira. Loza Maléombho nasceu no Brasil, mas cresceu entre a Costa do Marfim e os Estados Unidos. Eventualmente, a designer é responsável por um dos outfits mais marcantes do novo trabalho de Bey, um blazer listrado em preto e branco, com aplicações douradas e ombros bem marcados.

  • Confira também, as tendências por trás do figurino da diva, em artigo sobre moda simbólica. Lembrando ainda, que as mesmas permanecem: Macrotendências – Beyoncé traz em “Spirit” tendências em looks e vestidos de festa, entenda sua simbologia.

Beyoncé

Figurino grifado de “Black is King”

Além de Loza, a Burberry também criou peças para o álbum visual de Beyoncé. No filme, a cantora aparece com uma roupa ousada em estampa de vaquinha, com minissaia e blusa com aquele estilo marcante.

Você também pode gostar!

Aqui, figurino explosivo de “Black is King” em homenagem a ascendência ancestral africana.

Já o costureiro francês Thierry Mugler também fez peças sob medida para Beyoncé na música “My Power” e, ainda, para sua filha, Blue Ivy, quando ela aparece com um vestido e calça legging multicolorida no mesmo vídeo.

Um dos vestidos mais comentados do álbum foi esse cheio de babados, multicoloridos e com ombro de fora da coleção Inverno 2019 de Mary Katrantzou.

O visual animal print com grandes óculos escuros cravejados em pedras é a cara da diva. O macacão de leopardo assinado pela Valentino Haute Couture traduz o estilo extravagante do filme na música “Already”.

Outro look “a cara da riqueza” foi o visual criado pela Balmain, com um casaco branco rico em detalhes e aplicações douradas. E um conjunto amarelo com detalhes plissados, saia com cintura alta e blusa com shape bufante.

Por fim, destaque para os plissados que permanecerão fortes, já que  foram destaque nos principais desfiles das semana internacionais de moda.

Fotos; Reprodução/BlackisKing/Twitter/Instagram
você pode gostar também