Inverno 2011 – Edição especial do Programa Café Fashion mostra as principais tendências

- Continue depois da Publicidade -

Em setembro aconteceu a gravação do Vip Pocket Show, a edição especial do Programa Café Fashion, o primeiro e único programa de TV na web, direcionado a negócios da moda, marketing e ciência das compras. O evento aconteceu no auditório do Centro de Eventos do Mega Polo Moda, na capital paulista.

Essa edição superou as expectativas dos organizadores e expositores que receberam cerca de 600 empresários e profissionais de moda de diversos pontos da capital paulista e de várias  regiões do Brasil.

O evento, conduzido pela consultora de marketing de moda e apresentadora Renata Miranda e um grupo de especialistas dos mais variados segmentos de moda apresentou um panorama completo do Outono – Inverno 2011 e um preview da Primavera – Verão 2012.

- Continue depois da Publicidade -

Renata Miranda credita o sucesso do evento ao conjunto de valores que foi observado ao longo de 28 anos “ao olhar multifocal que empreendemos em nossas pesquisas – que envolve a Ciência das compras, o comportamento do micro e macro organismo; à cobertura holística dos segmentos e assertividade das informações; à experiência e qualificação dos profissionais envolvidos e entrevistados e, em especial, pela característica de inovação, que é a marca de nossos eventos. Inovação nos temas, nos lançamentos dos expositores e no formato das apresentações”, diz a diretora de criação do programa.

Para os expositores, o resultado foi surpreendente. O Programa Café Fashion seleciona um restrito grupo de expositores para concentrar a divulgação daqueles produtos-chave e qualificados que o mercado brasileiro necessitará na estação.

- Continue depois da Publicidade -

Entre eles, a Paraguaçu Têxtil, que vem se conceituando como a mais inovadora empresa de denim no país;  a Price-e (empresa do Grupo La Estampa), que se apresentou  ao mercado brasileiro através do Programa Café Fashion;  e as consagradas  Workfashion  (uma das mais inovadoras  indústrias  de aviamentos decorativos no país),  Etical que apresentou sua inédita coleção Sensorial –  etiquetas com aromas, toques etc.

- Continue depois da Publicidade -

Dentre outros destaques da Sancris, uma indústria de linhas e zíperes, a HB Revistas Técnicas, Portfolium Embalagens e GB Lavanderia.

A criatividade e a ciência das compras:

Renata Miranda abriu o Programa defendendo que nos tempos atuais não basta a Confecção ter apenas um bom produto. “É preciso que ele esteja presente onde o consumidor o procura, bem exposto para atrair sua atenção, tenha um preço de acordo com o mercado e que o gerenciamento de outras tantas variáveis de marketing que façam com que ele se destaque entre seus concorrentes”.

A apresentadora enfatizou a importância do empresário e dos estilistas compreenderem que o foco, a força, de seu negócio não é fazer “apenas” roupa e que o seu negócio são as relações. O que implica uma mudança de comportamento e mentalidade desses profissionais no sentido de encontrarem e utilizarem novos repertórios e estratégias não somente no produto, mas também, na equipe de vendas.

Muito aplaudida com a aprovação dos participantes, Renata destacou a importância das empresas dirigirem sua criatividade entendendo que não vendem para lojas e sim através das lojas por isso, a chave é o foco nas relações.

Criar coleções conhecendo a anatomia física e emocional da unidade corpo-mente que veste a roupa e envolvendo: afetando essas pessoas.

Renata passou a mensagem estimulante de que “não estamos mais na era do estilista e, sim, na era dos criadores gestores de emoções”. A ideia deve conter a expressividade e a experimentação para que os resultados sejam roupas, calçados e acessório que provoquem, instiguem, inquietem, intriguem o olhar e a ação de compra.

E finalizou: “Por isso, a palavra- guia não é mais um consumidor e sim uma pessoa. Então a pergunta não é mais ‘você conhece seu consumidor?’.  É:’ você conhece quem veste a sua roupa?’”

Estamparia

A designer têxtil Monika Debasa apresentou as tendências da temporada Outono – Inverno 2011 em três principais grupos:

Aceleração: um tema urbano ligado à rapidez da cidade, às novas tecnologias, ao design e às questões mais atemporais.  As grandes inspirações são as manchas: tie-dye (asfalto e pinceladas); gráficos (fuligem, camuflado, texturas, organicidade); peles e manchas digitais (remete a colagem de estampas e tecnologia digital). Monika ressalta que na mistura de estampas exige-se um esforço maior de harmonia que é adquirida, em destaque, pela comunicação entre as cores das estampas.


Fotos: American Beauty

Desaceleração: em resposta ao processo de aceleração, surge um processo contrário que resgata às origens, às fontes naturais, à ecologia, ao rural e ao escapismo.  No que se refere às estampas naturais, o destaque são as folhagens; a tradição remete aos xadrezes, estampas no crochê e tudo que envolva o artesanal.


Florais e xadrezes para o Inverno 2011. Fotos: American Beauty

Memorização: em consonância com a desaceleração, este tema faz referências à história, a cultura local, ao étnico e às viagens. Nas estampas étnicas e cultura local, destaque para aquelas que façam referência à Rússia ou ao Bizâncio (com forte apelo ao luxo), o arabesco (apelo retrô) e as peles com pitadas tribais.


Coleção de Alexandre Herchcovitch inspirada na Rússia. Fotos: Oficina da Moda

Aviamentos

Em consonância com a visão da apresentadora sobre a importância dos detalhes, foram apresentadas as principais apostas em aviamentos pelos três profissionais do setor: Kássio Lopes, designer da Etical, Fernando Ribeiro Silva, diretor de criação da Workfashion, e Evandro Nunes, representante da Sancris.

Evandro mostrou a importância das linhas e fechos no jeanswear que são capazes de fazer todo o diferencial em qualquer peça.

Kássio, por sua vez, apresentou a nova linha da Etical – nomeada de Sensorial, ela explora e aguça os sentidos humanos com etiquetas 3D que brincam com as mídias sociais, etiquetas e tags com aromas e outras novidades com docinhos comestíveis – o que confirma as pesquisas da apresentadora do Programa Café Fashion.

A Workfashion em harmonia com a apresentação de Monika Debasa se inspirou no tempo, passado e futuro, para compor sua coleção, apresentando quatro temas:

Hot Spot: tema futurista, com peças com muito brilho, pontos de luz, metais escuros e cores neon.

Dèlicatesse: remete a temas românticos presentes no verão que permanecessem no inverno com um ar vintage. Rendas, pérolas, palas e broches são destaques.

Luxúria Híbrida: inspirado na decadência da aristocracia apresenta malhas de metal, rendas estampadas, as cores ouro e vermelho para os aviamentos dessa coleção.

Heritage Armée: a herança do pós-guerra foi a principal influência desse tema. Muitos patches, ouro-velho e insígnias para um militarismo vintage estarão presentes em mais um inverno.

Débora de Pierro, da WGSN, exibiu os principais looks para o Inverno 2011:

Feminino

Você também pode gostar!

Retro Prim
Influência dos anos 50 e 60, com o retorno da lady like, influenciado pelo seriado Mad Men.  Há a valorização dos tricots, tweeds, xadrezes, animal print e principalmente as peles. Saias longas, alfaiataria, florais e muitas pantalonas (flared) são destaque.


Fotos: Glamour & Luxo

Influência dos anos 70
Essa tendência trata-se das sobreposições de peças, criando novas proporções como a excêntrica saia longa combinada com cintos de tricô e blazer estilo aviador. As calças também sofrem essa influência com a volta das pantalonas na alfaiataria, ajustadas na cintura, criando uma silhueta.

Essa tendência se estende até as estampas, como os florais em tons pastéis combinados com padronagens étnicas, jacquards geométricos e malhas inspiradas no patchwork.


Fotos: Glamour & Luxo


Fotos: Comunidade Moda

Herança do Campo
Inspirado na tradição campestre, na caça e pesca, o look é uma herança do campo. Os clássicos xadrezes, as peles e uma cartela de cores, tudo remete a uma vida no campo trazendo uma sensação rústica e atemporal ao look.


Fotos: Glamour & Luxo

Outros destaques: minimalismo luxuoso, combinações e sobreposições, combinações de tecidos, ankle oxford, militarismo.

Masculino

Tradicionalismo
Essa visão tradicionalista reflete a seriedade da estação. Designers se voltam à moda masculina com um olhar clássico e atemporal.

É um olhar aperfeiçoado pelos designers que adoram buscar referências vintage para a atualidade. Mas mesmo com a falta de inovação, espera-se ver peças com ênfase na qualidade duradoura, até mesmo em acabamentos, já que a consciência do consumidor está mudando, apreciando uma estética que nunca sai de moda.

Mudpie
Na moda infantil, Selma Sudo apresentou o tema que remete ao novo equilíbrio: Outono – Inverno 2011 e 2012 olha para as mudanças de padrões de consumo e o fim da decadência. Um novo modelo de vida é baseado num futuro alternativo de coletivismo e ideais sócio-ambientais. Foram definidas em três tendências – Sinergia, Primitivo e Inovar.

Nelly Rodi: Foram apresentados 4 temas conceituais:

Elfland: temas virtuais, emocionais. A poética e a suavidade são as grandes referências.

Reinos do Norte: as grandes referências são os temas nórdicos, a solidão, a natureza e o artesanato.

Ateliê: trabalhos mais artísticos, misturas de estampas/materiais e a exclusividade. A bricolagem é o destaque.

No Palco: referências mais teatrais. Extravagância é a essência do tema.

Jeanswear

De acordo com o consultor de modelagem Robertto Dias, a palavra-chave para o denim da temporada é sensualidade.

As peças aparecerão ricas em recortes, pences, nervuras e pregas. Os shapes dividem-se em grupos antagônicos: dos mais slims aos mais largos como o jeans oversized, tanto para o público feminino, quanto para o masculino. Destaque para as pantalonas e as carrots.

Já o designer de lavanderia, Gilberto Oliveira, destaca que a originalidade das coleções anteriores continua manifestando-se em peças cada vez mais elaboradas e privilegiando a alta qualidade e o grande número de processos.

A percepção sensorial se abre, dando vazão a criatividade, com isto gerando padrões com efeitos mais artísticos, confirmando a tese de que o exagero visual faz parte do contexto.

As principais lavagens são:

– Destroyed,

– Tow Washed (efeito que agrega brilho e envelhecimento acentuado),

– Bigodes a laser

– Used

– Devorées (puídos),

– Brush (desgaste a partir de escovação)

– Jatos químicos

– Pontos de luz

– Imersão química para desbotamento irregular

– Scrunch (efeito redinha)

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes