Inverno 2010 de Mario Queiroz apresenta lordes punks

- Continue depois da Publicidade -

Mario Queiroz, um dos grandes nomes da moda masculina brasileira, apresenta coleção de Outono/Inverno 2010 inspirada no inusitado encontro entre um gentleman e um punk no metrô de Londres.

A camisaria, um dos fortes da marca, surge com formas mais ajustadas ao corpo e mais curtas e em tecidos como tricoline e algodão. As cores são fortes, predominando as primárias. O preto também aparece com muita força, mas não deixa a coleção monótona. O estilista soube jogar com texturas e combinar a cor com tons de cinza e chumbo.

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

- Continue depois da Publicidade -

As padronagens são parte importante da coleção. Referências inglesas como o tabuleiro de xadrez, o grafitti e o metrô de Londres foram transformadas em padrões e aplicadas às peças. O matelassê também contribui para esse jogo visual.

Através das joias, Mario prestou homenagem ao Kensington Market, ponto de encontro de diversos grupos urbanos da Londres oitentista, um grande catalisador de estilos e tendências. As peças receberam banho de Rhodium Negro

- Continue depois da Publicidade -

As referências “lorde versus rebelde” não se limitam às roupas e joias. Os sapatos, desenvolvidos pela Puma, são escuros e vêm com aplicações metálicas.

- Continue depois da Publicidade -

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes