Madonna: ela sempre foi pioneira, tanto na música como na moda!

115

- Continue depois da Publicidade -

Um olhar sobre Madonna, a ‘camaleoa’ da moda

Com uma carreira de 26 anos, que não mostra sinais de que irá parar a qualquer momento, Madonna passou a vida toda se re-inventando. Ela vem encontrando, constantemente, um caminho para re-criar ambos, estilo de música e de moda, como nenhuma outra artista conseguiu antes.

A cantora, atriz e aclamada autora continua provar que ela está à frente dos tempos. No momento em que o mundo começa a assimilar a ‘nova’ Madonna, ela já está pronta para uma nova transformação, com ritmos sonoros diversificados e modernos, além do estilo visual, que quebrou alguns paradgmas no universo da música.

Aqui está uma linha do tempo de seus looks memoráveis:

Início da era “Homem objeto”
1º Abril, 1985

Braços cheios de pulseiras emborrachadas, crucifixos, camisetas rasgadas, sutiãs de renda e outros eram os itens do visual das estudantes de dança durante os anos de 1970. Depois de assinar contrato das suas primeiras canções, em 1982, a cantora levou este look ousado para o cenário vigente da época. A “Madonnamania” começou no início dos anos 80, em que todas queriam ser ela. No momento em que as adolescentes do país começaram a assumir o look Madonna, quando ela estreou no filme Desperately Seeking Susan, a cantora começou a adotar um visual novo.

Ambição Loira
20 de Abril, 1990

Em 1990, o designer francês Jean-Paul Gaultier criou todos os figurinos da turnê mundial Blond Ambition. Alguns consideram as criações desse figurino como uma das maiores contribuições do estilista para a moda, ao criar o bustiê cônico, elemento que revolucionou a popularidade de Madonna. É o look mais lembrado de Madonna de todos os tempos.

63rd Annual Academy Awards
25 de Março, 1991

Para o Oscar de 1991 (nomeada pela canção Sooner or Later do filme Dick Tracy) Madonna incorporou Marilyn Monroe usando um vestido branco de pedraria de frente única tomara que caia, com luvas a rigor e xale de pele. Na ocasião, momento mais glamouroso da linha do tempo, ela usava jóias avaliadas em 20 milhões de dólares.

Viva Evita
14 de Dezembro, 1996

Em 1996, o filme Evita, em que Madonna fez o papel principal, foi lançado. Durante anos Madonna quis fazê-lo, acreditando que era o papel e a personagem que ela nascera para atuar. Depois de conseguir o desejado papel, ela transformou novamente seu visual, de forma controversa com o que havia fazendo durantes alguns anos. Passou a usar ternos Christian Dior com batons vermelhos e cabelo descolorido e arrumado em coque.

70th Annual Academy Awards
23 de Março, 1988

Originalmente, Madonna tinha planejado ir para a premiação com um vestido de Gaultier mais extravagante que o outro que usara na turnê Blond Ambition, mas ela achou que seria demasiado para um Oscar. Nesta noite especial, ela adentrou o tapete vermelho usando duas peças: uma saia de Gaultier com o top de cetim preto de um estreante da moda conhecido como Olivier Theyskens. Digamos que os críticos não gostaram.

Memórias de uma Gueisha
24 de Fevereiro, 1999

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

Para uma das performances mais estupendas das premiações do Grammy americano, Madonna se re-inventou como uma gueisha, inspiração que ela tirou do livro Memórias de uma Gueisha. Ela quis se transformar na personagem do livro, usando um quimono vermelho, outra criação de seu estilista preferido, Jean-Paul Gaultier, com botas-plataforma altíssimas e uma peruca à Cleópatra. Considerando que poucos artistas conseguem mudar suas imagens em ampla escala, a performance de Madonna foi um completo sucesso.

Febre Sertaneja
5 de Novembro, 2000

Madonna lançou o álbum Music em 2000, retornando às paradas de sucesso e para o mundo da moda, com a inspiração “country”. Mas enganam-se os que acham que essa inspiração foi barata. A calça jeans cravejada de pedraria foi uma cortesia dos famosos estilistas da Dsquered, marca badaladíssima no universo da moda. Foi nesse momento em que Madonna começou a abusar das camisetas, o que se transformou num ícone pop. Ela, também, declara nessa época, sua admiração por sua colega pop Britney Spears.

Mãe Madonna
7de Junho, 2005

Durante os anos, o estilo de Madonna amadureceu. Em 2005, ela comemorou o lançamento do quinto livro que escrevera para crianças. Seu estilo acompanhou uma notável mudança para uma  sofisticação, usando um vestido Dolce & Gabbana no evento.

Confissões na Discoteca
3 de Novembro, 2005

Nesta altura, Madonna já se transformara de ícone pop para mãe exemplar e de volta à ícone pop. A última ‘persona’ que ela envolveu em sua imagem foi a de uma rainha da Disco. Somente Madonna ousaria reviver as madeixas setentistas de Farrah Faccet e ser capaz de ‘arrasar’ no visual. Para marcar o seu retorno para a pista de dança, ela trás de volta as meias-arrastão e os ‘bodies’ apertados em homenagem ao início da era Disco.

Festa da revista Vanity Fair pós Oscar
5 de Março, 2006

Em 2006 Madonna chegou no tapete vermelho aparecendo extremamente fabulosa para a festa exclusiva da revista de moda Vanity Fair. Ela conquistou todos os olhares com seu vestido Versace rosa. Detalhes ficam por conta do seu corpo esguio e musculoso.

Outro ano, outra festa do Oscar
25 de Fevereiro, 2007

Em 2007, Madonna retornou ao tapete vermelho usando um Dolce & Gabbana de cetim preto e 10 milhões em diamantes. As festas da Vanaty Fair são uma das festas mais exclusivas do ano. Madonna mostra que o estilo deve caminhar junto com a idade. Sofisticação é sinônimo de sabedoria ao se vestir.

Eu sou porque somos!
21 de Maio, 2008

A diva pop recebeu todos os flashes na ‘premiere’ da 61º Festival de Cannes, durante o lançamento do seu primeiro filme como diretora. O vestido Chanel chamou muita atenção por ser brilhante, em dois tons (preto e prata), por ser maleável, e por ser transparente. Pode não ser um dos seus melhores vestidos, mas com certeza, ela provou que consegue administrar todos os olhares para ela quando quer. Foi a rainha do Cannes.

Esta análise foi uma breve linha do tempo sobre os fatos mais marcantes da vida e carreira de Madonna. A cantora possui uma biografia invejável e, certamente, mais detalhada, que já foi publicada diversas vezes.

Por Diego Carvalho

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

- Continue depois da Publicidade -