Ronaldo Silvestre e sua moda consciente e sustentável – Grandes estilistas brasileiros

Conheça o trabalho do estilista Ronaldo Silvestre: uma moda prática, atemporal e sustentável que busca servir à sociedade

Desfile Ronaldo Silvestre. Fonte: Facebook Ronaldo Silvestre (Marca)

Antes de mais nada, o consumo consciente e a sustentabilidade são questões cruciais do mundo contemporâneo. O universo da moda, um dos mais dinâmicos e rentáveis que existem, não poderia estar de fora dessa.

Nesse sentido, a partir desse novo modo de consumir e produzir moda, com olhar consciente e sustentável, conheça a trajetória  sensível, permeada de superação do estilista brasileiro Ronaldo Silvestre.

As criações de Ronaldo (@ronaldosilvestre.iti ) são extremamente ricas em detalhes e elaboradas através de  um  trabalho de construção artesanal de “retecidos”,  feitos de retalhos e tiras de viés de jeans.

O processo é feito a partir do reaproveitamento de resíduos têxteis, transformados em texturas e formas nas criações de Silvestre, que resultam em peças de modelagem e acabamento impecáveis, produzidas pelas mãos das mulheres do Instituto Tecendo Itabira (@institutoiti).

A ONG foi criada pelo próprio estilista, para o desenvolvimento social e cultural da cidade mineira, através  do resgate de mulheres em estado de vulnerabilidade.

 

Quem é Ronaldo Silvestre?

 

Ronaldo Silvestre. Fonte: RonaldoSilvestre.com

 

Natural de Itabira, no interior de Minas Gerais, Ronaldo Silvestre é um estilista brasileiro com um dos trabalhos mais louváveis da atualidade. Acima de tudo, o que ele busca é exaltar a moda como motor de mudança social.

Em outras palavras, o que para outros é visto hoje como sustentabilidade para ele, à época, era sobrevivência.

 

Related Post

 

Ronaldo Silvestre criança. Fonte: @ronaldosilvestre.it

 

“As lembranças que tenho da primeira infância são da minha mãe desmanchando calças doadas pela mineradora para fazer short e camisa, e era o que eu vestia e tinha muito orgulho disso. E eu ia para a escola tão feliz e orgulhoso de mim pois era minha mãe quem tinha feito.” (Ronaldo Silvestre, Guia Jeans Wear).

 

A moda como motor social

 

 

Desfile de Ronaldo Silvestre. Fonte: @ronaldosilvestre.it

 

De fato, foi a máquina de costura que trouxe mais conforto e comida para dentro do lar da família. Nesse sentido, desde muito jovem Ronaldo pôde ver o quanto não só esse instrumento como o saber o ofício de costureira podia ser transformador entre grupos sociais mais carentes.

Desse modo, já como estilista consolidado, essa se tornou a sua maior motivação: explorar a moda dentro de todo o seu potencial cultural e social. Assim, além do Instituto ITI, fundado em sua cidade natal, Ronaldo Silvestre sempre busca inspiração na história e dilemas da sociedade brasileira.

 

  • Aproveite e nos siga no Google News para para saber tudo sobre Moda, Beleza, Famosos, Décor e muito mais. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

 

Qual o percurso profissional de Ronaldo Silvestre?

 

#actampads0#

 

Saindo de um ambiente de poucos recursos, Ronaldo deixou Itabira aos 18 anos. Logo depois, ele se mudou para Curitiba, capital do Paraná, onde começou a estudar desenho industrial.

Entretanto, pouco depois ele acabou por se mudar para Londrina, onde passou a cursar a graduação em Desenho de Moda na UEL. Além de ter concluído essa formação, ele também é especialista em Artes Visuais pelo Senac.

 

 

Um casal de modelos e Ronaldo Silvestre. Fonte: @ronaldosilvestre.it

 

Ronaldo não tinha uma condição econômica tão relaxada e o curso de moda requeria muito investimento. Desde então, ele decidiu passar a visitar as confecções locais para conseguir material para os trabalhos do curso – prática que de certa forma ainda realiza em seus projetos atuais.

 

 

 

O início da carreira de Ronaldo Silvestre

 

 

Duas modelos posando com roupas de Ronaldo Silvestre. Fonte: @ronaldosilvestre.it

 

Dentre eles, por exemplo, estão: 1º Lugar Novíssima Geração Criadores FENIT 2003; 1º Lugar ‘Rio Moda Hype” Rio Fashion – 2004; 2º Lugar Eco Fashion Awards 2005; 2º Lugar Big Brazil film Fashion 2005; 1º Lugar 16º N Design 2006; 1º Lugar 7ª Ed Ready To Go Minas Trend – 2016.

Seja como for, o sonho de Ronaldo Silvestre era chegar a participar do maior evento de moda da América Latina, o São Paulo Fashion Week. Sonho que se concretizou nesse ano, com a sua estreia no SPFW 2021.

De maneira geral, ao longo da sua carreira o seu trabalho se focou no conceito de slow fashion. Para tanto, o estilista mantêm a sua marca homônima, a Ronaldo Silvestre.

 

 

Letícia Sabatella. Fonte: @ronaldosilvestre.it

 

  • Em seguida, aproveite e veja looks de outro grande estilista brasileiro, Vitor Zerbinato.

 

O Instituto ITI

 

Desde criança eu tive que aprender a valorizar minha força interior… Hoje eu sou um visionário no mundo em que eu habito e um Farol de Esperança para minha Comunidade.” (@ronaldosilvestre.iti).

 

Ronaldo Silvestre posando diante do Instituto ITI. Fonte: Facebook Ronaldo Silvestre

 

O Instituto ITI (Igualdade, Transformação & Inovação Social, nome criado por alunos e professores do projeto) é uma organização não governamental e sem fins lucrativos presidida por Ronaldo Silvestre. Fundado em 2009 em Itabira, cidade natal do estilista, esse é um centro de referência social e cultural à população local.

Nesse sentido, o principal objetivo da instituição é dar oportunidades de qualificação e de transferência de conhecimento aos moradores da cidade. Com esse objetivo, a sua maior bandeira são as diferentes esferas da economia criativa, da educação à capacitação e autonomia de produção, além do uso e valorização dos recursos naturais.

 

Instituto ITI. Fonte: @institutoiti

 

Para além do envolvimento da comunidade de Itabira, o ITI funciona há anos por meio de parcerias públicas e privadas. Além disso, o instituto está alinhado com os atuais objetivos da ONU (Organização das Nações Unidas). Entre eles, por exemplo, o fim da pobreza, a educação de qualidade e o trabalho decente e crescimento econômico.

Entre os conteúdos oferecidos no curso estão a costura, diferentes técnicas de bordado e o artesanato sustentável. Desse modo, o trabalho do estilista no ITI ajuda a dar uma real chance de qualificação a indivíduos (em especial mulheres) em uma situação social mais vulnerável.

 

O desfile de Ronaldo Silvestre no SPFW 21

 

Me formei há quase duas décadas e, desde o meu primeiro período, tive como um grande objetivo chegar à São Paulo Fashion Week. Esta é a realização do sonho de um menino pobre do interior de Minas Gerais“. (Ronaldo Silvestre, Elle).

 

 

Modelo de Ronaldo Silvestre. Fonte: Facebook Ronaldo Silvestre

 

 

Toda a crise social vivida no Brasil, sempre presente e nunca superada, apenas piorou com a crise sanitária mundial instalada desde 2020. Desse modo, mais do que nunca, o trabalho feito por entidades como o ITI se mostram cruciais para tentar mitigar a desigualdade social – agravada, acima de tudo, por esse contexto de insegurança econômica.

Nesse sentido, ao celebrar a sua estreia no SPFW, Ronaldo Silvestre buscou justamente exaltar e mostrar ao mundo o trabalho feito em Itabira.

 

 

 

 

A linha Conspiração de Ronaldo Silvestre

 

Precisamos sair do casulo social, cultural e político. Só assim conseguiremos transformar o mundo.” (@ronaldosilvestre.iti).

 

A coleção que Ronaldo lançou no evento se chama “Conspiração”. Antes de mais nada, ela teve como inspiração um episódio crucial da história do Brasil: a Revolta dos Alfaiates, ou Conjuração Baiana, decorrida na Bahia entre 1798 e 1799.

O tema ajuda a reforçar uma ideia que o estilista sustenta e que transparece no seu trabalho. Acima de tudo, que é preciso valorizar as riquezas locais e descentralizar a produção brasileira de moda. Como descrito pelo estilista, a sua preocupação com a nova coleção foi buscar “O que representa o povo brasileiro, qual é a sua luta, qual é a sua essência, e qual é o seu futuro”.

 

Modelos da coleção Conspiração de Ronaldo Silvestre. Fonte: @ronaldosilvestre.it

 

Assim, a partir dessa ideia, a coleção resgatou referências às escravizadas ganhadeiras, tropeiros e outros indivíduos da época. Além disso, os modelos de Ronaldo Silvestre foram feitos com tecidos reaproveitados pelas costureiras do ITI.

Entre roupas com muitas texturas, fluidez e formas mais soltas, as suas peças não só fizeram sucesso como trouxeram um debate mais que urgente: o Brasil continua desigual e a moda pode sim ser agente de mudança social e cultural.

Por fim, com tanto empenho e motivação, nos resta estar atentos ao que de novo nos trará a mente criativa e inquieta de Ronaldo. Com certeza valerá a pena conferir!

 

 

Em seguida, veja também:

Mariana Boscariol: Mariana Boscariol é uma historiadora especialista no período moderno. Sua experiência profissional e pessoal é em essência internacional, incluindo passagens por Portugal, Espanha, Itália, Japão e o Reino Unido. Sendo por natureza inquieta e curiosa, é também atleta, motoqueira e aventureira nas horas vagas – e sempre leva um livro na bolsa!