Roseli Duque, presidente do IBGM, ensina soluções para cuidados e preservação das joias, em casa

79

As joias são investimentos eternos e que podem ser passadas de geração em geração. A fim de preservar o brilho característicos delas, Roseli Duque, presidente dos Conselhos de Administração Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM) e da Associação dos Joalheiros do Estado de São Paulo (AJESP), revela suas dicas de cuidados e preservação das joias que podem ser colocadas em prática neste período em casa. Confira abaixo! 

 

Roseli Duque ensina cuidar e preservar joias
Roseli Duqie, presidento do IBGM, ensina cuidar e preservar joias (Imagem Divulgação/Instagram)

Como cuidar das joias? 

 

Limpeza das pérolas – “Cada pedra e metal possui sua particularidade na hora de limpar. As pérolas, por serem orgânicas, precisam ser higienizadas todas as vezes após o uso. Utiilize flanela macia, úmida e livre de impurezas. Nos colares, fique atento aos detalhes e limpe bem entre as pérolas. Em seguida, basta usar uma toalha e secar com toques delicados”, explica Roseli e ressalta: “A crença de que ao mergulhar as pérolas no mar elas voltam ao brilho original é falsa. Como as pérolas estão furadas, impurezas da água podem entrar e danificá-las.” 

 

Joias de ouro – “Recomendo deixar de molho na água morna com sabonete ou detergente neutro. Espere a água esfriar e limpe as peças suavemente com uma escova macia (pode ser escova de dente que seria descartada). Esse tempo de pausa na água é ideal para amolecer os resíduos que ficam nas peças, como creme hidratante e suor, por exemplo. Por fim, enxágue na água corrente. Não esqueça de fechar o compartimento da pia para não perder a joia”, revela Roseli.

 

Você também pode gostar!

Joias de ouro com diamante branco ou com gemas coradas “Coloque as joias com diamantes em água fria e deixe de molho por uns 30 minutos”, recomenda Roseli. Em seguida é só seguir os passos: limpe as peças suavemente com uma escova macia e enxugue com uma toalha macia. 

 

 

Peças banhadas a ouro e prata – As peças banhadas apresentam um desgaste natural, mas mantê-las em ambiente arejado auxilia na preservação do acessório e a retardar esse processo. “Em casa, aconselho que logo após o uso, pegue uma flanela limpa e seca e esfregue delicadamente para tirar as impurezas e devolver o brilho da peça. Além disso, vale ressaltar que de tempos em tempos, é ideal levar as peças para um novo banho de ouro e/ou prata na sua loja de preferência” diz Roseli. 

 

Como guardá-las? 

 

Roseli, que também é empresária, incentiva guardar as peças individualmente, em estojos de veludo, com separações específicas para colares, pulseiras, anéis e brincos. Assim, não há contato direto entre os elos, correntes e pedras, “evitando que haja formação de nós no metal e riscos nas pedras. Além de preservá-las para que sejam objetos com histórias únicas, lembranças afetivas e momentos inesquecíveis”, ressalta Roseli.  

 

Informações adicionais podem ser obtidas através do site do IBGM

você pode gostar também