História de Sarah Breedlove – A filha de escravizados que se tornou a primeira mulher milionária

Madam C. J. Walker, como mais conhecida, revolucionou a história dos cosméticos quando lançou um produto para tratar os próprios fios problemáticos.

- Continue depois da Publicidade -

A vida de Sarah Breedlove, mais conhecida por Madam C. J. Walker, mudou completamente quando ela se viu em um problema, que não atingia somente a ela, mas sim a muitas mulheres do seu tempo: seu cabelo estava caindo. Com determinação para encontrar uma salvação para os seus fios, revolucionou a indústria dos cosméticos. Conheça a história de Sarah Breedlove.

 

Vida de Madam Walker antes do sucesso

 

Sarah Breedlove.
História de Sarah Breedlove – Fonte: Culture Trip

 

Sarah nasceu em 1867 em uma família de escravizados, seus pais eram emancipados e trabalhavam em uma plantação no Estado da Louisiana. Quando criança, ficou órfã de pai e de mãe e já iniciou nos trabalhos na mesma plantação de algodão dos pais.

Walker, como conhecida até agora, casou-se aos 14 anos e teve uma filha, A’Lelia. Aos 20, seu esposo morreu e ela se tornou viúva.

- Continue depois da Publicidade -

A vida fez Sarah se mudar para o Estado de Missouri, onde trabalhava como cozinheira e lavadeira, ganhando US$1,50 ao dia. Sarah casou-se uma segunda vez, mas acabou em divórcio. Nessa época, os problemas com os fios começaram a surgir.

O motivo dessa situação comum se resumiu na escassez da água e da eletricidade no país norte-americano, conforme alega Bundles, trineta de Sarah. Naquele tempo, a dificuldade motivava as mulheres a lavarem os fios com menos frequência, o que consequentemente levava à queda dos mesmos.

 

- Continue depois da Publicidade -

Início do sonho de Sarah

 

No ano de 1904, Sarah encontrou um produto criado por outra pioneira da indústria de cosméticos, Annie Turnbo Malone. Em seguida, trabalhando como vendedora desses produtos, mudou-se para Denver e casou-se novamente com o terceiro marido, Charles Joseph Walker.

Naquela época, as mulheres negras eram referidas pelos brancos como “Tia”, mas Sarah Brendlove passou a ser identificada como Madam C.J. Walker. Madam, significa ‘Madame’ em português, já C. J. Walker, são as iniciais dos sobrenomes de seu marido.

- Continue depois da Publicidade -

Foram US$1,25 investidos para dar início ao sonho de Madam Walker, que almejava uma fórmula para tratar seus fios.

 

Wonderful hair grower - Madam C. J. Walker's.
Wonderful hair grower – Madam C. J. Walker’s – Fonte: Foto/Reprodução

 

 

Construção de um império

 

A venda do produto revolucionador de Madam Walker aumentou rapidamente, chamado como “Sistema Walker” incluía tratamentos para o cabelo ficar macio e também crescer.

 

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

Produtos de C. J. Walker's.
Produtos de Madam C. J. Walker’s – Fonte: Augusto Nascimento/Reprodução

 

Em poucos anos, Madam já era dona de uma fábrica em Indianápolis, um salão de beleza, bem como uma escola para mulheres que gostariam de trabalhar com o seu produto, que, inclusive, passou a ser vendido na América Central e no Caribe.

Walker ensinou mais de 40 mil mulheres negras, dando a elas uma oportunidade de sair da pobreza e de terem uma carreira independente.

 

Década de 1960, Madam C. J. Walker.
Década de 1960 – Fonte: Madam C. J. Walker/Photos

 

 

Desejos e realizações

 

Sarah Brendlove desejou apenas que sua filha única tivesse uma educação formal, que ela própria não teve. A’Lelia formou-se na faculdade, gerenciou operações da empresa da mãe e abriu seu próprio salão de beleza em Nova York.

Walker, em 1912, possuía três veículos e já os dirigia, mesmo na época em que mulheres não tinham este costume. Ela defendeu a igualdade negra sendo uma lutadora pelos direitos civis e ficou conhecida, também, por doar quantias generosas para organizações, escolas e universidades dirigidas a alunos negros.

 

Bredlove em automóvel.
Sarah Bredlove – Fonte: Twitter/Slim Baby

 

Madam Walker morreu em 1919, quando tinha apenas 51 anos, sendo vítima de falência renal. Naquele tempo, lhe consideravam a empresária negra mais rica do país.

 

Wonderful hair grower - Madam C. J. Walker's.
História de Sarah Breedlove – Wonderful hair grower – Madam C. J. Walker’s – Fonte: Reprodução/Lyndhurts Mansion

 

Confira um de seus últimos depoimentos: “Eu sou uma mulher que veio dos campos de algodão do Sul. De lá, fui promovida ao tanque. Depois, fui promovida à cozinha. E de lá promovi a mim mesma ao negócio de produção de produtos para cabelo”, disse Walker durante uma convenção nacional de líderes negros em 1912.

“Não tenho vergonha de minhas origens humildes. Nunca pense que só porque você tem que trabalhar no tanque você não é uma dama!”

 

 

Por fim, lembramos que seu comentário e o seu compartilhamento é muito importante para nós. Por isso, não deixe de deixar o seu. Nós nos dedicamos em passar as melhores notícias do dia para você, sendo assim não perca mais nada, basta se inscrever em nosso ‘blog’.

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes