Carla Diaz é aclamada no Twitter por atuação em filmes: ‘Entregou tudo’

A atriz Carla Diaz encarna Suzane von Richthofen nos filmes “A Menina que Matou os Pais” e “O Menino que Matou Meus Pais”, lançados nesta sexta-feira (24/09) no Amazon Prime Video

- Continue depois da Publicidade -

O cinema brasileiro não é tão valorizado quanto deveria, dizem algumas pessoas. Carla Diaz, nos filmes “A Menina que Matou os Pais” e “O Menino que Matou Meus Pais”, conseguiu, de certa forma, “calar” a crítica.

No Twitter, contudo, os internautas comentam sobre a atuação da atriz e enaltecem-na por tudo que ela entregou ao interpretar Suzane von Richthofen.

Vale lembrar, entretanto, que esses filmes já eram aguardados há alguns anos no cinema. Porém, recentemente, a Amazon obteve os direitos para transmiti-los na plataforma Prime Video.

Ambos os longas estrearam nesta sexta-feira (24/09) e estão fazendo sucesso. Vem saber mais sobre o que a internet está falando!

 

Atuação e entrega

 

O crime em que os filmes foram baseados aconteceram em 2002
Carla Diaz como Suzane. Fonte: Reprodução Youtube

 

  • Enquanto isso, aproveite e nos siga no Google News para saber tudo sobre Moda, Beleza, Famosos, Décor e muito mais. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News

 

Os filmes “A Menina que Matou os Pais” e “O Menino que Matou Meus Pais” estrearam na madrugada de sexta, 24, no Prime Video, e já estão dando o que falar, principalmente pelo “show” de Carla Diaz.

A artista, nas produções, vive Suzane von Richthofen, do caso Richthofen, que aconteceu em 2002. O crime, caracterizado como homicídio, ocorreu contra os pais da moça, Manfred Albert von Richthofen e Marísia von Richthofen.

Daniel Cravinhos, namorado de Suzane, e Cristian Cravinhos, irmão de Daniel, assassinaram Mnfred e Marísia a mando da própria filha. O caso ganhou repercussão e, por fim, virou filme. Ou melhor: filmes.

Com as estreias, Carla Diaz foi exaltada e, de fato, aclamada pelos telespectadores.

 

A aclamação da atriz

 

Fonte: Reprodução Youtube. Montagem: Fashion Bubbles

 

  • Em seguida, veja também: Ana Maria Braga pede desculpas ao vivo na Globo após usar termo racista: “aprendizado”

 

No Twitter, os usuários da plataforma comentam sobre o papel de Carla, que “caiu como uma luva” e a fez mostrar todo o seu potencial.

Um perfil, nesse sentido, escreveu que ela merecia ser indicada ao Oscar:“Eu digo isso sem medo. Se o cinema nacional tivesse o reconhecimento que merece, Carla Diaz seria uma das indicadas ao Oscar 2022, na categoria de ‘Melhor Atriz’, por ‘A Menina que Matou os Pai’s e ‘O Menino que Matou Meus Pais’. Eu tô besta até agora. Ela entregou tudo!”

 

 

Outra pessoa afirmou que a atuação de Carla foi incrível. “Acabei de assistir ‘O Menino que Matou Meus Pais’, a versão contada pela Suzane von Richthofen, e vou enaltecer a atuação incrível da Carla Diaz. A lenda merece bastante reconhecimento”, pontuou.

 

 

Você também pode gostar!

“Carla Diaz se consolidando uma das melhores atrizes do nosso país. Não deve ser fácil interpretar um filme de um caso tão pesado e chocante. E ela foi ótima nos dois filmes e entregou o que foi preciso ser entregue. 10/10 para as duas atuações da Carla”, ressaltou, afinal, outra conta.

 

 

O nome de Carla, portanto, chegou a ficar entre os assuntos mais comentados da rede social, os Trending Topics, desde o momento que as estreias aconteceram.

 

Carla Diaz é aclamada pela web
Nome de Carla Diaz e Suzane, do caso Richthofen, aparecem nos assuntos mais comentados do Twitter. Fonte: Reprodução Site

 

 

Onde assistir os filmes do Caso Richthofen?

 

Ambas produções estão disponíveis no Prime Video, da Amazon.

Veja o trailer:

 

 

Apesar de não ter uma ordem correta, alguns indivíduos comentam que o mais indicado é começar a ver pelo “O Menino que Matou Meus Pais”. Isso porque dá para perceber melhor a mudança de Suzane.

 

 

Carla Diaz e seus passos artísticos

 

Carla Diaz é de São Paulo e nasceu nos anos 90. Ficou conhecida ao dar vida à Maria, em Chiquititas (1997-1999), e Khadija, em O Clone (2001), novela da TV Globo.

Posteriormente, continuou seus passos na televisão, fazendo mais algumas telenovelas também na Record TV.

Neste ano, participou do Big Brother Brasil, no elenco dos famosos. Carla não ganhou o BBB, mas marcou o programa ao voltar do Quarto Secreto, pós-paredão falso, vestida de Dummy.

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes