Paulo Rafael, guitarrista de 66 anos, morre vítima de câncer

Segundo parentes, o musicista de Alceu Valença e integrante do grupo Ave Sangria estava internado no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro

- Continue depois da Publicidade -

O músico Paulo Rafael, de 66 anos, morreu nesta segunda-feira (23/08), no Rio de Janeiro, após enfrentar um câncer.

Ele tratava a doença no Hospital Samaritano, mesmo local em que acabou não resistindo às complicações e morrendo. Famoso no país pelo talento com a guitarra, o pernambucano fazia parte do grupo Ave Sangria e da banda de Alceu Valença.

 

 

Foto de Paulo Rafael.
Paulo Rafael morre aos 66 anos. Fonte: @paulorafaelgtr/ Instagram

 

 

O velório irá acontecer no Cemitério da Penitência, nesta terça-feira (24/08), a partir das 11h15. No mesmo lugar, haverá também a cremação do corpo por volta das 13h15. O guitarrista deixou a esposa, a filha e uma neta.

 

 

Paulo Rafael, referência da guitarra no país

 

 

Considerado um fenômeno da guitarra, Paulo Rafael nasceu em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, em julho de 1955. Em Recife, nos anos 70, ele iniciou sua carreira artística como um dos integrantes da banda Ave Sangria. O conjunto produzia músicas de rock com raízes nordestinas. Em 2014, eles retomaram os ofícios e lançaram um novo álbum.

 

 

Foto do músico na guitarra.
Paulo Rafael. Fonte: @paulorafaelgtr/ Instagram

 

 

  • Em seguida, leia também: Guns N’ Roses lançou música nova depois de 13 anos.

 

 

Aos 20 anos, o músico participou do “Vou Danado pra Catende”, apresentação de Alceu Valença no Festival Abertura, da TV Globo. Desde essa época é um dos membros da banda do cantor, com quem esteve também nas duas primeiras edições do Rock in Rio.

No ano de 1976, Paulo Rafael gravou seu primeiro disco solo, o “Caruá”. Assinou a produção musical do filme “O Baile Perfumado” (1997). Compôs e tocou a trilha incidental do filme “Pátria Amada” (1985).

 

 

Foto de show da banda Eletro Fluminas, de 2001.
Guitarrista tocando em show da banda Eletro Fluminas, 2001. Fonte: @paulorafaelgtr/ Instagram

 

 

  • Enquanto isso, aproveite e nos siga no Google News para saber tudo sobre Moda, Beleza, Famosos, Décor e muito mais. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

 

 

Além da parceria de mais de 40 anos com Alceu Valença, o guitarrista participou como produtor de projetos que envolviam outros artistas consagrados, como Elba Ramalho, Zé Ramalho, Geraldo Azevedo e Lobão. Ele quem escreveu o arranjo da música “Vaca Profana”, de Caetano Veloso.

 

 

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

  • Em seguida, leia também: Juliette Freire revela lista de músicas que irá gravar, recebe crítica de Anitta e sai com Pabllo Vittar.

 

 

Produtor musical de várias obras

 

 

Fotos de Paulo Rafael.
O músico. Fonte: @paulorafaelgtr/ Instagram

 

 

  • Em seguida, leia também: Anitta conta a real sobre o suposto vídeo dançando música gospel.

 

 

Como produtor musical, Paulo Rafael foi responsável por 9 discos, são eles: “Geraldo Azevedo, ao vivo” (1994), “Geraldo Azevedo, ao vivo — vol 2”, “Futuramérica”, “Cavalo-de-pau”, “Estação da luz”, “Mágico”, “Rubi”, “Anjo avesso” e “Andar, andar”. Além disso, em 1988, ele lançou a discografia “Orange” e, em 1993, a “Vagalume”.

 

 

  • Em seguida, leia também: Luísa Sonza revela detalhes da música “Penhasco”: “Chorei muito”.

 

 

Repercussão da morte

 

 

Foto do musicista.
Paulo Rafael em última foto compartilhada por sua família. Fonte: @paulorafaelgtr/ Instagram

 

 

  • Em seguida, leia também: Manu Gavassi, ex-sister do BBB 20, toca guitarra de biquíni.

 

 

Marcelo Canuto, presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), lamentou a triste notícia da morte de Paulo Rafael. Por fim, confira a nota que ele publicou:

“Foi um dos caras mais carinhosos e conciliadores com quem já convivi. Conheci Paulo há mais de 40 anos e sempre admirei sua capacidade inventiva na música. Era um exemplo de como lidar com a fama e com o mundo artístico de forma profissional, mas sem perder a paixão pelo que fazia. Perdi um amigo e também um dos meus ídolos”, escreveu.

Artistas musicais como Lulu Santos, Chico César, Otto Ferreira e Beto Barretz prestaram homenagens nos comentários da última foto do guitarrista postada no Instagram.

Quer continuar por dentro das últimas notícias do mundo da fama? Então confira em Famosos novidades diárias dos relacionamentos, das maiores polêmicas e tudo mais que envolvam as estrelas do Brasil e mundo.

 

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes