Diego Pupe e Renan Bolsonaro

Quem é Diego Pupe? Ex-assessor afirma ter vivido um romance com filho de Bolsonaro, Renan

Diego Pupe é conhecido no cenário de eventos em Brasília e trabalhou para Renan Bolsonaro, com quem afirma ter tido um romance

Compartilhe

Uma das notícias mais comentadas nas redes sociais nas últimas horas envolve o filho zero quatro de Bolsonaro, Renan Bolsonaro. Um ex-assessor e amigo de Renan, Diego Pupe, prestou depoimento à polícia civíl do Distrito Federal, na última quinta-feira, 14.

Tal depoimento faz parte das investigações da Operação Nexum, que investiga denúncias de crimes contra a fé pública. O principal alvo das investigações, no momento, é o instrutor de tiro, digital influencer e coach Maciel Carvalho, de 41 anos, que foi empresário com Jair Renan. Dessa forma, Diego Pupe, que trabalhou com os dois, foi convocado para depor.

E foi justamente Pupe, que após o depoimento, mandou um áudio para o Metrópoles revelando um romance com Jair Renan Bolsonaro.

Quem é Diego Pupe? Produtor de eventos revela romance com Renal Bolsonaro

Diego Pupe e Renan Bolsonaro
Diego ainda afirma que não recebeu nenhum centavo enquanto atuou como assessor de Renan Bolsonaro. Fonte: Instagram

Diego Pupe tem 21 anos e é muito conhecido no cenário de eventos no Distrito Federal, Brasília. Segundo o produtor, ele conheceu Jair Renan Bolsonaro durante uma festa promovida por ele e logo rolou uma afinidade entre eles: “Era produtor de eventos e ele foi a uma das minhas festas. Logo começamos a trabalhar”– afirmou o jovem.

Dessa forma, Diego Pupe passou a atuar como assessor de Renan. Através do cargo de eventual relevância (enquanto Bolsonaro estava no poder), Diego afirma que nunca recebeu dinheiro pelo seu trabalho.

Diego é gay assumido. Nas suas redes sociais ele publica fotos de sunga na piscina, bem como registro com revolveres, drinks e participações em atos bolsonaristas. Por lá também há registros de viagens e encontros com Renan.

Segundo o produtor de evento, a relação com filho de Bolsonaro acabou estremecida e os dois romperam depois de um episódio de ciúmes (por parte de Renan).

A gente discutiu na gravação do DVD do Vitor e Luan, aqui em Brasília. Ele odeia que os amigos conversem com quem ele não gosta. Ele faz a caveira de qualquer inimigo dele para todo mundo”– disse Diego à revista Veja em 2022.

Ademais, Pupe afirma que sua relação com Renan sempre foi alvo de deboche e discriminação nas redes.

“Muita gente, quando abro caixa de perguntas no story manda: ‘E aí, já comeu o Renan hoje? Já deu pra ele?’ (…) “Quando fomos a Gramado, postamos uma foto top sentados um do lado do outro. Vieram comentários: ‘Como está o seu namorado?’, ‘Casados?’”

Relacionadas

O que Diego Pupe disse sobre seu relacionamento com Renan?

Diego Pupe e Renan Bolsonaro
Diego Pupe registrou no Instagram o momento em que chegou na Polícia. Fonte: Instagram

Na última quinta-feira, 14, Diego foi intimado na Polícia Civil, do DF. O motivo da intimação foi para que Diego falar sobre um suposto esquema de lavagem de dinheiro e associação criminosa envolvendo Jair Renan.

Após depoimento, Diego conversou com o site Metrópoles. Por lá ele enviou um áudio dando mais detalhes sobre seu romance com Renan Bolsonaro.

“Eu tive um relacionamento com o Renan. Não falei pra ninguém ainda, tava esperando todo esse ‘auê’ de polícia, essa confirmação que eles estão querendo finalizar, mas logo logo eu vou falar sobre isso. Relacionamento íntimo, romântico meu com ele– afirmou o ex-assessor de Renan.

De maneira idêntica, Pope afirmou que que houve perguntas de “coisas bem delicadas” para Renan e Maciel, alvos das investigações.

Acho que o Renan deve ter ciência, sim, do que está acontecendo, do que aconteceu, que ele teve participação de tudo que a Polícia juntou. Agora, só a polícia e a Justiça para poder falar”– completou o produtor de eventos.

Ainda sobre o depoimento, Pupe alega ter dito à polícia que ouviu Maciel Carvalho dar ordem para transferir a empresa RB Eventos para o nome de outra pessoa. Isso teria acontecido quando Renan passou a ser investigado pela Polícia Federal por supostamente ter cometido os crimes de tráfico de influência e lavagem de dinheiro por meio da empresa.

Segundo as investigações, esse ano a RB Eventos foi transferida do nome de Jair Renan para o de Marcos Aurélio Rodrigues, parceiro comercial de Maciel e dono da empresa onde ele era sócio e dava aulas de tiro, a 357 Cursos. De acordo com a polícia, Marcos Rodrigues pode ser um “laranja” nesse esquema, uma vez que não houve pagamento algum pela aquisição da empresa, que faturou R$ 4 milhões em um ano.

Por fim, veja mais sobre esse caso:

Compartilhe

Newsletter

Inscreva-se em nosso newsletter e receba diretamente em seu e-mail artigos exclusivos, dicas de beleza imperdíveis e as últimas novidades dos reality shows mais badalados. Não perca a chance de estar sempre à frente, conhecendo as tendências e segredos que só os verdadeiros conhecedores do universo fashion e do glamour dos realitys têm acesso!

Não fazemos spam! Leia mais em nossa política de privacidade.


Últimas notícias