Hot Meat Sub

Hot Meat SubOs primeiros dias na casa nova estão sendo uma aventura. Porque, claro, só depois que começa a morar no lugar efetivamente que a gente descobre os “defeitos” do imóvel, né? Principalmente em um prédio antigo como o nosso…

O filtro da cozinha, por exemplo, é daqueles de parede. A água vaza pela pia, que vira uma piscina. Eu, psicopata, fico toda hora puxando a água com o rodinho. O primeiro banho foi uma sessão de tortura: a pressão da água dava chibatadas! No terceiro dia, a água não esquentava, a torneira do chuveiro travou e eu não conseguia fechar. Pânico. Ciro me socorreu. No quarto dia, choque térmico: a temperatura oscilava entre morna e fria, sendo que no fim do banho ficou congelante. Eu queria morrer.

O apartamento é super, ultra, mega arejado – uma das características que gostamos quando vimos pela primeira vez, aliás. Ótimo pra secar roupa! Hahahaha! Mas faz um frio de lascar e eu sou muito “friorenta”. Estou usando as poucas polainas que guardei dos tempos de balé, daquelas que vão até a perna. Descobri que podem ficar bem “fashionable” e, outro dia, fui ao mercado com elas (Ciro disse que não ficou com vergonha, mas eu duvido). Também estou usando umas roupas do Ciro – como se as minhas, que ocupam cinco parte e meia de dois guarda-roupas que, juntos têm seis, não fossem suficientes, né? Uma malha de lã bem velhinha e uma calça de moletom superquentinha são as minhas preferidas. De vez quando, pego um casaco todo revestido de um treco que parece lã de ovelha. Fica tudo grande, claro. Mas quem se importa?

Uma coisa muito excelente é que o Ciro sabe consertar e fazer tudo. Aprendizado de anos como assistente de fotógrafo. Ele instalou o varal, pendurou as cortinas da sala, arrumou o fio do aquecedor portátil (que está me salvando horrores). A gente está pensando em mudar a cor de algumas paredes e adivinha quem vai pintar? Ele. Mas vou (tentar) ajudar, prometo.

Quer saber? Acho bem sexy homem prendado e que sabe fazer essas coisas todas. Ainda mais quando ele faz curtindo, feliz, com gosto. Fazer tudo com a maior boa vontade é, na verdade, uma demonstração de carinho e de cuidado. E querer deixar a casa arrumada e gostosa, indica que a gente quer um ambiente à altura do que sente um pelo outro. Uma atmosfera aconchegante pra viver a dois. Mais delicioso que isso, só as receitas que a gente publica no Blog!

Hot Meat Sub
O que usamos
300g de filé de alcatra
Queijo montanhês
Mix de cebola e alho triturados
Azeite
Sal
Pimenta-do-reino
Tomilho fresco

Bacon
Molho Inglês
Pão mexicano
Alface

Como fizemos
Refogamos o mix de alho e cebola no azeite até dourar. Temperamos com pimenta do reino, sal e tomilho fresco. Adicionamos o bacon cortado em cubos e deixamos fritar um pouco. Cortamos o filé de alcatra em tiras finas e adicionamos à mistura, em fogo baixo. Colocamos o molho inglês e deixamos em fogo baixo até engrossar o caldo. Cortamos fatias bem finas de queijo e adicionamos à panela, mexendo até derreter. Servimos no pão mexicano.

O que bebemos
Guaraná Cruzeiro

Na cozinha tocou
Elvis Costelo

Obs:
1: antes de postar este texto, o mistério de como manter a água do chuveiro quente foi desvendado. Basta fechar a porta da sacada que fica… na SALA! Acredita? E olha que o banheiro fica longe sala – e tem um corredor em “L”. NUNCA que eu ia adivinhar isso. Quem descobriu foi o Ciro, óbvio. Depois de muitos testes e observação das correntes de ar do nosso apartamento mega arejado. Um cientista, praticamente.
2: finalmente, tomei um banho demorado e quente-escaldante que defumou a casa inteira. Que delícia! Mais feliz que criança na primeira vez na Disney. Desculpae, dermatologistas.
3: ah, como o Ciro detesta folhas em geral, somente o meu sanduíche teve alface.

Publicação: 18 de maio de 2012

AUTOR

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
annnnannannanna
De cor lilás por Vinícius Moura

Baseado no texto “O Estrangeiro” Ela desenvolveu em seu casulo não somente seu corpo, mas um ideal: seria ornada. E...

Fechar