“Sex shop” cai no gosto das mulheres da classe A

“Sex shop” cai no gosto das mulheres da classe A
Duda Pereira, diretora da Clube Chocolate, diz que em 2007 os investimentos somarão R$ 7 milhões em duas novas lojas, uma em Nova York e outra no Rio

O sexo deixa de ser tabu para virar negócio de luxo, embrulhado em papel de seda cor-de-rosa e com grife. Inspirada na série de televisão ambientada em Nova York “Sex and the City”, uma onda de butiques eróticas “só para mulheres” começa a se espalhar pelos shoppings centers mais sofisticados de Rio e São Paulo.(…)

Essas butiques, decoradas em tons pastéis de lilás, rosa e champanha, vendem desde lingeries de grifes sofisticadas – como Dolce & Gabbana, Valentino, Paul Smith, Calvin Klein e Madame Z, importadas da famosa Casablanca de Miami – até fantasias de enfermeiras, coelhinhas e policiais, passando pelos acessórios típicos de uma “sex shop“. Máscaras e algemas pretas, por exemplo, descansam nas prateleiras, mas chicotes e correntes e outras parafernálias “sado-maso” não fazem sucesso entre as mulheres mais sofisticadas. (…)

As clientes são recebidas com flütes de prosecco e muitas reúnem amigas para um chá de lingerie, no lugar do conhecido e, para algumas, “demodé” chá de panela. “Ao invés de ganharem panelas ou escorredor de macarrão, as noivas aqui são presenteadas com cremes, camisolas e ‘brinquedinhos’ sexuais para compartilhar com os futuros maridos”, diz Duda. (…)

Não deixe de ler a matéria completa no Valor Online e de conferir o post sobre a Maison Z.

Publicação: 28 de julho de 2006

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
907-06-001
Cintos

Matéria completa no UseFashion

Fechar