Mulheres que fazem história – Dia Internacional da Mulher

91

No final do inverno de 1917, exatamente no dia 8 de março, um grupo de mulheres na Rússia se reuniu e fez uma greve, um movimento contra a fome e contra o regime político do Czar Nicolau II. A greve se transformou no estopim da revolução russa de 1917, o Czar caiu, a guerra acabou no ano seguinte e as mulheres tiveram mais um papel importante na história.

Nas artes, mulheres há muito fazem história. Diversas como Tarsila do Amaral, Anita Malfatti ou mais recentemente, Beatriz Milhazes, colocaram o Brasil no mapa mundial das artes. Hoje gostaria de citar duas artistas que conheço aqui no Brasil e que enaltecem a classe, a categoria, o gênero mulher… E algumas de suas obras que provam isso…

Sônia Menna Barreto é pintora, desenvolve seus trabalhos em estilo surrealista e traz telas com muita pesquisa e história por trás. Foi a primeira artista brasileira a ter uma tela na British Royal Collection – Coleção da família real britânica, uma das melhores coleções privadas do mundo. A tela é a “Leonard Cheshire” e conta a história deste lorde inglês que foi condecorado na segunda guerra mundial.

Sônia Menna Barreto é uma artista que está sempre buscando aprimorar o seu trabalho e buscando ampliar os seus horizontes, em 2009 assinou uma coleção de jóias e ano passado lançou uma série de técnicas mistas (Giclée – que é uma impressão em tela – com pintura por cima, assim trabalhando sobre imagens de suas telas mais famosas cria novas situações e variações do tema original).

Cláudia Fernandes é escultora, provavelmente a melhor retratista do Brasil, já fez bustos de grandes personalidades brasileiras e monumentos que se encontram espalhados por todo o país. É de autoria dela, por exemplo, o “Pedro Álvares Cabral” de dois metros que está em Porto Seguro em homenagem ao descobrimento do Brasil, para o Estádio Rei Pelé em Maceió fez dois bustos, o do jogador Dida e do jogador e técnico Zagalo. Seu talento como retratista já foi requisitado também para monumentos em Portugal e no Líbano.

Cláudia é conhecida como retratista e também como escultora artística, fez uma série de bustos e cabeças de Deuses e seres da mitologia grega que impressionam pela vida que as esculturas parecem ter.

Você também pode gostar!

Sônia Menna Barreto e Cláudia Fernandes são mulheres que orgulham a mulher brasileira, através da arte demonstram emoção, talento e beleza. A arte presta homenagem, seja pela literatura, pintura, escultura ou cinema àqueles que o artista idealiza como homenageados, hoje presto a minha homenagem a estas e através destas artistas.

Apesar de já termos passado por grandes períodos machistas e apesar de ainda existirem nações que calam a voz feminina, mulheres e homens possuem papeis equivalentes e importância similar na sociedade. Mulheres já são fortes e influentes, modificam mundos todos os dias. Aquele 8 de março que iniciou a revolução Russa foi o dia escolhido para homenagear as mulheres, que fizeram ou farão história, que criaram ou virão a criar famílias, que amaram ou virão a amar homens e também mulheres…

8 de março, dia internacional da mulher, que esta data nos relembre quem são e seu papel na história, e onde quer que estejam: Feliz dia da Mulher!

Outros trabalhos de Sônia Menna Barreto

Outros trabalhos de Cláudia Fernandes

Por Fernando Figueiredo

 

você pode gostar também