Cosméticos DIY – Tendência conquista o mercado internacional

637

- Continue depois da Publicidade -

Se antigamente os cosméticos DIY (faça você mesma) eram vistos com desconfiança, hoje eles se confirmam como tendência.
De acordo com a Euromonitor, 41% dos consumidores globais de beleza usam mensalmente um produto feito em casa, sendo os itens de limpeza facial o produto mais popular a ser criado.
Descubra como a indústria está aproveitando a novidade!

A febre dos cosméticos DIY na indústria da beleza

cosméticos diy 3
A marca Bybi também faz sucesso no mercado internacional dos cosméticos DIY

Segundo a Vogue Business e a Euromonitor, essa é uma tendência que se confirma internacionalmente.
Cada vez mais preocupados com a saúde e a sustentabilidade, os consumidores estão atentos a cada ingrediente e preferem saber exatamente o que estão colocando no corpo.
Em seu último artigo, a Vogue Business aponta esse movimento como similar ao do slow food e slow living, ambos focados em uma volta ao básico.
Nesse caso, quando essa onda chegar ao mercado da beleza, os consumidores passam a aproveitar o momento para fazer o seus próprios cosméticos.

Já tínhamos falado da tendência da personalização no mercado de beleza no artigo: Cosméticos Manipulados – Farmácias entram na onda da personalização.

 

cosméticos diy 3
Booster da Bybi – A ideia é misturar a outros produtos para potencializá-los.

“As pessoas [estão começando a perceber que] não precisam de inúmeros produtos, precisam apenas daquilo que realmente usam”, diz Sabrina Tan, fundadora da  Skin Inc.
Sua empresa faz parte de um número crescente de marcas moderninhas que vendem bases de cremes, óleos e soros que podem ser misturados para tratar de problemas específicos da pele.
Para que essa ideia funcione na prática, é preciso trabalhar na educação do consumidor e, é claro, vender a experiência.

cosméticos diy simple organic
Evento da Simple Organic, onde os convidados customizavam seu próprio sÉrum.

Aqui no Brasil, a marca natural Simple Organic já promove eventos especiais onde os convidados podem montar seus próprios sérums.
Além disso, eles ainda conhecem de perto todos os ingredientes usados nos produtos. Essa proximidade reforça, ainda mais, a ideia de transparência que os novos consumidores buscam nas marcas

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

Leia mais:
+ VAREJO E TECNOLOGIA – 4 TENDÊNCIAS PARA O MERCADO DA BELEZA
+ ROTINA DE SKINCARE PARA CADA IDADE – DESCUBRA OS CUIDADOS IDEAIS

Como as marcas de beleza podem aproveitar o movimento dos cosméticos DIY?

cosméticos DIY
Sérums da Skin Inc.

Conforme mencionado anteriormente, a grande sacada desse movimento é aproximar os consumidores do processo produtivo.
Ao incentivar que eles mixem seus próprios produtos, a marca demonstra transparência e ainda cria uma experiência inovadora.
Como se trata – ainda – de um movimento em ascensão, há muito território para ser explorado, principalmente no Brasil. Para isso, fique de olho nas marcas internacionais.

Marcas internacionais fazem sucesso com kits de cosméticos DIY

cosméticos DIY
Cosméticos DIY – Skin Inc.

A Skin Inc, por exemplo, introduziu recentemente três “Wonder Serums” pré-misturados que facilitam a compra e a retirada dos clientes.
Eles rapidamente se tornaram o produto mais vendido da marca na Sephora.
A marca também vende kits dedicados à criação de certos produtos, como uma máscaras hidratantes ou cleanser.
Cada kit inclu três ingredientes e um cartão de receita explicando como misturá-los. O sucesso é tanto que os produtos geralmente estão esgotados no site.

cosméticos diy 3
Booster da Bybi. Olha como a embalagem faz toda a diferença!

Outro case de sucesso é a Bybi Beauty. Essa marca do Reino Unido produz “boosters”, incluindo CBD e óleo de morango, que devem ser misturados a outros produtos para tratar de questões pontuais como inflamação e desidratação. Os boosters fazem o maior sucesso e também vivem esgotados.
Por fim, note que essas marcas possuem algo em comum. Para conquistar essa nova geração de consumidores, é preciso investir também no design da embalagem. Afinal, um rótulo moderninho faz toda a diferença na experiência!



 

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

- Continue depois da Publicidade -