Um carro para você chamar de seu. Um passeio pelo Campo de Provas de Tatuí

113

campo de prova Tatui ford_n

FORD JÁ RODOU 250 MILHÕES DE KM NO CAMPO DE PROVAS DE TATUÍ E CRIA VÍDEO ESPECIAL QUE MOSTRA OS TESTES. CONFIRA!

Antes de se apoderar do banco do seu novo Ford, você faz ideia ao que ele foi submetido antes de ser seu escolhido? É claro que não estou falando deste exemplar que você admira na vitrine ou o que acabou de comprar. Os que são testados são os irmãos destes. Até hoje eu ainda não havia tido a chance de conhecer os testes a que são submetidos os veículos que usamos. Como são poucas pessoas que tem a oportunidade de acessar um campo de provas e os laboratórios de uma grande fábrica, vou tentar descrever parte da minha visita.

O evento se deu porque a Ford está comemorando o marco de 250 milhões de quilômetros percorridos em seu campo de provas em Tatuí, interior de SP. Mais de seis mil voltas em torno da terra. Esta marca vem se acumulando desde 1978 – inauguração do campo, com o objetivo de transformá-lo num dos mais modernos do mundo.

Blá blá blá… Agora vamos ao que interessa: viver a experiência, mesmo como passageiro, neste que é o maior campo de provas da América Latina (4,66 milhões de metros quadrados, 3,63 milhões de metros de natureza preservada) é o melhor do passeio. E o que isso vem a ser? Num panorama geral são, muitos laboratórios especiais para testar tudo num veículo. Do lado de fora destes laboratórios o campo conta com 50 quilômetros de estradas, sendo 40k em terra e 10k pavimentadas. As pistas simulam todos os percursos e percalços que encontramos no nosso caminho de segunda a sexta nas cidades e nos finais de semana quando vamos para praia ou campo.

Embarcamos com um piloto da Ford para o exemplo prático nas pistas. Aperte o cinto, ele diz, pensei que o alerta fosse um anuncio de praxe, não era. A recomendação era bem séria. São subidas e descidas que vão de 20 a 45 graus de inclinação. O piloto sobe uma rampa com o velocímetro marcando 80km de velocidade, quando chega no topo a descida parece descolar os pneus do chão, minha cabeça bate no teto – e meu estômago também – penso por um instante que fui parar na montanha russa do Hopi Hari.

Corre mais, corre mais, fico com vontade de pedir, afinal, quem gosta de carro volta a ser criança com seus brinquedos e suas inconsequências… As pistas de alta velocidade, asfaltadas e de terra – tem curvas para testar tanto a estabilidade quanto a coluna deste infeliz passageiro, pista com “costelas de vaca” para chacoalhar até os olhos quererem sair das orbitas, lombadas e mais lombadas, buracos de todos os tamanhos e modelos… O veículo se contorce até sentir dó. Há passagens por pista com 30cm de água para confirmar infiltrações e por ai vai…

 

Um carro é testado em dois meses (média) à exaustão. Percorrendo estas pistas cerca de 50 a 60 mil km. E depois? Tadinho do carro. Quando ele pensa que vai ter folga é levado para um laboratório onde todos os tipos de piso possíveis são simulados numa máquina que o chacoalha tudo de novo. Ali é possível saber se houve fadiga de material, se a carroceria range, se o escapamento está em ordem, se os coxins do motor estão em perfeitas condições…

Você também pode gostar!

A cada etapa há também outro laboratório acompanha o consumo de combustível e a emissão de poluentes. Lá vai o bichinho de novo ser testado ao extremo. Quinta, sexta marcha, reduz, acelera de novo, põe na marcha lenta, arranca novamente. É curioso ver o veículo todo “entubado”, parece um paciente de UTI mandando todas as informações para um computador. Ufa! Vida dura.

Pensa que terminou? Nadica de nada. Sensores de som são instalados dentro do carro para examinar todos os sons que um carro provoca. Pode ser o som da porta ou vidros se abrindo ou fechando, o barulho que faz o pisca alerta ligado, o sensor que acusa porta aberta ou o alerta para colocar o cinto de segurança, escapamento entre tantos outros.

Às vezes um sonzinho inocente parece que não vai incomodar, entretanto, se é um som que persiste, como no caso de vibrações, vai ficando irritante, irritante… E é aí que entra a importância deste laboratório de sonoridade. Duvido que você já não tenha passado adiante algum carro porque não conseguiu achar aquele barulhinho perturbador que vinha não sei de onde… Eles têm equipamentos fantásticos que permitem encontrar de onde, exatamente, vem o tal ruído maldito. Além do mais, se você escolhe um carro esportivo, ele não deve ter o mesmo som que gera um sedam para família, não é mesmo? Pois é em tudo isso que pensa um laboratório de sonoridade.

No fim das contas, para um país como o nosso onde volta e meia escutamos notícia ruim vinda de tudo quanto é lado, dá um tremendo orgulho saber que foi aqui o projeto, por exemplo, do Novo Ford KA e da Ecosport, que você, ao viajar, poderá ver circulando pelo mundo inteiro. Bacana, não é? Um projeto brasileiro sucesso no mundo. E ainda tem gente que saúda a mandioca…

Confira o Vídeo!

Por Vinícius Moura

Saiba mais

FORD BRASIL

A Ford Motor Company está estabelecida no Brasil desde 1919, onde mantém as marcas automotivas Ford, Ford Caminhões e Troller e uma estrutura de 11.500 empregados e quatro fábricas, além do Campo de Provas de Tatuí. Para mais informações sobre os produtos da Ford, acesse http://www.ford.com.br.

 

SOBRE A FORD MOTOR COMPANY

 A Ford Motor Company é uma empresa líder da indústria automotiva global, com sede em Dearborn, Michigan, nos Estados Unidos. Fabrica ou distribui automóveis em seis continentes, com cerca de 194.000 empregados e 66 fábricas no mundo. Suas marcas automotivas incluem a Ford e a Lincoln. A empresa fornece serviços financeiros através da Ford Motor Credit Company. Para obter mais informações sobre os produtos da Ford, favor acessar www.ford.com.br.

você pode gostar também