Como a física quântica pode nos influênciar?

259

- Continue depois da Publicidade -

mudança-percepção

A física quântica é a ciência que estuda aquilo que é menor do que um átomo. Bem resumido, já que não é a física, o objeto desta matéria: aquilo que é maior do que quarks e elétrons estão, como se sabe, sujeitos às leis da física clássica, ou seja, a inércia, ação, reação, etc. Mas ao analisar tudo que é menor do que o átomo estes princípios não se aplicam, o mundo minúsculo se comporta de forma bem diferente daquele em que vivemos. Neste ambiente de pequeninos o que é observado, num momento se comporta como onda, noutro como partícula.

No mundo macro, neste nosso usual, seria como dizer que este mármore é rígido num momento, e ao observá-lo novamente comprovar que é macio. Inconcebível. No mundo nano o que define o estado do que se está sendo observado é o olhar do observador. O comportamento, onda ou partícula, só é sabido a partir daquele que observa. Sendo assim, se fosse transportar para nossa realidade, seria verdade – apesar de não fazer sentido algum – o mármore ser duro e mole – apenas a partir do olhar e da intenção de quem olha.

Vamos ao que interessa:

mundo quantico jpg

Diante de uma questão: financeira, familiar, relacionamento ou uma outra situação qualquer, damos uma resposta ao enunciado. E esta reação acontece a partir da análise (observação) da cena/dificuldade. Antes de dar uma resposta, nós nos voltamos para nosso interior para constatar as ferramentas que estão ao nosso dispor, que podem ser: a experiência, habilidades, dons ou somente nossa ignorância mesmo, e é com base nisso que se toma a decisão cabível. Com qualquer um é exatamente isso que acontece.

A questão é que, o problema que você lê como X, outro pode interpretar como Y. É aqui que faço um link com a física quântica e as partículas/ondas. Se os resultados que se esperam passam primeiramente pela leitura da questão e ela pode ser ao mesmo tempo X ou Y, como resolver a equação?

O “X” ou ”Y” não se trata de certo ou errado. Trata de ser uma coisa ou outra a partir do olhar de quem observa. E a resposta cabível é aquela conforme o número de ferramentas que se tem no “estoque interior” para resolver a pendenga.

É totalmente natural que cada pessoa tenha uma opinião diferente sobre o mesmo dilema. O que não nos é natural é um resultado que nos desagrada. Lembre-se que eles são sempre fruto de nossas ações. Mesmo que em muitas ocasiões, apesar do desespero, das frustrações e mesmo tendo jurado por Deus que não faria mais, ainda assim de nada adiantou, continuamos a repetir as mesmas atitudes, e, muitas vezes é mais fácil culpar o outro …

O que pode mudar este cenário é ver a mesma questão por um outro ponto de vista, lembrando que um vê X, onde outro vê Y, já adianto que isso não é nada fácil de ser feito:  escolha alguém que você tenha muito respeito e que considere ter resultados melhores que os seus. Exponha a situação e pergunte a ele sobre a questão apresentada, qual atitude seria mais adequada? Descubra qual o olhar dele sobre este mesmo problema e como ele agiria…

É garantido que a resposta que você vai ouvir você não vai gostar! Como também não vai seguir o conselho e, muitas vezes, nem sequer vai parecer fazer muito sentido. E porque isso acontece? Simples, ele tem um resultado e você outro, de novo X e Y muito diferentes. É bom lembrar-se de antemão que o sujeito que lhe responde foi escolhido por suas boas escolhas e pelo respeito que você tem por ele. Que contrassenso, acreditar nele e não conseguir seguir nenhum de seus passos…

É sabido que não há uma resposta pronta para nenhum de nossos enigmas. Assim como é certo que temos sempre a incrível facilidade de “ler o mundo” como nos convém, portanto, um primeiro passo, é considerar a física quântica, lembrando que existem outras formas de enxergar a mesma cena possibilitando uma resposta mais apropriada.

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

Resultados bons ou ruins, não tem jeito, são sempre da nossa autoria. Nos cabe, buscar o melhor!

Por Vinícius Moura

8808985531_91ea681b37_b-521x400

As pessoas se comportam como elas pensam que o mundo é. Por exemplo, se julgam seu mundo hostil, vão agir com agressividade, se julgam seu mundo amorosamente, vão ter atitudes permeadas de sentimentos positivos…  Essa percepção de mundo é fortemente influenciada pelo sistema de crenças que são estruturadas desde a infância, com base nos modelos e padrões mentais que são adotados.

Algumas dessas crenças são limitantes e impedem o indivíduo de perceber quem realmente é, e, o potencial que tem para desenvolver. Na maioria das vezes, são crenças que limitam a ação e levam a um estado de estagnação e entropia – paralisação – piloto automático.

Por outro lado, o padrão mental que é adotado, com base nos modelos, com o passar do tempo, começa a exigir do indivíduo mais coisas do que ele se desenvolveu para fazer, gerando angústia.

A limitação para execução de novas demandas, muitas vezes,  está associada à falta de autoconhecimento (saber o que, como e porque das suas atitudes) e sistema de crenças (que não permite uma visão mais ampla sobre a própria natureza), o que possibilitaria mudanças.

Ou seja, desenvolver novas capacidades, através de novas atitudes  e novos pontos de vista que gerem novas crenças e um novo padrão de funcionamento com melhores resultados.

Daí a importância de citações como ” Conheça-te a ti mesmo” ou “Conheça a verdade e a verdade vos libertará”.

(Reflexões e questionamentos desenvolvidos através das aulas Junguianas de Marcos de Santis no Instituto Humanae, sobre auto conhecimento, liberdade, psicologia analítica e física quântica.)

Leia também:

7 passos para transformar crise em oportunidade

7 passos para transformar crise em oportunidade
Leia também:

a era do conhecimento
A nova Revolução Industrial e a Era do Conhecimento – Conheça as novas formas da Riqueza
Quem somos nós? Para entender o que é a física quântica e como ela pode interferir em nossa realidade
Quem somos nós? Entenda a física quântica e como ela pode interferir em nossa realidade
7 passos para transformar crise em oportunidade

A busca de significado em nossa vida e a cura psíquica

Estamos em uma sociedade Trans? Reflexões sobre a Cultura TRANS, o Movimento Transexual e seu impacto na sociedadeEstamos em uma sociedade Trans? Reflexões sobre a Cultura TRANS e seu impacto na sociedade

 

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também