Brincadeiras para Dia das Crianças: + de 20 ideias divertidas

As clássicas brincadeiras infantis trazem inúmeros benefícios para os pequenos. Então, que tal animar o Dia das Crianças com elas?
Foto de crianças brincando.

Fonte: Pinterest. Montagem: Laila Lopes

Você sabia que ao menos 49% das criancinhas brasileiras possuem aparelhos eletrônicos, seja tablet ou smartphone? Além disso, o estudo realizado pela Karpesky em parceria com a CORPA mostrou que a maioria desses pequenos usam os dispositivos para se divertirem.

Se você tem mais de 30 anos, provavelmente teve uma infância livre de tanta tecnologia. Assim, brincou e conheceu diversos desafios infantis. Então, para o Dia das Crianças, comemorado em 12 de outubro, que tal mostrar aos pequenos um pouco como eram as antigas brincadeiras?


Qual a importância das brincadeiras infantis?


A pandemia, além de inúmeros outros problemas, diminuiu o número de crianças que brincavam fora de casa. Entretanto, as brincadeiras infantis não são apenas um passatempo. Elas têm importância, e muita.

Além de um excelente mecanismo para o desenvolvimento da aprendizagem, são essenciais para o desenvolvimento intelectual e social dos pequenos.



Tire mais tempo com os filhos


Você sabia que é de extrema importância os pais terem mais tempo de qualidade com os filhos? Segundo a psicóloga Alice Mungaba, esse é um dos melhores meios de proteger a saúde mental dos pequenos.

Além da companhia para as crianças, é essencial dar valor aos sentimentos delas. Então, é necessário ensiná-los sobre as emoções.

Outra questão de mérito que protege a saúde mental das criancinhas é, simplesmente, o amor dos pais. Por isso, o ideal é sempre deixar os filhos cientes do quanto são amados.

Achou esses bons motivos para que os pequenos passem o Dia das Crianças conhecendo antigas brincadeiras? Então, confira a seguir mais de 20 sugestões de atividades legais para fazer com eles.



Brincadeiras de roda para fazer no Dia das Crianças


Fonte: Speaking Tree

Cantigas de roda ajudam no desenvolvimento da audição, do ritmo, dos movimentos, do equilíbrio, da linguagem oral e da memória dos pequenos. Veja como brincar!



“Ciranda, cirandinha”


As crianças e os papais devem ficar de mãos dadas, rodando e cantando. No fim da canção, escolhem um dos participantes para ficar no meio da roda. A brincadeira chega ao fim quando todos estiverem no centro. Confira a letra em seguida:


Ciranda, cirandinha
Vamos todos cirandar!
Vamos dar a meia volta
Volta e meia vamos dar

O anel que tu me destes
Era vidro e se quebrou
O amor que tu me tinhas
Era pouco e se acabou

Por isso, dona Rosa
Entre dentro desta roda
Diga um verso bem bonito
Diga adeus e vá se embora


“A canoa virou”


Nessa brincadeira, os participantes também entrelaçam as mãos. Porém, de forma diferente. Um fica olhando para dentro da roda, enquanto o amiguinho do lado olha para fora dela, de forma intercalada.

Related Post

Assim, eles cantam a música e, a cada refrão, um dos colegas se viram pra dentro. A brincadeira termina quando todos estiverem olhando para o interior da roda. Confira a letra da música em seguida:


A canoa virou
Pois deixaram ela virar
Foi por causa de Maria
Que não soube remar

Se eu fosse um peixinho
E soubesse nadar
Eu tirava Maria
Do fundo do mar

Siri pra cá,
Siri pra lá
Maria é bela
E quer casar.



“Corre-cotia”


Os participantes sentam formando um círculo. Todos cantam a canção. Enquanto isso, um deles deve estar com um objeto na mão e escondê-lo atrás de um dos colegas. Assim que essa perceber, diz o seu nome em voz alta e o pega-pega entre as duas começa. Aquele com o objeto é o pegador. O pique é o lugar vazio da roda. Veja a letra da cantiga a seguir:


Corre cotia
De noite, de dia
O galo cantou
E a casa caiu!


“Terezinha de Jesus”


Forme uma roda com os participantes, deixando um deles no centro. Todos cantam a canção juntos. Assim que acabar, o escolhido do meio indica outro colega para ficar em seu lugar. Confira a letra da cantiga em seguida:


Terezinha de Jesus
De uma queda, foi ao chão
Acudiram três cavalheiros
Todos os três, chapéu na mão

O primeiro foi seu pai
O segundo, seu irmão
O terceiro foi aquele
Que a Tereza deu a mão

Terezinha levantou-se
Levantou-se lá do chão
E sorrindo disse ao noivo
Eu te dou meu coração

Da laranja, quero um gomo
Do limão, quero um pedaço
Da morena mais bonita
Quero um beijo e um abraço



“Atirei o pau no gato”


Com as mãos dadas, formando uma roda, todos os participantes iniciam cantando e rodando em uma direção. Assim que a música diz “Miau”, todos se abaixam e começam a rodar na outra direção. Leia a letra a seguir:


Atirei o pau no gato tô
Mas o gato tô
Não morreu reu reu
Dona Chica cá
Admirou-se se
Do berro, do berro que o gato deu
Miau


Confira um vídeo com 50 cirandas para brincar:



Jogos clássicos


Fonte: Lingo Kids

Brincadeiras tradicionais fazem as crianças criarem conexão com o mundo social. Aprender, por exemplo, a partilhar, o trabalho em equipe, a perder, ganhar e a ter respeito pelos colegas.


  • Enquanto isso, confira Pote da calma — tudo sobre o brinquedo que acalma crianças

Amarelinha


O desenho da amarelinha pode ser feito com giz no chão. Os participantes precisam de uma pedrinha. Então, o primeiro a jogar deve acertar a pedrinha na casa de número 1.

Assim, a criança começa pulando na casa de número 2. Só é permitido colocar um pé em cada casa. Dessa forma, quando há um número do lado do outro, podem ser postos os dois pés no chão.

Ao chegar no céu, o participante retorna, pulando novamente. A pedrinha deve ser pega sempre na volta, a partir da casa anterior em que ela estiver.

Perde a vez quem: jogar a pedra fora da casa, não conseguir pegar a pedra na volta e pisar na linha do jogo ou onde está a pedrinha.


Pular corda


Os papais seguram nas extremidades da corda e rodam, pois têm mais facilidade. Assim, as crianças podem pular no controle dos adultos. Existem várias brincadeiras superdivertidas, como “Pula num pé só” e “Foguinho”, que é quando a corda roda com mais velocidade e o jogador tem de pulá-la mais rápido.



Bolas de gude


Os papais provavelmente manjam de brincadeiras com bolas de gude. São diversas: três covinhas, meia-lua, biribinha…

Contudo, é muito importante ressaltar o cuidado necessário com as crianças muito pequenas.


Balança caixão


As crianças devem definir um rei e um servo. O rei deve ficar sentado. Enquanto isso, o servo abaixado e tapando os olhos em seus joelhos.

Em uma fila formada atrás do servo, as crianças recitam: “Balança, caixão. Balança, você. Dá um tapa nas costas e vai se esconder”. Assim, o último da fila da um tapa nas costas de quem estiver a sua frente e sai para se esconder. A canção se repete até todas os participantes estiverem escondidos.

Dessa forma, o servo sai à procura dos colegas. Ganha aquele que for pego por último. Para recomeçar a brincadeira, as crianças definem novamente um rei e um servo.


  • Logo após, veja Halloween em casa — faça você mesmo o melhor Dia das Bruxas para a criançada

Iô-iô


Para jogar iô-iô, tem de ter uma certa habilidade. Existem diversas manobras que seus filhos podem aprender. Assista no vídeo abaixo:



Esconde-esconde


Quem nunca brincou de esconde-esconde? Essa é uma ótima brincadeira para fazer com os pequenos no Dia das Crianças.


  • Leia também Quarto infantil — aprenda a reunir funcionalidade e beleza na decoração

Estátua


“Mão na cabeça, mão na cintura…”, a canção da Xuxa a gente nunca esquece! Sem dúvida, essa música vai animar muito o dia com os pequenos.


Corrida de saco


Essa é uma competição em que os participantes devem vestir um saco nas pernas. Eles devem pular até a chegada final. Ganha aquele que ultrapassá-la primeiro.

Outras duas brincadeiras tradicionais que você pode fazer no Dia das Crianças com os filhos é: cabra-cega e pega-pega.


  • Enquanto isso, leia mais: Estilo Titi — Os looks mais estilosos da filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank — Moda infantil

Brincadeiras competitivas e com papel e lápis para fazer no Dia das Crianças


Fonte: Freepik

São várias os desafios infantis para fazer com os filhos usando apenas papel e lápis. No entanto, algumas exigem que eles saibam ler e escrever.

Confira os exemplos abaixo:

  • Forca;
  • Adedonha;
  • Stop;
  • Jogo da velha;
  • Continue o desenho.

Outras brincadeiras competitivas também podem alegrar o dia dos pequenos. Bete, queimada e vôlei são alguns jogos clássicos.

Por fim, aproveite para inserir algumas dessas brincadeiras no cotidiano do seu filho. Além dos benefícios, elas irão trazer lembranças incríveis para eles. Pode apostar! Continue acompanhando mais em Datas Comemorativas.


Laila Lopes: Laila Lopes é mineira com apenas 22 anos. Há dois mora no Rio de Janeiro, para desbravar novos caminhos. No vai e vem de cidades, resolveu crescer como redatora, função que administra com amor e carinho de onde estiver, com técnicas de SEO e artigos otimizados. Contato: laila-lopes@live.com
Posts Relacionados