Duas imagens: Tadeu Schmidt anotando em sua ficha no palco do BBB. E o robô, mascote do BBB em frente aos dólares.

BBB 23 – Globo muda regra do “Paredão” e “sobrevivente” poderá ganhar mais dinheiro

Com o Brasil ainda se recuperando de uma crise pós-pandêmica, a Globo seguirá com o mesmo valor de prêmio no BBB 23, mas dará um bônus

Compartilhe

Um novo ano se aproxima e com ele mais uma edição do Big Brother Brasil. A vigésima terceira temporada do maior reality do Brasil já está no forno da Globo. E ao que tudo indica, o BBB 23 virá com algumas novidades.

Além de mudanças na estrutura da casa, a Globo quer dar também um upgrade no prêmio do vencedor. Esse tal aumento não será um ajuste direto na quantia do prêmio do BBB 23, que continua de R$ 1,5 milhão.

Mas, segundo informações do “Notícias da TV”, cada emparedado que permanecer na casa receberá uma quantia “depositada” numa espécie de poupança do BBB.

Vem entender melhor essa dinâmica.

Globo aumenta prêmio do vencedor do BBB 23

Arthur Aguiar comemora sua vitória no BBB 22.
Desde 2010, os vencedores do BBB recebem o prêmio de R$ 1,5 milhão. Fonte: Globo

Um bom participante do Big Brother Brasil sai do reality fazendo muita publicidade, eventos e até outros realities. Dessa forma, mesmo ele não ganhando o prêmio ele pode faturar uma boa grana apenas pela visibilidade que a Globo lhe proporcionou.

Esse é o principal argumento que a Globo usa para falar sobre os benefícios de participar do BBB. Mas há quem diga que já passou da hora da Globo aumentar o prêmio do maior reality show do Brasil.

A última vez que o canal dos Marinhos reajustou o valor para o vencedor do Big Brother foi em 2010. Dessa forma, a quantia saltou de R$ 1 milhão para R$ 1,5 milhão. De acordo com um estudo feito pelo site, “Warren Magazine”, o prêmio do BBB 23 já deveria estar em R$ 3 milhões. Isso para superar a inflação do país.

Todavia, diante de um cenário pós-pandemia, e com o Brasil ainda saindo de uma grave recessão, a Globo não vai mexer no prêmio de R$ 1,5 milhão, agora.

Mas Boninho, e sua equipe tiveram uma ideia para dar uma “turbinada” no prêmio d vencedor do BBB 23.

“Teremos uma premiação dinâmica que potencializa os tradicionais R$ 1,5 milhão. Se por um lado um sonho é interrompido pela eliminação, por outro, quem sobrevive ao paredão pode ganhar ainda mais dinheiro. Uma marca patrocinadora é a responsável por toda essa dinâmica, que será customizada e desenhada pela direção artística de acordo com briefing e estratégia do cotista”– diz o plano comercial do BBB 23 divulgado pelo Notícias da TV.

Mais novidades do BBB 23

Tadeu Schmidt e o logo da Globo.
Tadeu Schmidt será o apresentador do BBB 23. Fonte: Instagram

De acordo com a novidade dessa nova dinâmica, o participante do BBB 23 perderá essa poupança assim que ele foi eliminado do programa. Ou seja, o único que ganhará esse acumulado será o vencedor da temporada. Ou quem sabe, os finalistas. Isso ainda terá alguns ajustes.

Por falar em finalistas, assim como o prêmio principal, o segundo e o terceiro lugar do BBB 23 continuarão com os mesmos valores de premiação. R$ 150 mil e R$ 50 mil, respectivamente.

A marca que desejar patrocinar essa “Poupança BBB”, terá que desembolsar R$ 31,2 milhões -fora os custos de produção, que também são arcados pelo anunciante.

Por fim, a Globo já anunciou que o BBB 23 começará no dia 16 de janeiro e sua final será no dia 25 de abril. Ou seja, ele iniciará numa segunda-feira e terminará numa terça-feira.

Mais uma vez a casa será divida entre camarote e pipoca misturando assim, famosos e anônimos. De acordo com as informações do Observatório da TV, Wanessa Camargo é um dos nomes cotados para integrar o time dos “conhecidos” pelo público.

  • Logo depois, nos siga no Google News e acompanhe as novidades de Pantanal e Ilha Record direto do seu smartphone. Basta clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no New

Enquanto isso, veja uma live promovida pela “Central Splash”, do UOL, sobre nomes para o BBB 23:

Compartilhe

Notícias em Alta

Últimas Notícias