Otimismo Pre-fall 21 – Tendências da temporada para usar já

A temporada Pre-Fall 21 internacional está recheada de otimismo. Por isso, veja aqui as principais tendências do outono para usar já!

A temporada Pre-Fall 21  está recheada de otimismo. Formas, cores, assim como narrativas positivas ilustram a positividade para o  próximo ano. As temporadas intermediárias, a princípio,  são essenciais para as grande grifes. Isso porque servem como um termômetro daquilo que será absorvido pelo público. Já para a gente, elas significam um gostinho do que vem por aí.

Normalmente, a estação traz peças mais comerciais do ready to wear. Ou seja,  peças que já podem te inspirar para já sair usando. Por isso, selecionamos as melhores tendências para você já garantir no seu  2021.

 

 

O otimismo como narrativa no Pre-Fall 21

 

Frequentemente, o outono vem associado a cores mais sóbrias e fechadas. Do mesmo modo, está ligado as roupas mais frias com pegada mais sofisticada. No entanto, algumas marcas resolveram apostar na positividade. Como consequência, esse está sendo o Pre-Fall mais alto astral que vimos em anos.

Depois de um ano tão complicado, contemplamos o futuro com incerteza e dúvidas. Nesse sentido, o posicionamento otimista é justamente esperar as melhores possibilidades. Por esse motivo,  marcas como Carolina Herrera, Oscar de la Renta, e Balmain  apostaram na positividade.

 

 

Related Post

De volta para o futuro – otimismo do passado

 

Os editoriais com otimismo Pre Fall 21 romperam  com um estilo de fotografia de estabelecido nos anos 90.  Afinal,  as imagens de revistas foram dominadas por uma atmosfera séria e um tanto quanto underground.  Muitos editorias acabavam transmitindo frieza e desesperança.

Nos últimos anos a representatividade de corpos diversos começou a quebrar o padrão do corpo magro e branco em editoriais. De forma similar, os impactos  de um ano difícil como 2020,  reformularam a forma de comunicar moda. Desse modo, o otimismo e a esperança nunca foram tão urgentes na fotografia.

Por isso, ângulos divertidos, modelos sorrindo e a simplicidade do cenário são símbolos de otimismo no Pre-Fall 21. Para complementar, há inúmeras referências as décadas que consideramos as mais alegres na moda.

 

  • Veja ainda os Looks incríveis da Balenciaga F21 que também aposta em um futuro positivo, com 50 ideias de  looks para bombar em 2021.

O estilo Boho – referência dos anos 1970

 

O estilo Boho ocupa um lugar muito especial na moda feminina brasileira. Ele reflete nossa conexão com o artesanal, o rústico e nossas próprias origens. Não é a toa que o estilo é um dos mais procurados para vestidos de ano novo .

 

Estampas Boho

O movimento hippie aderiu ao elemento em formato de gota com galhos. Atualmente, a estampa é muito associada ao estilo  Boho.

 

 

A Etro Pre-fall 21 trouxe a estampa paisley bem moderna para looks super ecléticos em sua viagem ao passado.
A versão da estampa no vestido robe longue intensificou a referência temporal. Desse modo, a marca simboliza a liberdade.

 

Listras e geometria se misturam para compor a estampa étnica da Etro Pre-fall 21. Aposte em casacos com jeans para o outono 2021.

 

Outra estampa que faz muita referência a liberdade da moda da década de 1970 são as psicodélicas. O efeito caleidoscópio traz a repetição de mandalas mais geométricas. Assim como a criada para o Pre-Fall da Ulla Johnson.  Certamente a marca optou pelo  o hit das mangas volumosas para destacar o vestido Boho Chique.

 

Vestido Boho Chique da Ulla Johnson no Pre-Fall 21.

 

A marca ainda apostou na geometria para dar movimento ao padrão floral bem delicado. A estampa é tradicional do primavera / e está bombando mais que nunca! Já para o outono Boho, a padronagem combina muito com flores mais chapadas em tons mais terrosos.

 

A estampa floral que é a cara do outono Boho.
A modelagem evasê do vestido longo com mangas sino é característica dos anos 1970. O floral da Etro tanto lembra bordado, quanto nossas chitas

 

Tricô – o artesanato do Boho

 

Tanto quanto as estampas, o artesanato  nos faz voltar as origens e ao fazer manual. Logo, o vestido de tricô, também da Ulla Johnson, é totalmente Boho. A escolha pela modelagem justa valoriza o caimento do material. Além disso, parece abraçar o corpo. Ao mesmo tempo, dá a sensação de liberdade.

Destacamos ainda que o Tricô é a grande tendência do Inverno 21. Vem sofisticado e comfy, conquistando assim,  seu lugar no mundo fashion e prometendo ser destaque no Inverno 21.

 

Ulla Johnson Pre-fall 21

Otimismo Pre-fall 21 – volume e movimento

 

Assim como estampa e artesanato, os materiais fluídos, que geram muito movimento as peças, fazem parte do estilo Boho. Bem como babados que geram volumes rústicos.

 

Os babados assimétricos são grande aposta para vestido bem leves e inovadores.
A saia com camadas de flores adiciona movimento, volume e complexidade ao vestido.
As camadas ficam impactantes com vestidos longos. Para finalizar, combine com botas.

De forma análoga, a fluidez traz movimento para o  estilo Boho . Carolina Herrera apostou no vestido de camadas que chamou atenção nas últimas temporadas. No entanto, os recostes horizontais são irregulares, criando a shape triangular. Por ser super fluido, a forma vai se modificando conforme a modelo anda.

 

Carolina Herrera Pre-Fall 21 – vestido transparência recortes
Vestido com camada longo bem breeze vai do verão ao outono com amarelo vibrante.

 

As mangas bufantes traduzem simbologias do nosso tempo, incorporando força feminina aos looks. Dessa forma,  estarão presentes em diferentes coleções e temas. Mesmo assim, sua ligação com o estilo Boho é quase imediata. Isso porque o volume dialoga com as mangas de 1970.

 

A manga bufante complementou o estilo boho do look Oscar de La Renta.

Otimismo Pre-fall 21 – Franjas

 

As franjas passaram um tempo longe dos holofotes fashionistas. Porém, seus dias de glória estão próximos. Isso porque estão crescendo no street style por causa de e saias. Da mesma forma, marcas com o estilo mais moderno estão apostando no Boho. Como esse elemento está totalmente inserido no estilo, nada mais justo que dar acabamento a peças variadas. Foi o caso do Oscar de La Renta com sua túnica de franjas.

 

Túnica Oscar de La renta com franjas

 

 

Franjas com tricô e couro são ótimas para meia estação.
com maxi franjas no street sytle.

 

Otimismo Pre-fall 21 – Back to 80’s

 

A juventude livre e rebelde ocupava a moda com volumes e muita referência a cultura pop.

 

Registros fotográficos – viajando em memórias

 

 

Editorial Dior Pre-Fall 21
A nostalgia do que está por vir registrada no editorial da Dior Pre Fall 21.

 

A Gucci lançou em novembro o seu primeiro Gucci Fest. Isso porque saiu das semanas de moda esse ano. Dessa forma, sua estratégia era construir um universo da marca através de uma mini série. Com isso, sua coleção se transformou em figurino. Por outro lado, o registro em fotos de polaroid de cada look foi o que mais gerou visibilidade para o festival. Por causa do filtros sépia, as fotos também se inundam com a vibe vintage.

 

Gucci Fest – Polaroid

Cores vibrantes

 

Outro ponto que se destaca na moda dos são as cores vibrantes. Bem como composições análogas e complementares dos tons. As coleções de outono raramente vem com cores de impacto. Por isso, Oscar de La Renta e Carolina Herrera se destacam na temporada.

As cores com maior saturação são muito estimulantes. O resultado é contagiar todos em volta. Por isso, a cartela das duas marcas reflete muito bem a positividade e otimismo do Pre-fall 21.

 

Vestido vermelho com laço Carolina Herrera Pre-Fall 21
O amarelo traz esperança e vida. Por esse motivo é uma das cores do ano PANTONE 2021.
O contraste entre cores também é marcante na coleção Oscar de La Renta Pre -fall 21.
O azul transmite tranquilidade. No entanto, a opção vibrante de Carolina Herrera trouxe positividade.

Shapes dos anos 80 – otimismo do Pre-fall 21

 

O Pre-fall 21 só reafirmou o que já havia sido prometido nas semanas de moda 2021: a silhueta anos 80 voltou com tudo. Por exemplo,  blazers com ombreiras  se misturam com materiais sofisticados. Portanto, o formato mais estruturado parece ser a armadura otimista que a moda buscou para sobreviver a pandemia.

A vibe eclética traz materiais macios como o tricô e plumas. Do mesmo modo, de brilhos dos mais delicados aos incríveis finalizam visuais. Não apenas inspirada nas roupas de  academia e de trabalho da época, mas também em diversas celebridades, peças icônicas viraram símbolo  da época.

 

Laise colorido super estruturado em vestido com ombreiras e plumas da Balmain.

 

Apostamos aqui no Fashion Bubbles que as ombreiras permaneceriam fortes para 2021 / 2022. Saiba o porquê, assim como seu simbolismo em Especial Ombreiras – História, significado e tendências.

 

 

Blazer tom pastel com maxi ombreiras da Balmain é super anos 80.

 

 

O vestido acetinado azul furta cor traz a vibe disco dos anos 80 para um look vibrante da Balmain.
A Moschino incorporou a oncinha a modelagens inspiradas nos anos 80.

 

 

Carolina Herrera Pre-fall 21 com camisa e decote babado.
Street style- top decote babado com bermuda é ideal para look urbano sofisticado

 

O otimismo dos anos 80 no animal print

 

Looks animal print também trazem muito a atmosfera da época.  Eles estavam associados a uma moda e, como resultado, conquistaram a década. No entanto, é importante prestar atenção no material que você está comprando. Muitas marcas já estão adotando couro fake para substituir os de origem animal. Mesmo assim, muitos veganos ainda se sentem desconfortáveis só de ver a estampa característica dos pelos.

 

Bolsa Dior Pre-fall 21
Look full oncinha com sapatilha, vestido longo e turbante.
A oncinha na versão street style é bem eclética. Uma vez que é a conexão entre os 80’s e a moda atual.
A estampa de oncinha ainda aparece no estilo Boho da Etro. Consequentemente, o otimismo do passado é transmitido.
Street style – vestido alcinha de oncinha fica super urbano com tênis

 

Poá – a estampa mais positiva

 

A estampa de zebra está tão presente quanto as apostas na oncinha. Isso porque a febre do Tie-dye trouxe listras mais fluídas o que provavelmente gerou grande aceitação desse animal print.
Carolina Herrera apostou no mix de estampas do poá com a zebra, trazendo uma vibe anos 80 para o look clássico.

 

O vestido laço evasê é a verdadeira viagem no tempo. Isso porque a modelagem remete aos anos 1960, mas o maxi poá traz a vibração dos aos 80.
Oscar de La Renta renovou o poá com aplicações felpudas e multicoloridas. Isso fez com que o look ganhasse textura

 

 

Julia H Mattos: Julia H Mattos é Designer e estudante de moda, atuando com criação e desenvolvimento de produtos e joias artesanais com ênfase em coleções cápsulas sustentáveis. Prática com pesquisa de mercado e tendências, negociação e administração de fornecedores, planejamento de coleção, processo criativo, confecção, modelagem e ourivesaria. É apaixonada pelos processos criativos e por pesquisa de comportamento do consumidor presentes na moda com a principal motivação de levar narrativas conscientes e significado para a vida das pessoas, explorando ao máximo o espaço do vestuário na nossa cultura.
Posts Relacionados