Presente Virtual do Robson para Alessandra

- Continue depois da Publicidade -

Ilustração dos imperadores no descobrimento da seda

A SEDA

Quando li a matéria da Alessandra Gimenez sobre as tendências de tecidos para a próxima estação, escrita com maestria, me lembrei de que ontem eu estava em uma biblioteca passando entre milhares de livros.

Naquele momento percebi do tamanho do conhecimento humano, do quanto temos informações acessíveis em livros, revistas, televisão e na internet. Vi coisas que nunca vou chegar a saber. A informação está cada vez mais disponível, mas não sabemos como transformá-la em conhecimento. Se você digitar a palavra “tecido” no Google (eu acabei de fazer isso), aparecem 575.000 referências! Se digitar seda aparecem são 908.000! Como descobrir a encontrar que realmente precisamos?

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

São pessoas como a Alessandra que usam o seu conhecimento para “traduzir” as informações e distribuem pela net, que fazem a nossa vida mais fácil e ajudam a melhorar o meio em que vivemos.

Isso fez com que eu escolhesse o tema de hoje. Se a tendência aponta tanto para o uso da seda, vou falar um pouco sobre o que é a seda, já que esse é um dos tecidos mais imitados no mundo, seja com fibras sintéticas como poliamida e poliéster ou seja com fibras artificiais como a viscose, mas que não terão jamais o glamour que tem a seda.

- Continue depois da Publicidade -

Veja o artigo dedicado a Alessandra Gimenez aqui.

Por Robson Ferreira

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes