São Paulo Fashion Week 2021: os destaques do segundo dia de desfiles

Á La Garçonne, Ronaldo Fraga, Lily Sarti e outros. Confira tudo o que rolou no segundo dia da edição N52 da São Paulo Fashion Week!

Com apresentações híbridas, o segundo dia de desfiles da São Paulo Fashion Week 2021 trouxe marcas já consagradas. É o caso de À La Garçonne e estreantes como a Mnisis, por exemplo.

Assim, peças sustentáveis, o escapismo e a alegria com a volta das atividades marcaram as peças das coleções da maioria das marcas.

Além disso, peças genderless também tiveram um grande destaque nos desfiles. Afinal, cada vez mais a deseja romper barreiras de gênero. Saiba mais!

1. São Paulo Fashion Week 2021: Ronaldo Fraga

O Ronaldo Fraga  foi quem abriu o segundo dia de desfiles da Semana de Moda de São Paulo.  Em formato digital, a marca apresentou um curta-metragem, “Entre tramas e beijos”. O filme, então, falava sobre a importância das tramas na indústria da moda.

O longa, rodado em Santa Catarina, teve como pilar a diversidade. O estilista trouxe para a coleção uma visão otimista e includente.

Dessa forma, representou toda a variedade de crenças e identidades de gênero. De acordo com o próprio Ronaldo, a coleção é para todas, todos e todes.

 

  • Logo depois, leia SPFW 2021: tudo o que rolou no primeiro dia de desfiles!

 

Fonte: Instagram

2. À La Garçonne

 

Related Post

Sob direção criativa de Fábio Souza  e estilo de Alexandre Herchcovitch, a marca fez sua segunda apresentação do ano.

Outro destaque da coleção foi a preocupação da label com o meio ambiente. Isso porque a marca apostou no upcycling, usando peças francesas da década de 1920.

Ao mesmo tempo, em parceria com a Epson do Brasil, a grife utilizou um método inovador na produção das estampas. Desse modo, não foi usada água na confecção das peças.

 

 

Fonte: Instagram

3. Anacê

 

A Anacê, sob direção criativa de Cecília Gromann e Ana Clara Watanabe, trouxe roupas sensuais que expressam nossa ânsia pelo contato físico pós-vacina.

As trouxeram peças justas, recortadas, assim como roupas em tricô que homens e mulheres podem usar.

 

 

Fonte: Instagram

 

4. São Paulo Fashion Week 2021: Modem Studio

 

Nesta temporada, o diretor criativo André Boffano focou no público masculino da label. Por isso, trouxe para as passarelas  peças genderless e atemporais.

No entanto, a feminilidade também esteve presente na coleção por meio de cintura marcada e comprimentos mídi.

 

 

Fonte: Instagram

5. Lily Sarti

 

A marca Lili Sarti, que comemora 15 anos, fechou o segundo dia de apresentações com uma coleção atemporal e descomplicada.  A designer teve como inspiração as pinturas rupestres, que vieram expressas em tons terrosos e bordados.

Sem dúvida, o ápice do desfile foram as presenças de Isabela Fiorentino, Mônica Martelli e a influenciadora Thai. As modelos arrancaram aplausos e gritos do público.

 

Fonte: Instagram

 

Fonte: Instagram

 

  • Enquanto isso, aproveite e nos siga no Google News para saber tudo sobre Moda, Beleza, Famosos, Décor e muito mais. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News

 

Karina Faria: Carioca, escritora, digital content creator, viajante. Especialista em SEO. Apaixonada por viajar e produzir conteúdo. Escreve sobre moda, beleza e viagens desde 2018.
Posts Relacionados