A Moda Infantil do Século XX: a evolução do setor ao longo das décadas – Parte 2/2

De um estilo muito formal e limitado a um mundo de cores e modelos mais descontraído, conheça a evolução da moda infantil ao longo do século XX.

  • 107
    Shares

- Continue depois da Publicidade -

Até o século XIX a moda infantil foi basicamente uma versão em miniatura da roupa dos adultos. Entretanto, a partir de meados do século XVIII surgiram outros estilos, que então valorizavam a mobilidade e inocência das crianças. Conheça a seguir os diferentes estilos da moda infantil do século XX.

 

 

Foto de dois meninos entregadores de jornal no final do século XIX.
Foto de dois meninos entregadores de jornal. 1899. Crédito: Coleção Gilberto Ferrez. Fonte: Instituto Moreira Salles / Brasiliana fotográfica.

 

A Moda Infantil na viragem do século

 

Devemos ter uma coisa em consideração quando falamos da moda: ao longo dos séculos, a condição social da família tinha influência na possibilidade ou não de aderir a certo estilo. Assim, em regra as tendências de estilo no passado estavam reservadas às classes mais abastadas.

- Continue depois da Publicidade -

Todavia, o armário de toda a família foi adaptado com as mudanças na sociedade ao longo do século XX. Como resultado, ele se tornou cada vez mais democrático.

 

De um estilo unisex para a divisão entre gêneros

 

- Continue depois da Publicidade -

Ainda no princípio do século XX, os meninos usavam vestidos até por volta dos 5 anos. Com efeito, algumas famílias mantiveram esse costume até a década de 1940. Contudo, o uso de shorts e calças curtas pelos meninos já se havia difundido nessa época.

Para as meninas, demoraria muito mais tempo para que o estilo fosse bem aceito pela sociedade. Por certo, essa restrição também afetava as mulheres adultas. Afinal, o uso de calças pelo público feminino apenas se tornou comum na segunda metade do século.

 

  • Aproveite para conhecer a História do terninho feminino: um clássico da moda que é sinônimo de ousadia. Além disso saiba tudo sobre As Sufragistas:  grupo que revolucionou o mundo ao alcançar o direito ao voto feminino e foi precursor do movimento feminista.

 

- Continue depois da Publicidade -

Dom Pedro II, Imperador do Brasil, e a família imperial.
Dom Pedro II, Imperador do Brasil, e a família imperial. 1889. Crédito: Otto Hees. Fonte: Wikimedia commons.

 

A partir de então, os meninos passavam a usar calças cada vez mais cedo, até ao ponto de já não usarem nenhum tipo de vestido. Além disso, a imagem de que os meninos deveriam usar trajes ´mais masculinos` vinha tomando força desde o final do século XIX.

Dessa maneira, a tendência de marcar o sexo do bebê por meio da roupa se consolidava de vez. Em outras palavras, a roupa infantil no século XX passava a ser separada pelo sexo. Logo em 1920 a polarização das cores entre o rosa e o azul passou a ser disseminada – ainda que demorasse muito mais tempo que a ideia se enraizasse.

 

Moda infantil do século XX: os primeiros 50 anos

Grupo de crianças alemãs da dinastia de Württenberg, os meninos com roupa da marinheiro.
Grupo de crianças alemãs da dinastia de Württenberg, 1903. Crédito: Hermann Brandseph / Austrian National Library. Fonte: Wikimedia commons.

 

Anos 10 e 20

 

O traje em  estilo marinheiro foi o mais popular entre o final do século XIX até o início do XX. Essa roupa foi inspirada pela Rainha Vitória da Inglaterra, que havia vestido um dos seus filhos com um uniforme similar ao da marinha britânica. O modelo então se difundiu para muitos países.

 

A princesa Isabel e Gastão com seus netos em roupa estilo marinheiro, seu filho Luís e a nora Maria Pia, em 1913.
A princesa Isabel e Gastão com seus netos, seu filho Luís e a nora Maria Pia, em 1913. Fonte: Wikiwand.

 

 

O chapéu deixou de ser usado pelas meninas, que passaram a preferir as fitas no cabelo. Além disso, as meias-calças eram então substituídas por meias mais curtas, com babados e padrões delicados.

Com a explosão da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), o uso de uniformes em geral se popularizou entre as crianças.

 

Crianças da família Dickinson vestidas com uniformes do exército, marinha e enfermeira da Primeira Guerra Mundial.
Crianças da família Dickinson vestidas com uniformes do exército, marinha e enfermeira da Primeira Guerra Mundial. 1916. Crédito: David Knights-Whittome. Fonte: Wikimedia commons.

 

Além desses trajes, o uniforme escolar e o macacão faziam parte do guarda-roupa de muitas crianças do período.

 

Grupo de crianças em Londres sendo guiadas por um policial, em 1920.
Grupo de crianças em Londres sendo guiadas por um policial, em 1920. Fonte: UK Photo And Social History Archive.

 

Anos 30 e 40

 

A tendência de vestir os meninos pequenos com vestidos perdeu força à medida que a produção de roupas em massa oferecia opções mais apropriadas para crianças. Na década de 1920, a maioria dos meninos  e algumas meninas passaram a usar um estilo que favorecia o movimento.

Dessa forma, logo na década de 30 a roupa de marinheiro começou a cair em desuso. Desde então,  surgiu no mundo uma variedade cada vez maior de estilos.

 

Um casal de irmãos vestido com um exemplo da moda infantil no início do século XX.
Um casal de irmãos, em 1930. Fonte: UK Photo And Social History Archive.

 

Ao longo do século XX, alguns trajes até então considerados masculinos foram adaptados para as meninas e mulheres. A partir dos anos 40, meninas de todas as idades já usavam calças do ambiente doméstico ou em eventos mais casuais. Contudo, elas ainda tinham que usar vestidos e saias na escola, igreja, festas e até mesmo para sair às compras.

 

Crianças na fila para um exame de saúde em uma escola, por volta dos anos 40.
Crianças na fila para um exame de saúde em uma escola, por volta dos anos 40. Fonte: State Library of Louisiana Historic Photograph Collection.

 

Você também pode gostar!

Assim, a aceitação pela sociedade de que as meninas pudessem usar um macacão ou calças era simultânea mudança no estilo de vida e armário das mulheres.

 

Moda infantil do século XX: os primeiros 50 anos

 

Anos 50 e 60

Com o crescimento da indústria da moda na década de 60, surgiram muito mais marcas e estilos. Assim, a roupa infantil se tornou cada vez mais confortável e colorida. Além disso, as crianças passaram a poder escolher os modelos a partir do seu gosto.

 

Grupo de crianças no anos 50 vestidas com a moda infantil da metade do século XX.
Grupo de crianças no anos 50. Fonte: UK Photo And Social History Archive.

 

O algodão branco em uma variedade de padrões e tecelagens foi a escolha mais popular para a roupa infantil tanto no século XIX como no início do XX. Este tecido era visto pelas mulheres como prático , já que podia suportar as técnicas agressivas de lavagem da época.

Entretanto, logo nos anos 60 a moda infantil passou a aderir aos últimos avanços na tecnologia de fibras e tecidos. Afinal, nessa época surgiram as fibras sintéticas como o nylon, o poliéster e o spandex.

Esses materiais foram adotados com entusiasmo por seu conforto e fácil manutenção. Além disso, a tecnologia no tingimento de tecidos permitiu a lavagem frequente sem causar o desbotamento ou qualquer tipo de trabalho adicional.

 

Foto de uma revista com a moda infantil para meninas dos anos 60.
Foto de uma revista com a moda para meninas dos anos 60. Crédito: Pili Gracia Burriel. Fonte: Pinterest.

 

Anos 70 e 80

 

Fotos dos anos 70 de um grupo de crianças ao redor de Bill Cosby a segurar uma placa da Vila Sésamo.
Fotos de um grupo de crianças ao redor de Bill Cosby a segurar uma placa da Vila Sésamo. Anos 70. Fonte: Super70sSports no Twitter.

 

Por volta de 1970, as calças passaram de vez a ser parte do vestuário diário de meninas e mulheres.  Desde então, as meninas podem usar calças em quase todas as situações sociais.

 

Foto de uma revista com a moda infantil para meninas nos anos 70.
Foto de uma revista com a moda infantil para meninas nos anos 70. Fonte: Tatileine Vintage.

 

Vários estilos de calças, como o jeans azul, são essencialmente unisex no design e no corte. Todavia,  muitos outros modelos são mais femininos por causa do corte, decoração ou cor.

 

 

Foto da personagem Punky Brewster nos anos 80.
Foto da personagem Punky Brewster, temporada 2. Crédito: Gary Null / NBCU Photo Bank. Fonte: Getty Images.

 

De qualquer forma, a tendência de expressar uma maior liberdade por meio da roupa ganhou mesmo o mundo na década de 80. Brilhos, cores fortes, roupas despojadas e super informais. Quem não tem uma imagem vibrante do que era o estilo dessa época?

 

Foto da capa do LP ´Barato Bom é da Barata` da Turma do Balão Mágico, de 1985.
Foto da capa do LP ´Barato Bom é da Barata` da Turma do Balão Mágico, de 1985. Fonte: Discoteca Pública.

 

Sem dúvida, os programas de televisão, as séries, os filmes e os grupos de música foram uma grande influência para o novo estilo. Por fim, o mundo em cores se distanciava de vez do passado.

 

Anos 90

 

Foto de uma propaganda com meninos vestindo a moda infantil dos anos 90.
Foto de uma propaganda com meninos nos anos 90. Fonte: Tumblr.

 

Consequentemente, a roupa mais formal e de alfaiataria foi deixada pelos apenas para eventos específicos.

Seja como for, o jeans ganhou completamente o mercado infanto-juvenil na década de 90. Sendo usado em calças, jaquetas, vestidos e até em roupa para bebês, esse era o material mais versátil, informal e estiloso da época.

Bom, não há dúvidas de que o jeans segue imperando no mercado, desde a moda infantil até à adulta.

 

Foto das gêmeas Olsen vestindo macacões jeans no filme ´As Namoradas do Papai`, de 1995.
Foto das gêmeas Olsen no filme ´As Namoradas do Papai`, de 1995. Fonte: Pinterest / Buzzfeed.

 

A História da Moda Infantil em transformação

 

Está mais do que claro que a moda não é apenas um detalhe. Afinal, a roupa serve como uma forma de expressão da personalidade individual tanto para adultos como crianças. Além disso, ela apresenta um verdadeiro retrato de cada época.

Nesse sentido, a moda infantil do século XX foi inspirada pelos avanços vividos pela sociedade em cada década. Comparado com os séculos anteriores, a mudança no estilo da roupa das crianças foi gritante. De um estilo muito formal e limitado no início do século, o setor viu surgir padrões, cores e estilos mais despojados dos anos 60 aos 90.

Atualmente, ainda que seja uma tendência reproduzir uma versão em miniatura da roupa dos pais, a moda infantil segue sendo em essência chamativa, descontraída e colorida.

 

Por Mariana Boscariol.

  • 107
    Shares

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes