Robô de IA segurando mundo com lugares turisticos

Como a inteligência artificial pode ser usada para viagens?

IA promete planejar viagens únicas baseando-se nas preferências individuais, comportamentos de consumo e tendências de mercado do viajante

Compartilhe

Com a chegada das férias de julho, o setor de turismo no Brasil se prepara para um aumento significativo na demanda. Dados da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) indicam que o período de recesso escolar é um dos mais movimentados do ano, representando cerca de 25% do volume anual de viagens no país. Em meio a esse cenário, a inteligência artificial se destaca como uma aliada essencial para otimizar as viagens.

Sem dúvida, a IA já está remodelando a forma como as viagens são planejadas. Ferramentas como algoritmos de recomendação de destinos, hospedagens, voos e atrações, além de sistemas inteligentes de gerenciamento de itinerários, estão se tornando uma tendência na indústria. Plataformas globais já utilizam essa tecnologia para analisar avaliações e sugerir atividades personalizadas com base no comportamento de navegação dos usuários.

Por que usar inteligência artificial para viagens?

Tradicionalmente, planejar uma viagem envolve longas horas de pesquisa, comparações de preços e tentativa de encaixar todas as atividades desejadas em um cronograma limitado. Hoje, a IA promete simplificar esse processo, proporcionando experiências personalizadas e otimizadas.

Mão de robô e de humano em direção a um mundo
Fonte: Canva
  • Ao mesmo tempo, leia Roteiro Espanha: se prepare para descobrir as belezas desse país

Ferramentas inteligentes podem analisar preferências individuais, comportamentos de consumo e tendências de mercado para criar recomendações sob medida, garantindo que cada viagem seja única e memorável.

O que é a inteligência artificial de viagens Wizzi?

Em meio a esse cenário, a tecnologia se destaca como uma aliada essencial para otimizar a experiência dos viajantes, e a IA emerge como um dos principais motores dessa transformação. A inteligência artificial já está remodelando a forma como as viagens são planejadas.

Mundo com pontos turisticos e avião
Fonte: Canva
  • Logo após, leia Roteiro Lisboa: o que você não pode deixar de visitar quando for a Portugal

Ferramentas como algoritmos de recomendação de destinos, hospedagens, voos e atrações, além de sistemas inteligentes de gerenciamento de itinerários, estão se tornando uma tendência na indústria.

Plataformas globais já utilizam essa tecnologia para analisar avaliações e sugerir atividades personalizadas com base no comportamento de navegação dos usuários.

No Brasil, a startup Wizzi se destaca como pioneira nesse campo. Fundada pelos empresários Alexandre Rodrigues e Georgia Roncon a empresa utiliza inteligência artificial para oferecer um serviço de planejamento de viagens que é ao mesmo tempo abrangente e personalizado.

  • Em seguida, leia Nova Friburgo: 10 coisas legais para fazer na cidade a apenas 2h25m do Rio
Computador com cabeça de IA olhando
Fonte: Canva
  • Logo depois, leia 123 milhas: entenda o caso e se os compradores sairão no prejuízo

Quiz do Wizzi

Através de um simples quiz, a plataforma é capaz de entender as preferências e necessidades dos viajantes, sugerindo destinos, acomodações e atividades alinhadas ao perfil e orçamento de cada usuário.

“Nosso objetivo é transformar cada viagem em uma experiência única, atendendo às expectativas individuais de cada viajante”, afirma Rodrigues.

A IA no turismo não é uma mera tendência passageira. A capacidade de fornecer recomendações precisas e personalizadas transforma o modo como os turistas planejam suas viagens. De acordo com Alexandre Rodrigues, um trabalho focado no cliente sempre será um grande diferencial.

“A personalização é a chave para oferecer uma experiência inesquecível. A IA permite que cada viagem seja tão única quanto o próprio viajante”, explica Rodrigues. 

  • Ao mesmo tempo, leia O que fazer com o pet nas férias? Dicas para quem vai viajar e tem cachorro ou gato em casa

Relacionadas

Quais os benefícios da Inteligência Artificial Wizzi no turismo?

Para o especialista, um dos principais benefícios é a capacidade de fornecer recomendações sob medida. “Nossa ferramenta, por exemplo, sugere destinos únicos que podem não estar no radar do viajante, mas que correspondem perfeitamente às suas preferências. Isso abre um leque de possibilidades e descobertas surpreendentes, permitindo que os viajantes explorem novos lugares que atendem aos seus gostos e interesses”, pontua.

Mão de robô e de humano em direção a um mundo
IA no turismo. Fonte: Canva
  • Em seguida, leia Conexão em Paris: sair do aeroporto ou não? Veja nosso roteiro e dicas

Com base em algoritmos avançados, é possível criar roteiros que maximizam a experiência de turismo, considerando fatores como tempo de deslocamento, interesses pessoais e a melhor sequência de atividades. “Isso garante que os viajantes aproveitem ao máximo seu tempo, otimizando a viagem”, relata.

O CEO acredita que outro benefício significativo é o gerenciamento de orçamento. “A tecnologia ajuda a planejar viagens dentro de um cálculo específico, oferecendo opções de custo-benefício para transporte, acomodação e atividades. Esse movimento facilita o planejamento financeiro, permitindo que os viajantes desfrutem de suas viagens sem preocupações com os gastos excessivos”, declara.

  • Logo depois, leia Suíça: conheça esse país encantador que te faz sentir em um conto de fadas

Como usar a IA para planejar uma viagem?

Segundo Alexandre, o viajante deve começar definindo suas preferências de viagem, informando detalhes como tipo de destino desejado, atividades de interesse, preferências alimentares e orçamento disponível.

“Com essas informações, a IA gera recomendações personalizadas, ajustadas para atender perfeitamente aos gostos e necessidades do viajante”, afirma.

3 janelas de avião com destinos diferentes turisticos pelo mundo
Inteligência artificial para viagens. Fonte: Canva

Após receber as recomendações, o usuário pode explorá-las e ajustá-las conforme desejar. “É possível realizar buscas adicionais, adicionar ou remover elementos do itinerário e personalizar a viagem até que esteja completamente alinhada com as expectativas do viajante. Esse nível de customização garante uma experiência de viagem verdadeiramente única”, revela.

A Inteligência Artificial representa um avanço significativo no setor de turismo, oferecendo soluções inovadoras para o planejamento de viagens. “Ao abraçar essas tecnologias, os viajantes podem aproveitar ao máximo cada momento de sua jornada”, finaliza o cofundador da Wizzi.

Conclusão

À medida que a Inteligência Artificial continua a evoluir, o potencial para inovação no turismo se expande, prometendo um futuro onde cada viagem é personalizada e adaptada às necessidades individuais dos viajantes.

As férias de julho são uma oportunidade perfeita para experimentar essas inovações e transformar cada viagem em uma experiência única.

Enfim, o Fashion Bubbles te convida a ler também O que fazer na Turquia e na Grécia para uma viagem inesquecível na nossa categoria de mundo e viagens.

Compartilhe

Newsletter

Inscreva-se em nosso newsletter e receba diretamente em seu e-mail artigos exclusivos, dicas de beleza imperdíveis e as últimas novidades dos reality shows mais badalados. Não perca a chance de estar sempre à frente, conhecendo as tendências e segredos que só os verdadeiros conhecedores do universo fashion e do glamour dos realitys têm acesso!

Não fazemos spam! Leia mais em nossa política de privacidade.


Últimas notícias