Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer e Falabella dispara: “não estava preparado”

Intérprete de personagens inesquecíveis como Mário Fofoca, Beto Rockfeller e Vavá, o ator Luis Gustavo morreu em Atibaia, interior de São Paulo. Luis enfrentava um câncer no estômago desde 2018

- Continue depois da Publicidade -

Se apaga o sorriso do ator e comediante Luis Gustavo”, diz a nota da Globo enviada à imprensa para comunicar o falecimento do artista. Luis Gustavo morre aos 87 anos. De acordo com a família, ele lutava contra um câncer no estômago desde 2018.

Seu último trabalho na TV foi uma participação em “Malhação Vidas Brasileiras” (2018). No mesmo ano, Luis Gustavo também esteve na série “Brasil a Bordo”, de Miguel Falabella.

Por causa de problemas de saúde, o ator quase não conseguiu gravar o filme “Sai de Baixo” (2019), dirigido por Cris D’amato. Contudo, fez um esforço e participou de duas diárias para voltar a dar vida ao síndico Vavá.

Afinal, Vavá foi um dos principais personagens de Luis Gustavo na TV. O ator participou de todos os episódios do sitcom nacional, que esteve na grade da Globo entre 1996 e 2002.

Vem saber mais sobre a carreira desse pioneiro da televisão brasileira.

 

Luis Gustavo era sueco

 

fotos da carreira do ator
Luis Gustavo em diversos momentos da TV. Fonte: Instagram

 

Luis Gustavo nasceu em Gotemburgo, na Suécia, em 1934. Era filho de um diplomata espanhol e de uma dona de casa, também espanhola. Chegou no Brasil ainda criança e adotou São Paulo como sua terra do coração. Como resultado, o ator virou são paulino de carteirinha. Aliás, o hino do São Paulo Futebol Clube era sua música de entrada em cena no “Sai de Baixo”.

O ator era casado com Cris Botelho. Além disso, teve dois filhos. Era pai de Luis Gustavo Vidal Blanco, fruto de seu relacionamento com Heloísa Vidal. Assim como de Jéssica Vignolli Blanco, de seu casamento com a falecida atriz Desireé Vignolli.

Ao mesmo tempo, Luis Gustavo era tio dos atores Tato Gabus Mendes e Cássio Gabus Mendes. De fato, Cássio foi um dos primeiros familiares a comunicar ao público a morte do tio. “Informo que meu querido Tatá faleceu hoje, vítima de câncer! Descanse na luz e na paz!!! Obrigado por tudo, meu amado tio”, escreveu.

 

 

Carreira de Luis Gustavo

 

ator Luis Gustavo morre aos 87 anos
Luis Gustavo tomou a vacina no começo do ano. Fonte: G1

 

Antes de ser ator, Luis Gustavo trabalhou nos bastidores do teatro e da TV. Dessa forma, foi um dos pioneiros técnicos, atuando nos primórdios da televisão no Brasil.

Ele trabalhou como contrarregra, auxiliar de iluminação e cinegrafista. Por isso, acabou participando de um teleteatro: “Mas Não se Matam Cavalos”, de Horace McCoy.

Logo depois, Luis deu continuidade em seu trabalho como ator e fez parte de diversas novelas da TV Tupi. Entre suas participações, destacam-se “Se o Mar Contasse”, que foi sua primeira trama, “O Sorriso de Helena”, “O Direito de Nascer”, “O Amor Tem Cara de Mulher” e “Estrelas no Chão”.

Você também pode gostar!

Em 1967, Luis Gustavo foi premiado como melhor ator pela APCT (Associação Paulista de Críticos de Teatro). O troféu veio por causa de seu papel na peça “Quando as Máquinas Param”, de Plínio Marcos.

 

 

Trabalhos marcantes

 

ator morre aos 87 anos
Luis Gustavo como Beto Rockfeller e Vavá, seus principais papeis na TV. Fonte: Instagram

 

Luis esteve na novela “Beto Rockfeller” (1968). Sem dúvida, foi um dos grandes marcos da teledramaturgia brasileira, escrita por Bráulio Pedroso e dirigida por Lima Duarte. “Beto” contou a história de anti-herói que se infiltrava em festas e fingia ser outra pessoa.

A trama marcou época, pois fez com que os atores e as histórias se afastassem de tons exagerados e melodramáticos. “Beto Rockfeller” trouxe para os folhetins o que os especialistas chamam de “naturalismo”. Além disso, a novela também foi inovadora por trazer, em seu papel principal, um personagem masculino.

Outro personagem que fez sucesso na TV foi Mario Fofoca, da novela “Elas por Elas” (1982). Inicialmente, Luis Gustavo participaria apenas de 5 capítulos na história. Contudo, foi tão popular entre o público que seguiu até o último capítulo. Um ano depois, logo após o fim da novela, Mario Fofoca ganhou uma série própria.

“São personagens que ficaram na história. Tem gente que me para na rua até hoje para falar de cenas do Mario Fofoca. Vi a roupa do Mario Fofoca para vender em Porto Alegre”, disse Luis Gustavo no Video Show.

 

 

Homenagem de Miguel

 

ator Luis Gustavo com Miguel Falabella
Miguel Falabella homenageou Luis Gustavo, com quem trabalhou por 10 anos no Sai de Baixo. Fonte: Reprodução/TV Globo

 

Apesar de seus papéis dramáticos, Luis Gustavo conquistou o público com seus personagens cômicos. O ator revelou em entrevista que sempre testou o tom da sua interpretação, fazendo cenas para as crianças.

 

Eu sempre me dediquei à comédia. Na comédia, as crianças são meus grandes professores: testei meus personagens com elas. Se não riam, o personagem não estava pronto. Dessa forma, não há mestre no mundo que se compare a uma aula dessas” afirmou no Memória Globo.

 

Por fim, seu amigo de vários trabalhos, Miguel Falabella, ficou emocionado ao receber a notícia da morte de Luis Gustavo. Em suas redes sociais, Falabella escreveu algumas palavras ao ator que marcou época na TV.

 

Meu amado Tatá, eu confesso que não estava preparado para me despedir de você. Sequer sonhava com esse momento, pois além de meu ídolo, você foi uma das melhores pessoas com quem tive a oportunidade de cruzar neste plano. Que linda existência! Que vida animada!” , escreveu o ator, diretor e escritor.

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes