‘Influencer’ morre ao cair de penhasco enquanto tirava uma ‘selfie’

O evento ocorreu no último fim de semana no Parque Ha Pak Lai em Hong Kong, quando a 'influencer' Sofia Cheung tentou tirar uma 'selfie' à beira de um penhasco

influencer no penhasco. Fonte: instagram

A ‘influencer’ Sofia Cheung, originária de Hong Kong, morreu no último fim de semana enquanto tentava tirar uma ‘selfie’.

Cheung, de 32 anos e quase 17 mil seguidores no Instagram, foi no último sábado com seus amigos ao parque Ha Pak Lai, perto da cidade de Yuen Long.

No final da tarde, eles foram a um penhasco Tsing Dai para tirar algumas fotos. Cheung decidiu ficar na beira da cachoeira da Montanha, mas perdeu o equilíbrio e caiu de uma altura de quatro metros.

Era comum a mulher visitar belas paisagens e montanhas para tirar fotos do alto, onde aparentemente subia sem proteção adicional.




Influencer no penhasco. Fonte: Instagram



A influencer estava com três amigas em um trecho conhecido como Pineapple Mountain, onde há uma famosa cachoeira de cinco metros de altura.

Os serviços de emergência correram para o local e a transferiram para um hospital, onde ela foi declarada morta na chegada. Assim, em sua conta do Instagram você pode ler a frase:

“A vida deve ser divertida, não estúpida.”






Seguidores da influencer enviaram condolências




A última foto que a influenciadora Sofía Cheung compartilhou no Instagram é de sexta-feira, 9 de julho; nela, a jovem aparece na praia, ao lado de uma prancha de surf.







Dias melhores ainda estão por vir. Chamam-se: sábado e domingo ”, expressou a influencer em sua última mensagem para seus pouco mais de 17 mil seguidores.

Assim, internautas que a conheciam e admiravam não hesitaram em enviar mensagens de condolências, lamentando que a influenciadora Sofía Cheung tenha morrido tão jovem.

Related Post





A selfie perfeita pode tirar vidas




De acordo com um estudo mundial realizado em 2018 por pesquisadores da Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos, 259 pessoas morreram entre 2011 e 2017 enquanto tiravam fotos em locais perigosos, como edifícios altos, picos, lagos ou no transporte.

Além disso, metade das vítimas tinha entre 20 e 29 anos e 36 por cento tinham entre 10 e 19 anos.




  • Siga o Fashion Bubbles no Google News para poder acompanhar tudo sobre famosos direto no seu smartphone. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.




Sobretudo, os autores do estudo se basearam em informações publicadas na imprensa e em buscas no Google para esse tipo de morte acidental.

Ressalta-se que foram considerados apenas os relatos em inglês e que esses casos foram diferenciados de outras mortes por smartphones, por exemplo, se uma pessoa foi eletrocutada com o telefone na banheira.

Embora nosso estudo tenha incluído o maior número de mortes e incidentes de selfie até o momento, esta é apenas a ponta do iceberg. Muitos casos não são relatados.

Além disso, o maior número de incidentes com selfies ocorreu na Índia, seguida pela Rússia , Estados Unidos e Paquistão.

Handreza Hayran: Handreza Hayran é pernambucana e adora descobrir os segredos do mundo, pois acredita na fonte inesgotável da sabedoria. Atualmente é redatora nos sites Mil Dicas de Mãe, Portal do Dog e editora do site Foco e Fama
Posts Relacionados