Fundo roxo com mão de mulher segurando uma toranja, simbolizando o pompoarismo

O que é pompoarismo e como você pode se beneficiar?

O pompoarismo é uma técnica oriental que visa fortalecer os músculos da região íntima e pode aumentar o prazer sexual!

Compartilhe

O pompoarismo é uma técnica que visa fortalecer os músculos do assoalho pélvico. Dessa forma, pode trazer benefícios tanto para a vida e desejo sexual como na saúde de modo geral.

Em seguida, conheça mais sobre sua origem e como começar a praticar.

O que é pompoarismo?

Essa é uma técnica que consiste na contração dos músculos pélvicos, que abrangem o períneo e a vagina. Em resumo, são realizados movimentos de contrair e soltar, a fim de fortalecer a região e dar mais controle sobre a musculatura.

mulher com flor branca no top preto. Por cima, ela usa uma camisa branca
Fonte: irynakhabliuk/Canva

A prática pode ser complementada com acessórios, mas para quem quer iniciar, dá para fazer exercícios de pompoarismo sem nenhum item extra. Além disso, é possível praticar de qualquer lugar, já que basta concentrar na respiração e nos músculos envolvidos.

A origem do pompoarismo

Essa técnica oriental tem como base o tantra, que abrange vários tipos de meditações e práticas de ioga.

O pompoarismo teria sua origem em uma tribo africana, mas foi na Tailândia que se aperfeiçoou. Lá, a prática era passada de mãe para filha.

No Ocidente, a ginástica íntima passou a ser utilizada para minimizar a incontinência urinária, sendo inclusive indicada por especialistas como ginecologistas e fisioterapeutas.

Quais os benefícios do pompoarismo?

Um dos principais benefícios do pompoarismo é o aumento do prazer sexual, já que é possível aplicar a técnica no momento da penetração. Assim, a mulher obtém um contato maior, ao passo que o homem tem uma maior pressão sanguínea, o que prolonga a ereção.

Outro ponto positivo dessa técnica é o tratamento da incontinência urinária, uma vez que dá maior controle sobre o assoalho pélvico e ajuda a segurar a bexiga. De igual modo, pode beneficiar as mulheres grávidas, pois a prática é capaz de:

  • Fortalecer os músculos que sustentam o útero;
  • Ajudar no movimento de expulsão para o parto natural.

A prática do pompoarismo também auxilia no controle da cólica menstrual, porque as contrações aumentam o fluxo sanguíneo na região uterina. Com isso, não se formam os coágulos que causam a sensação de dor durante o período.

Por que o pompoarismo ajuda na hora do sexo?

O principal aspecto pelo qual a técnica melhora o desempenho sexual é que a contração na região estimula a sensibilidade. Ou seja, a área fica mais irrigada, o que potencializa os orgasmos, e aumenta a lubrificação. 

casal, deitado na cama
O pompoarismo pode melhorar a satisfação sexual tanto da mulher como do homem. Fonte: Andrea Piacquadio/Pexels

A consciência corporal que o pompoarismo traz também ajuda a controlar os movimentos e, assim, retardar o momento da ejaculação. Isso também proporciona mais prazer ao parceiro, já que são vários os tipos de movimentos possíveis, como:

  • Sugar;
  • Travar;
  • Expulsar. 

Como praticar o pompoarismo?

Para começar a praticar, é possível iniciar do nível básico e depois partir para opções mais avançadas conforme evolui.

Nesse sentido, há dois modos de executar os exercícios do pompoarismo, sendo com ou sem o uso de acessórios, como se vê a seguir.

Pompoarismo com uso de acessórios

Essa opção tem um grau de dificuldade maior, por isso é ideal para aquelas mulheres que já têm a musculatura mais tonificada. Além disso, exige um pouco mais de consciência corporal, o que se adquire com algum tempo de prática. 

fundo rosa com acessórios para pompoarismo na cor pink espalhados
Fonte: Anna Shvets/Pexels

De modo simples, a função dos acessórios é estimular movimentos como o de sugar e segurar usando a força dos músculos vaginais. Para isso, os objetos mais comuns e seguros são:

  • Bolinhas tailandesas, que têm cerca de 5 centímetros de diâmetro;
  • Cones vaginais, que servem para segurar no canal  e têm pesos variados.

Pompoarismo sem uso de acessórios

A opção do pompoarismo sem acessórios é bem mais simples e pode ser feita por qualquer pessoa. Em resumo, é uma sequência em que se sincronizam a respiração com os movimentos pélvicos, na seguinte sequência:

  1. Sentada, respirar fundo algumas vezes;
  2. Contrair toda a musculatura íntima e segurar por dois segundos;
  3. Após, relaxar e dar um intervalo de oito segundos;
  4. Fazer entre 8 e 10 repetições, podendo prolongar o tempo de contração.

O ideal para começar a ver resultados é repetir os exercícios com uma frequência de pelo menos três vezes na semana, ou se possível diariamente. De acordo com a evolução, pode passar a segurar por mais tempo a musculatura contraída, acima de 10 segundos.

Vale destacar que não deve se deve contrair a musculatura do abdome, e sim do assoalho pélvico, desde a vagina até a região perianal.

Existem contraindicações para a prática do pompoarismo?

Uma das contraindicações para fazer o pompoarismo é para as mulheres que estão no primeiro trimestre da gestação. Nesse período, as contrações realizadas na área íntima podem interferir no útero e levar a um aborto.

Passado esse período, a mulher deve consultar o seu médico para ver se pode seguir com a prática. Isso porque em alguns casos, em que haja riscos de descolamento da placenta, o melhor é evitar esse tipo de exercício. 

Nas demais situações, é até recomendável a prática, ainda que sem os acessórios, pois pode auxiliar no trabalho de parto, já que ajuda no movimento de expulsão do bebê.

A importância do autocuidado íntimo

O pompoarismo é um ótimo recurso para o cuidado com a saúde da mulher, uma vez que pode prevenir e tratar diversos problemas de saúde, como:

  • Incontinência urinária;
  • Cólicas menstruais;
  • Flacidez vaginal;
  • Vaginismo.

Outro ponto vantajoso dessa técnica é que ajuda a mulher na gravidez, para dar mais sustentação ao útero, bem como, no momento do nascimento. Além disso, a recuperação no pós-parto também se torna mais rápida, graças à musculatura tonificada.

Fora isso, ainda é um grande aliado para que a mulher explore a sua sexualidade de forma plena, já que traz muitos benefícios para o desempenho sexual. Assim, é preciso tirar o tabu que recai sobre o prazer feminino e conhecer melhor o próprio corpo.

Nesse contexto, vale a pena incluir esse recurso para ter uma vida mais saudável, já que dispõe de opções acessíveis a todos os públicos. Mas, no caso de dúvidas sobre contraindicações, vale a pena consultar um médico de confiança.

Compartilhe

Notícias em Alta

Últimas Notícias