Quem é o Papai Noel – Como surgiu a tradição de Natal comemorada no ocidente

Quem é o Papai Noel   Como surgiu a tradição de Natal comemorada no ocidente

Saiba quem foi o primeiro Papai Noel e como essa figura foi transformada ao longo dos séculos no famoso “velinho de barba branca carregado de presentes”.

Para muitas pessoas, o Natal pode ser resumido a uma palavra: consumo. Claro, quem não gosta de ganhar presentes? Mas a tradição que hoje parece estar restrita à troca de bens materiais iniciou-se há muito tempo, baseada na bondade e generosidade de um homem.

Segundo a tradição cristã, que deu origem aos costumes natalinos ocidentais, quem distribuía os presentes de Natal era Nicolau. Existem diversas versões para contar sua história, mas considerando que o final do ano é marcado por aquela típica correria, e que buscamos e esperamos um pouco de encanto em meio a tanta informação, por que não conhecer a versão infantil?

O Primeiro Papai Noel: São Nicolau
Quem é o Papai Noel   Como surgiu a tradição de Natal comemorada no ocidente
São Nicolau em seu cavalo branco

Imagem Escola Waldorf Jardim das Amoras

“Era uma vez um homem muito bom, que gostava muito de crianças. Com todo carinho, dedicava-se a elas ensinando-lhes histórias que ouviam uma vez por semana quando o visitavam. Um velho servo que trabalhava na casa do anfitrião incrementava os encontros com biscoitos muito gostosos e maçãs fresquinhas.

Um dia, certa menina, muito pobre que ia sempre às reuniões não compareceu, por estar doente. Depois que todos se despediram, Nicolau preparou um saquinho com um pouco de cada guloseima e maçãs. A menina morava muito longe, por isso Nicolau foi a cavalo para chegar mais depressa. Mesmo assim, quando chegou, já estavam todos dormindo. Mas, diante da porta dos fundos, Nicolau viu os sapatos da menina e ali colocou seu presente.

Com os anos, Nicolau ficou velinho e os filhos das cranças que ouviam suas historias iam visitá-lo e cantavam canções, para que ele não se sentisse sozinho e triste.
Chegou o dia em que Deus chamou Nicolau, quando ele chegou ao Céu, olhou para baixo e viu as crianças chorando. Pediu para voltar à Terra, mas Deus lhe disse que isto não era possível. Porém, por ter sido um homem muito bom, Deus deu a Nicolau a possibilidade de, uma vez por ano, no dia 6 de dezembro, visitar a Terra e a todas as crianças.

Em suas visitas, na noite do dia 5 para o dia 6 de dezembro, traz para elas maçãs, nozes e biscoitos, e os coloca em seus sapatinhos ou diante de suas portas. E as crianças retribuem deixando uma cenoura para o cavalo branco de Nicolau, cantando canções e recitando versos.  Mas, não esqueçam que Nicolau, durante o ano todinho, olha para Terra e vê cada uma das crianças e tudo o que ela faz. Ele anota em seu grande livro de ouro as coisas boas e belas e as coisas feias também.”
História do site Escola Waldorf Jardim das Amoras

Segundo o site  Villa Borghese Empório “depois de sua morte, a Igreja nomeou Nicolau como santo e, com o início das celebrações de Natal, o velhinho de barba branca e roupas vermelhas passou a fazer parte das festividades de fim de ano”.

Antes e depois –  de São Nicolau a Papai Noel
Quem é o Papai Noel   Como surgiu a tradição de Natal comemorada no ocidente
Imagem de São Nicolau e do Papai Noel como conhecemos atualmente

Segundo o site Presente de Natal “O Papai Noel que conhecemos hoje surgiu em 1823, com o lançamento de “Uma visita de São Nicolau”, de Clement C. Moore. Em seu livro, Moore descrevia São Nicolau como “um elfo gordo e alegre”.

Quarenta anos mais tarde, Thomas Nast, um cartunista político criou uma imagem diferente do Papai Noel, que era modificada ano a ano para a capa da revista Harper’s Weekly. O Papai Noel criado por Nast era gordo e alegre, tinha barba branca e fumava um longo cachimbo. Entre 1931 e 1964, Haddon Sundblom inventava uma nova imagem do Papai Noel a cada ano para propagandas da Coca-Cola, que eram veiculadas em todo o mundo na parte de traz da revista National Geografic. E é esta a imagem do Papai Noel que conhecemos hoje.” Presente de Natal

Quem é o Papai Noel   Como surgiu a tradição de Natal comemorada no ocidente
Páginas interiores do livro “Uma visita de São Nicolau”, de Clement C. Moore
Imagem Garfadas Online

Quem é o Papai Noel   Como surgiu a tradição de Natal comemorada no ocidente
Papai Noel na visão do caricaturista Thomas Nast. Seus desenhos do bom velinho ilustraram diversas capas de revista “Harper’s Weekly”.
Imagem Lá e de Volta outra Vez

Quem é o Papai Noel   Como surgiu a tradição de Natal comemorada no ocidente
Capa da revista “Harper’s Weekly”
Imagem
Wikimedia Commons

Quem é o Papai Noel   Como surgiu a tradição de Natal comemorada no ocidente

Haddon Sundblom criou o Papai Noel para propagandas da Coca-Cola, que eram veiculadas em todo o mundo na parte de trás da revista National Geografic. Essa é a imagem do bom velinho que predomina no Ocidente.
Imagem Coca-Cola Art

E para você, quem é o Papai Noel?

Quem é o Papai Noel   Como surgiu a tradição de Natal comemorada no ocidente
Imagem Flickr

Por Maria Zelada

Para muitas pessoas, o Natal tem se resumido em uma palavra: consumo. Claro, quem não gosta de ganhar presentes? Mas a tradição que hoje parece estar restrita à troca de bens materiais iniciou-se há muito tempo, em #### baseada na bondade e generosidade de um homem.
Segundo a tradição cristã, que deu origem à tradição natalina ocidental, quem distribuía os presentes de Natal era Nicolau. Existem diversas versões para contar sua história, mas considerando que o final do ano é uma correria, e que buscamos e esperamos um pouco de encanto em meio a tanta informação, ###### a versão contada às crianças na Escola Waldorf Jardim das Amoras.
Para ler a versão histórica acesse: HHH
Para ler a versão ### acesse: HHH
“Era uma vez um homem muito bom, que gostava muito de crianças. Com todo carinho, dedicava-se a elas ensinando-lhes histórias que ouviam uma vez por semana quando o visitavam. Um velho servo que trabalhava na casa do anfitrião incrementava os encontros com biscoitos muito gostosos e maçãs fresquinhas.
Um dia, certa menina, muito pobre que ia sempre às reuniões não compareceu, por estar doente. Depois que todos se despediram, Nicolau preparou um saquinho com um pouco de cada guloseima e maçãs.
A menina morava muito longe, por isso Nicolau foi a cavalo para chegar mais depressa. Mesmo assim, quando chegou, já estavam todos dormindo. Mas, diante da porta dos fundos, Nicolau viu os sapatos da menina e ali colocou seu presente.
Com os anos, Nicolau ficou velinho e os filhos das cranças que ouviam suas historias iam visitá-lo e cantavam canções, para que ele não se sentisse sozinho e triste.
Chegou o dia em que Deus chamou Nicolau, quando ele chegou ao Céu, olhou para baixo e viu as crianças chorando. Pediu para voltar à Terra, mas Deus lhe disse que isto não era possível. Porém, por ter sido um homem muito bom, Deus deu a Nicolau a possibilidade de, uma vez por ano, no dia 6 de dezembro, visitar a Terra e a todas as crianças.
Em suas visitas, na noite do dia 5 para o dia 6 de dezembro, traz para elas maçãs, nozes e biscoitos, e os coloca em seus sapatinhos ou diante de suas portas. E as crianças retribuem deixando uma cenoura para o cavalo branco de Nicolau, cantando canções e recitando versos.
Mas, não esqueçam que Nicolau, durante o ano todinho, olha para Terra e vê cada uma das crianças e tudo o que ela faz. Ele anota em seu grande livro de ouro as coisas boas e belas e as coisas feias também.

Publicação: 5 de novembro de 2013

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
Looks masculinos com suspensórios – Charme e elegância cool

Vintage e super descolado, os suspensórios hoje fazem parte do vestuário dos homens mais estilosos e esses acessórios masculinos estão...

Fechar