Museum of Moderna Art – MoMA

Museum of Moderna Art   MoMA

Finalmente fui conhecer o novo prédio, inaugurado há dois anos (nas últimas vezes que estive em NY as filas estavam quilométricas, apesar do ingresso de $20). Realmente vale a visita. Projetado pelo arquiteto japonês YOSHIO TAMIGUCHI, com fachada em mármore negro, painéis de vidro cinza e branco, planos superpostos e muita luz entrando por clarabóias, janelões e paredes de vidro, integrando o museu com a cidade de New York, refúgio de onde se vê o perfil dos arranha céus.

Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA (Clique aqui para ver as fotos)

O prédio foi projetado em função das obras que abriga e não o contrário, mas no entanto não virou um mero coadjuvante – é mais uma obra de arte. As paredes são brancas, o pé-direito alto e há detalhes de alumínio nos umbrais. É uma delícia andar pelos andares amplos e depois parar para um café, um drinque ou uma refeição em um dos cafés, bares ou restaurantes espalhados pelo prédio.

Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA Museum of Moderna Art   MoMA (Clique aqui para ver as fotos)

Fotos, fotos!

As pessoas podem fotografar à vontade – desde que sem flash. É uma delícia!

Museum of Moderna Art   MoMA

E depois podem publicar suas fotos no The iMoMA Project.

História do Museu

Durante a louca década de 20, três importantes patronos de arte, Miss Lillie P. Bliss, Mr. Cornelius J. Sullivan, and Mr. John D. Rockefeller II, perceberam que em Nova Iorque havia carência de uma reviravolta nas políticas de conservação dos museus e no traço arquitectural destes. Assim desencadeou-se uma instituição que se dedica-se exclusivamente à arte moderna. Quando o MoMA foi , em 1929, fundado, o seu director era Alfred H. Barr. Alfred não queria somente uma instituição que mostrásse a arte moderna aos nova-iorquinos. Queria dedicar algum espaço às pessoas, novos artistas, que se dedicaram à mudança do visual artístico no seu tempo.

À abertura deste museu o público respondeu prontamente: em dez anos o MoMA tornou-se o museu mais em voga e, todos os dias, centenas de pessoas acorriam ao museu a fim de ver as «boas novas» das vanguardas. Após confirmar tanto sucesso Alfred Barr decidiu então dividir o museu em vários departamentos, os quais seriam comandados por outros directores, desta feita, especializados para o departamente. Daí apareceram os departamentos de Filmes e Vídeos, Fotografia, Pintura e Escultura, Desenhos e Imagens e livros ilustrados.

(Leia o artigo completo na Wikipedia)

Faça um visita online!

Publicação: 21 de dezembro de 2009

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
guia012-450x317
Guias Conexão Paris

O Conexão Paris é um blog super-legal feito por Maria Lina, uma brasileira que mora em Paris desde 1983. Sua...

Fechar