O Brasil é constituído por uma grande diversidade de biomas. Pensando nisso, a Suvinil lançou a coleção “Brasil em Cores”, inspirada em uma pesquisa de plantas tintoriais de cada uma das regiões e uma delas é a paleta Pantanal.

Muito famoso, especialmente pela novela da rede Globo, o Pantanal está presente na região Centro-Oeste do país, nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, especialmente.

Sendo assim, a Suvinil criou 10 tonalidades em perspectivas inéditas que resultaram em combinações que receberam os nomes das plantas que integram o bioma. São elas:

  • Alcaçuz
  • Aroreira
  • Eucalipto
  • Imburana
  • Vitória-régia

Portanto, se você quer saber mais sobre a nova paleta Pantanal, continue lendo!

Paleta Pantanal

Elementos usados na produção da paleta Pantanal.
Fonte: Divulgação Suvinil

Criada em parceira com o Ateliê Brasileiro Mattricaria, a paleta Pantanal é uma perspectiva inédita da Suvinil. Afinal, as cores são inspiradas em plantas pantaneiras e refletem características marcantes da cultura e vivência local.

Seja na dança, moda, cinema, arte, cultura ou teatro, as cores são sempre manifestações únicas e protagonistas de diferentes formas de arte.

Por isso, a paleta Pantanal foi uma forma de homenagear o Brasil com objetivo de expandir o olhar das pessoas em relação a sua origem e aumentar as possibilidades de harmonização quando o assunto são tonalidades.

“O estudo traz seis paletas de cores, divididas com base nos biomas que o Brasil apresenta. Com isso, conseguimos contar histórias regionais por meio das cores que representam cada território. E com Pantanal não foi diferente: os tons escolhidos refletem as características da região, bem como seus rios, vegetação, tonalidades, matérias-primas, texturas e cultura como um todo”, pontua Sylvia Gracia, coordenadora de marketing – Cor e Conteúdo na Suvinil.

  • Veja também Cor do Ano: Suvinil lança os tons que serão tendência

Cores da paleta

Elementos naturais.
Fonte: Divulgação Suvinil

Ao todo são 10 tons que fazem conexão entre cor, expansão artística e territórios na paleta Pantanal. Confira:

  1. Bordô
  2. Caule
  3. Favo de Mel
  4. Granito
  5. Hêna
  6. Nanquim
  7. Patativa
  8. Sândalo
  9. Terra Arada
  10. Vento Gélido

Cores da paleta Pantanal.
Fonte: Divulgação Suvinil

Todas elas foram criadas a partir de plantas tintoriais da região Centro-Oeste.

“Uma das combinações recebe o nome de Vitória-régia, planta aquática que produz a maior flor das américas e que tem forte presença no Pantanal, em razão de ser uma planície inundada”, explica a pesquisadora e entusiasta das cores Maibe Maroccolo, do Ateliê Mattricaria.

Além disso, a especialista explica que as cores Nanquim e Patativa são derivadas de pigmentos chumbo e grafite.

Por outro lado, a Eucalipto, que é uma planta mais comum nas outras regiões no país, está presente na paleta Pantanal para reforçar a biodiversidade vegetal brasileira, que é a maior do planeta.

Já a Alcaçuz é uma combinação de onde saem os doces, afinal, é possível extrair o açúcar dela. Além disso, a Aroeira é utilizada na fabricação de móveis. Por fim, a Imburana é uma planta medicinal utilizada a partir da extração de seu óleo e com um chá de sua casca.

Combinação de cores

Projeto com combinação de cores da coleção Brasil em Cores.
Fonte: Divulgação Suvinil

A equipe de especialistas da Suvinil criou algumas combinações de cores da paleta Pantanal. Por exemplo, o projeto acima assinado por Nicholas Oher e Paloma Bresolin, da OHMA, criado para uma família de mãe e filho nascidos na capital mato-grossense.

As cores utilizadas ressaltam as principais riquezas regionais: fauna, flora, barro, sol e águas.

“Poder trazer cores dessa paleta em nosso projeto foi gratificante, pois os tons dizem muito sobre os elementos do Pantanal, como o barro mais avermelhado, e rios mais escuros, que puxam para uma nuance mais cria”, detalha Nicholas.

Por isso, a cor Favo de Mel, por ser terrosa e calorosa, ganhou destaque no projeto. Por outro lado, para criar um contraste de forma equilibrada, foram usadas as cores Granito e Vento Gélido. Como resultado, elas ofereceram conforto e bem-estar aos moradores.

Entretanto, para chegar na combinação perfeita, os profissionais analisaram cuidadosamente a personalidade da mãe e do filho.

“As cores calorosas representam a mãe, que pediu para que fosse criada uma harmonia mais quente em todo o projeto, reforçando a importância da maternidade, já os tons mais frios, que permeiam entre o cinza claro e escuro, dizem sobre o filho, Conrado”, explica Nicholas.

Além disso, é importante dar atenção aos detalhes na decoração. Por exemplo, o espelho que possui formato de um caju, fruto típico do Pantanal. Ademais, o linho e os objetos de palha e barro também marcam presença.

  • Você também pode gostar Pantone 2022: saiba como usar a cor do ano na decoração

Conclusão – paleta Pantanal

A paleta Pantanal da Suvinil é uma criação que busca explorar as cores de diferentes biomas brasileiros. Afinal, ressaltar a riqueza do país é uma forma de transformação conectada ao conhecimento.

Por fim, as cores estão disponíveis por tempo ilimitado de forma que todos possam explorá-las.