Advogada de Mirella determina que Raissa pode ser expulsa de A Fazenda 12

Em caso de quebra de uma das cláusula do programa, Raissa pode pagar multa e até ser expulsa do programa.

3.113

- Continue depois da Publicidade -

Quem está acompanhando “A Fazenda 2020” vem se surpreendendo com as atitudes impulsivas de Raissa Barbosa dentro do programa. No entanto, suas explosões se dão devido a um problema de saúde, o transtorno de Borderline.

Essa síndrome é psicológica e psiquiátrica, ou seja, para controlá-la é necessário passar por tratamento com remédios, bem como uma avaliação médica. Entretanto, o maior problema por agora, persiste no contrato assinado pela peoa com a produção da Record.

Ninguém sabe da verdade, mas se Raissa não informou à produção que tinha uma doença psicológica, ela pode ser expulsa do programa, ou no mínimo corre o risco de pagar uma multa.

Peoa Raissa em A Fazenda 12.
Raissa – Fonte: Insatagram
  • Enquanto isso, confira: Vídeos íntimos de Raissa Barbosa vazam na Internet.

Esses fatos podem acontecer em decorrência da quebra de uma das cláusulas assinadas pelos participantes, que diz: “Omitir informações sobre doenças ou sintomas preexistentes que requeiram cuidados médicos. Qualquer estado de saúde incompatível com a permanência do competidor no programa devidamente atestado por um médico”.

Advogada de Mirella

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

A advogada de Mirella, Adélia Soares, veio a público apontando os lados da história: “Temos uma participante que se autodeclarou com síndrome de Boderline. Primeiramente, não sabemos se ela tem essa doença. Não sabemos porque é uma informação privativa, que só compete a ela e a própria emissora. Digamos que ela não tenha, tudo bem porque aquilo é uma estratégia de jogo dela”, iniciou.

Foto de Adélia Soares e Raissa Barbosa.
Advogada e peoa – Fonte: Reprodução

Seguidamente, Adélia revela os motivos pela qual acredita, que a peoa possa ser expulsa do programa. “Se ela realmente tem essa doença, permanecer no jogo no qual o psicológico dela está sendo tão abalado, eu penso que não seria o mais adequado. Ela precisaria estar aqui fora, em tratamento”, pontuou Adélia.

Por outro lado, a advogada de Mirella aponta os malefícios que Raissa adquire tendo Borderline e participando de um programa com pressão psicológica.

  • Enquanto isso, confira: Datena passa por cirurgia de emergência após sentir fortes dores no peito.

“…Eu acho que uma pessoa que tem essa doença não deveria estar dentro de um reality, onde a temática do jogo é uma pressão psicológica. Eu entendo que essa pessoa não deveria estar lá por decisão da emissora ou mesmo por decisão pessoal. Porque eu penso, para as pessoas que amam ela, ela participar de um jogo que vai afetá-la de forma tão profundamente é uma tortura”, seguiu a defensora.

Por fim, saiba tudo sobre A Fazenda 2020.

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também