Fonte: Patricia de Melo Moreira/AFP

Ao lado de Lula, Chico Buarque recebeu maior prêmio da Litetura e agradeceu Bolsonaro; entenda

Um dos nomes mais icônicos do MPB foi homenageado com quatro anos de atraso e não perdoou o ex-presidente Bolsonaro; saiba o motivo

Compartilhe

Na tarde desta segunda-feira (24), o músico, compositor e escritor Chico Buarque recebeu, após quatro anos, o Prêmio de Camões. Dessa forma, a 34ª edição contou com a apresença do Presidente da República do Brasil, Luis Inácio Lula da Silva, e do Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa.

O encontro visa homenagear personalidades importantes da literatura da língua portuguesa. Ou seja, criado em 1988, o Prêmio é instituído pelos Governos de Portugal e do Brasil, que tem como objetivo estreitar os laços culturais entre os países.

Logo após quatro anos de atraso, o cantor recebeu a premiação e satirizou críticas da imprensa sobre Janja e “agradeceu” o ex-Presidente Jair Bolsonaro por não “sujar” o diploma de Camões. No Governo Bolsonaro, a maior figura pública do país entre os anos de 2018 a 2022 resistiu e não assinou os documentos que permitiam a entrega do prêmio.

Chico Buarque e Lula atacam Bolsonaro na entrega do Prêmio Camões

Chico Buarque e Lula abraçados – Fonte: Gshow

Anteriormente, Chico Buarque não pôde receber a premiação em Portugal devido a falta de assinatura de Jair Bolsonaro, assim, recebeu a oportunidade somente nesta tarde, ao lado do Presidente Lula. Durante seu discurso, agradeceu o ex-presidente por não aceitar o evento.

“Reconforta-me que o ex-presidente teve a rara fineza de não sujar o meu prêmio Camões. Recebo esse prêmio menos como honraria pessoal e mais como desagravo a tantos autores e artistas humilhados e ofendidos nesses últimos anos de estupidez e obscurantismo”, afirmou Chico Buarque

Primeiramente, o Prêmio de Camões também homenageou figuras importantes da literatura brasileira, como os casos de Lygia Fagundes Teles, Jorge Amado, Ferreira Gullar e João Cabral de Mello Neto.

Quem foi Chico Buarque na ditadura?

Sem dúvidas, um dos artistas mais perseguidos na Ditadura Militar foi Chico Buarque. No período sofreu opressão para acomparecer no Departamento de Ordem Política e Social, mais conhecido como DOPS. Além disso, em 1969 esteve presente na “Passeata dos cem mil”, no Rio de Janeiro.

Em que ano terminou a Ditadura Militar?

Um dos períodos mais tenebrosos da história do Brasil iniciou em 1964, sendo qualificado por apoiadores como revolução, e persistiu o regime militar até 1985. Desde então, o país é democrático.

Quais as principais músicas de Chico Buarque?

O cantor e compositor Chico Buarque é um dos principais nomes da Música Popular Brasileira (MPB) e suas principais obras musicais são “Apesar de Você”, “Geni e o Zepelim” e “A banda”.

Quer ficar por dentro das novidades do mundo das celebridades? Então, fique de olho no canal de Famosos do Fashion Bubbles!

Compartilhe

Enquete BBB 2024: quem vence o programa após a eliminação de Anny?

Anny foi a nona eliminada do Big Brother, e agora restam 16 pessoas na disputa pelo prêmio. Qual delas você acha que merece ganhar o reality? Participe da votação na enquete Fashion Bubbles e confira resultado parcial em tempo real!


Newsletter

Inscreva-se em nosso newsletter e receba diretamente em seu e-mail artigos exclusivos, dicas de beleza imperdíveis e as últimas novidades dos reality shows mais badalados. Não perca a chance de estar sempre à frente, conhecendo as tendências e segredos que só os verdadeiros conhecedores do universo fashion e do glamour dos realitys têm acesso!

Não fazemos spam! Leia mais em nossa política de privacidade.


Últimas notícias BBB

Últimas notícias