Paula Thomaz no julgamento do assassinato de Daniella Perez

Paula Thomaz: veja como está a culpada pelo assassinato de Daniella Perez

30 anos do assassinato de Daniella Perez, Paula Thomaz seguiu sua vida, casou de novo e até se formou na faculdade

Trinta anos atrás o Brasil parou com o assassinato de Daniella Perez, estrela da novela “De Corpo e Alma”, da TV Globo. A brutalidade foi contada pela mídia e os responsáveis foram identificados: Guilherme de Pádua e Paula Thomaz.

Agora, três décadas depois, estreou na HBO Max uma série sobre o caso, com depoimentos de Gloria Perez, mãe da vítima que durante anos ficou batalhando pela dignidade de sua filha.

Com a série, o público se perguntou como estão os culpados pelo assassinato de Daniella Perez. Guilherme de Pádua é líder de uma igreja evangélica e já apareceu na mídia inúmeras vezes dando sua versão dos fatos. Mas como está Paula Thomaz? O Fashion Bubbles conta tudo:

Veja também – Culpado pelo assassinato, Guilherme de Pádua diz que não sabia sobre série de Daniella Perez

Paula Thomaz: como está a culpada pela morte de Daniella Perez?

Guilherme de Pádua e Paula Thomaz no casamento
Guilherme de Pádua e Paula Thomaz no casamento (Foto: Reprodução)

Paula Thomaz voltou aos holofotes com a estreia da série Pacto Brutal, na HBO Max, que detalha o assassinato de Daniella Perez, em 1992. Casada com Guilherme de Pádua, ela foi condenada ao lado do ex-marido pela morte da jovem atriz.

Paula e Guilherme terminaram o relacionamento ainda na década de 1990, na época do julgamento, já que apresentaram versões diferentes do caso, um jogando a culpa no outro. O ex-ator disse que Paula estava presente no local do assassinato e teria sido responsável por esfaquear a atriz.

Mesmo se declarando inocente, Paula Thomaz foi condenada em 1997 a 18 anos e seis meses de reclusão, no entanto, acabou recebendo liberdade condicional em novembro de 1999.

Em 2001, Paula se casou novamente e mudou de nome para Paula Nogueira Peixoto. Seu filho com Guilherme de Pádua, Felipe, foi adotado pelo padrasto e desde então não teve contato com o pai biológico. No dia do crime, Paula estava grávida e essa revelação chocou o público, como revelado na série.

Paula Thomaz seguiu sua vida e realizou alguns projetos de vida. Ela se formou em Direito e consta com a ficha criminal limpa, segundo o site Notícias da TV. Diferente de Guilherme de Pádua, Paula se mantém reclusa e vive uma vida discreta e longe das mídias.

Veja também – Ana Maria Braga demite responsável por imagem de macaco durante pauta de racismo

Disputa com Gloria Perez

Durante a série Pacto Brutal, Gloria Perez detalha que Paula Thomaz era obcecada por Daniella Perez e queria ser como a atriz, reforçado por ela em uma página onde detalha o caso.

“Paula matou movida pela inveja, pelo despeito. Inveja na sua forma mais patológica: aquela que quer a vida do outro, que cobiça a identidade do outro, a pele do outro. Junte isso com a psicopatia, a ferocidade de seu temperamento, e a receita está pronta” – escreveu a autora em um blog pessoal.

Além disso, Paula Thomaz se matriculou na mesma faculdade que Daniella Perez cursava e onde seu irmão se formou. Durante a série foi revelado que ela ainda se inscreveu nas aulas que o desembargador de seu caso era professor.

Com uma vida diferente da que levava na época do crime, Paula Thomaz – agora Paula Nogueira Peixoto – tenta se manter longe da mídia e ser associada com o crime que marcou o Brasil.

Veja também – Giovanna Ewbank parte para cima de mulher após seus filhos serem vítimas de racismo: “Nojenta”

Se você gosta do universo de entretenimento, precisa conhecer os conteúdos que temos sobre esse tema aqui mesmo, no portal Fashion Bubbles!


Stories

Matérias Similares