Renata Banhara fala sobre luta contra tumor no cérebro: “Com a cirurgia, eu viveria vegetando”

A modelo, que ficou famosa nos anos 1990, relatou como tem enfrentado a luta contra um tumor descoberto há quatro anos

- Continue depois da Publicidade -

Renata Banhara fez muito sucesso nos programas de TV dos anos 1990. Principalmente na famosa banheira do Gugu. Além disso, modelo estampou mais de 60 capas de revistas. Entre elas, a “Sexy”, um dos maiores títulos de revistas masculinas na época. Em 2011, Banhara também participou de A Fazenda 4.

A modelo também ganhou mais popularidade quando assumiu romance com o cantor Frank Aguiar. Os dois chegaram a se casar e são pais de Breno, nascido em 2004. A separação foi conturbada, mas hoje os dois artistas vivem em paz. Renata também teve um filho com o Marquinhos do Exaltasamba, nascido em 1998.

De maneira idêntica ao fim do relacionamento com Frank Aguiar, a separação de Marquinhos também foi polêmica. O pagodeiro chegou a ser preso por causa de dívidas de pensões atrasadas. Mas nada se compara com a última relação da modelo.

Logo após esses matrimônios, Renata Banhara casou novamente. Contudo, a modelo não revelou a identidade do esposo. Em abril de 2018, enquanto Banhara já se tratava da doença, acabou descobrindo uma traição. Ela chegou, aliás, a gravar um vídeo e afirmou que foi vítima de violência doméstica.

Vem saber mais sobre a luta de Renata Banhara.

 

 

“Não existe como tirar”

 

Renata Banhara, filhos e tumor no cérebro
Renata Banhara diz que não fica pensando em tumor, e sim nos boletos. Fonte: Instagram

 

Desde 2017, Renata Banhara luta contra um tumor, que foi descoberto no cérebro. A princípio, o tumor tinha apenas dois milímetros. No entanto, nos últimos exames realizados em dezembro, ele cresceu e agora está com dois centímetros. Em conversa no espaço Splash, do site UOL, Renata Banhara falou porque não pode se submeter a uma cirurgia.

 

“Não posso parar de lutar. Não posso me dar ao luxo. Tenho dois filhos que dependem de mim. Não tenho família, me viro sozinha. Não existe como tirar, é uma região muito delicada. Com a cirurgia, eu viveria vegetando. Minha fé virou minha medicação”, disse Renata Banhara ao UOL.

 

Após o término do casamento em 2018, Renata foi retirada do plano de saúde. Hoje, ela trabalha para custear o tratamento caríssimo e afirma que não tem mais condições.

 

“Operei a cabeça quatro vezes em 2017. Tive paralisia facial e corporal. Metade da minha cabeça tinha necrosado. Fiquei 1 ano e meio entrando e saindo do centro cirúrgico”, disse Renata Banhara ao UOL.

 

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

 

Campanha

 

Renata Banhara, filhos e tumor no cérebro
Atualmente, Banhara se dedica a ajudar mulheres que sofreram violência doméstica, assim como ela. Fonte: Instagram

 

Atualmente, Renata Banhara trabalha com presença VIP em eventos, que melhorou um pouco com a diminuição da restrição, devido à pandemia. Ela também participa ativamente de campanhas contra a violência à mulher: “Isso me ocupa, me dignifica, me dá a sensação que estou fazendo algo certo. Vou deixar uma esperança para outras mulheres terem vez e voz.”

 

“A Justiça me endividou. Foram minhas reservas todas nesses três anos. No Brasil, a vítima vira réu. A mulher fica sozinha, esvaziada emocionalmente, endividada pelos fóruns. Acho que a Justiça só funciona para homens. A mulher que procura socorro só volta dilacerada”, disse Renata Banhara.

 

  • Veja ainda Fátima Bernardes passa por cirurgia e tem estado de saúde revelado ao vivo: “mais uma luta”

 

A fé de Renata Banhara

 

Renata Banhara, filhos e tumor no cérebro
Renata Banhara é mãe de dois filhos, Marcos André e Breno. Fonte: Instagram

 

Renata também disse ao UOL que teve Covid-19, e isso acabou comprometendo a sua visão.

 

“Tive Covid, perdi parte da visão. Estou com estufamento ósseo na testa. Não me lamento. Não sou vítima. Tinha dores muito fortes. Fui procurar a fé e hoje não tenho dor. Quero que meus filhos tenham a imagem de uma mãe forte. Essa é a mensagem para outras mulheres que estão enfrentando um câncer”, disse a modelo.

 

Por fim, quanto ao tumor, Renata disse que não vive pensando nisso: “Não acompanho mais [meu tumor], não olho para o meu problema. Olho para os meus boletos.” Além disso, a modelo também se apoia nas indicações médicas e na fé.

 

“Não tenho depressão. Não tenho tristeza. O médico me disse que o cérebro se reconstrói. Eles encontram casos como o meu todos os dias. É algo desafiador. Às vezes, o tumor fica estagnado. Às vezes, segue crescendo. O tempo mostrará “, relatou Banhara ao UOL.

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes