Você também gosta dessa fase mais libertária de Xuxa Meneghel? Pois a Rainha dos Baixinhos acabou de completar 59 anos, no último dia 27 de março. E sem “amarras de emissoras”, Xuxa tem dado diversas entrevistas contando tudo e mais um pouco. Dessa vez o bate-papo foi podcast “Papagaio Falante”, de Sérgio Mallandro e Renato Rabelo.

Ao longo da entrevista, Xuxa fez revelações da sua vida íntima. Como resultado, veio histórias inusitadas sobre sua relação com Ayrton Senna e o rei, Pelé.

Sobre o piloto, Xuxa acabou contando um episódio onde “na hora H”, Ayrton fez um pedido bizarro. Xuxa e Senna namoraram entre 1988 e 1989, contudo a relação foi intensa. A loira, inclusive, já disse em entrevistas passadas que Ayrton foi o grande amor de sua vida.

Vem saber tudo sobre esse pedido bizarro de Senna.

Xuxa afirma que Senna pediu que ela cantasse

Xuxa, Pelé, Ayrton Senna, Sérgio Mallandro
Segundo Xuxa, Senna pediu para ela cantar “Quem Quer Pão” na “hora H”. Fonte: Reprodução/YouTube

Uma das coisas a qual Xuxa nunca mentiu foi: “não sou cantora”. Apesar de ser uma das artistas que mais vendeu discos na história do Brasil, a apresentadora admite que cantava por conta de sua carreira e para as crianças. E certa vez, quando estava “na hora H”, com Senna, um pedido estranho partiu de seu, então, namorado: cantar a música, “Quem quer pão?”

“Quando me relacionei com o Beco (como ela chamava o Senna), contei como uma coisa engraçada. Só que na hora que a gente foi ficar junto, ele começou a puxar meu cabelo, como se fosse uma chuca, para cima.

Eu falei para ele: ‘você quer ficar com a Xuxa da televisão, com chuquinha, com bota. Não tem problema. Eu boto a bota, a chuquinha, e você bota o capacete?’. Foi para pagar com a mesma moeda. Na hora que ele foi, eu fiz ‘tananam, tananam’ [cantando o ‘Tema da Vitória’]”- narrou Xuxa no podcast.

Ainda sobre Senna, a apresentadora também contou que sua ligação com o piloto era para lá de especial: “Eu tinha uma coisa com o Beco que ninguém vai entender. Eu falava que eu pensava nele, e ele ligava para mim. A gente tinha uma coisa bem diferente.”

Alma Gêmea

Xuxa, Pelé, Ayrton Senna, Sérgio Mallandro
Segundo Meneghel, Ayrton Senna foi sua primeira grande perda na vida. Fonte: Reprodução/YouTube

Além dessa ligação, Xuxa e Senna também compartilhavam das mesmas vontades, e também desejos de trocas de papeis, com relação as suas profissões.

“O sonho dele era que o carro de Fórmula 1 tivesse o outro lugar [ao lado do piloto], porque ele dizia que queria muito dividir isso comigo. Ele me passava com detalhes tudo o que vivia ali. Ele me ligava dizendo: ‘rodei, capotei, adorei’. Quanto mais adrenalina, melhor. Ele precisava disso” – disse Xuxa para Sérgio Mallandro.

Vale lembrar que Ayrton Senna morreu em 1 de maio de 1994. Na ocasião, o piloto disputava uma corrida no autódromo de Ímola, na Itália, quando seu carro se chocou com uma barreira de concreto.

“As pessoas falam muito de alma gêmea e tal. Não sei se isso existe. Se ele fosse mulher, ele falava que gostaria muito de trabalhar com criança. E eu sempre falei para ele que gostava de carro. Eu sempre tive um pé pesado. Eu sempre quis correr.

De fato, se ele fosse mulher, ele dizia que gostaria de ter o meu trabalho. E eu, o dele. Então, a gente meio que se completava. Ele era ariano, e eu, também. Dessa forma, a gente era muito parecido com gostos de cores e tudo. E também era ruim, porque, quando a gente brigava, eu, cabeça dura, esperava, e ele me esperava”– relembrou Xuxa.

Grande perda

Xuxa, Pelé, Ayrton Senna, Sérgio Mallandro
Xuxa participou do podcast, Papagaio Falante. Fonte: Reprodução/YouTube

Como resultado desse relacionamento com Senna, Xuxa admite que errou em alguns momentos com o piloto. No entanto, ela vê isso como um aprendizado para lidar com sua relação atual. Isso porque Xuxa está numa relação estável com o ator e cantor Junno, há dez anos.

Eu pisei muito na bola com ele. Na realidade, foi tudo uma preparação para hoje eu ter o Junno e não errar de novo. Se eu tivesse o Junno com 20 anos, como foi com o Beco, eu não teria dado valor”– afirmou Xuxa à Sérgio Mallandro.

A apresentadora ainda lembrou da morte do piloto, que comoveu o Brasil há 28 anos.

“A primeira perda grande da minha vida foi quando o Ayrton Senna se foi. Eu sempre achei que o mundo ia dar voltas, a gente ia se encontrar, eu ia falar tudo que eu queria falar, eu ia dizer coisas que eu não disse, eu ia pedir desculpa.

Depois, eu vi que, ou você fala agora, faz agora, porque não existe o amanhã. Ali foi um grande aprendizado. Eu soube o que é perder alguém que me importava muito” – disse Xuxa Meneghel.

Romance com Pelé

Xuxa, Pelé, Ayrton Senna, Sérgio Mallandro
Na entrevista, a Rainha dos Baixinhos afirma que Pelé tem dupla personalidade. Fonte: Reprodução/YouTube

De maneira idêntica, Xuxa também viveu um relacionamento com outro grande ídolo do esporte, o Pelé. No entanto, a diferença de idade e algumas características do jogador fizeram com que o relacionamento chegasse ao fim: “Foi dos 17 aos 23 anos. Foram seis anos. O Pelé realmente tem dupla personalidade, ele fala na terceira pessoa. Eu me apaixonei muito pelo Dico (apelido), que era muito chegado à minha família, era muito divertido.”

“Agora, quando tinha essa outra coisa, me deu uma confusão. Às vezes, ele chegava com marca de batom. Ele falava: ‘essas mulheres ficam querendo agarrar o Pelé’. Eu, com pouca idade, não entendia direito isso. Achava isso normal. Não foi uma tarefa muito fácil dos meus 17 aos meus 23 anos”– relembrou Xuxa.

Por fim, Xuxa deverá ter um novo projeto lançado em breve: trata-se do reality “Caravana das Drags”. O programa será exclusivo para a plataforma de streaming da Amazon Prime Video. Contudo, segue sem data para estreia.

  • Logo depois, nos siga no Google News e acompanhe as novidades do Big Brother Brasil 22 direto do seu smartphone. Basta clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News

Veja a entrevista de Xuxa na íntegra: