Como investir no mercado de milhas aéreas para viajar e lucrar? Parte 1/3

Tudo sobre como o mercado de milhas aéreas pode ser lucrativo para você!

- Continue depois da Publicidade -

Eu tenho certeza que você sabe o que são milhas aéreas

Mas fazer uma definição do termo pode ser difícil para muita gente. 

Estamos aqui para transformar este conteúdo em algo simples de ser entendido e aplicado.

 

  • Aproveite e nos siga no Google News para poder acompanhar o melhor da Moda, Beleza, Decoração, Famosos, BBB 21 e muito mais  direto em seu smartphone. Para seguir É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

 

 

O que são, de fato, as milhas aéreas?

 

 

- Continue depois da Publicidade -

Em linhas gerais, as milhas são um tipo específico de pontuação gerada por programas de fidelidade das companhias aéreas

Elas foram criadas para fidelizar o cliente com a empresa

- Continue depois da Publicidade -

Quando uma pessoa viaja e recebe uma quantidade de milhas aéreas por ter voado com a companhia, a empresa “presenteia” seu cliente com milhas. 

Isso é feito para criar um laço maior entre o consumidor e a empresa prestadora de serviço, de tal forma que o passageiro tenha a tendência em dar preferência por ter recebido as milhas daquela companhia.

No entanto, esse sistema de bonificação e fidelização foi sofisticado pelas companhias aéreas. 

 

- Continue depois da Publicidade -

  • Depois, veja também: Como acumular milhas para ganhar dinheiro e ainda viajar pagando menos? Parte 2/3

 

Programas de Fidelidade

 

 

Os custos das empresas que operam voos são elevados. 

Por isso, quanto mais fidelização, melhor! 

E assim foram criados os Programas de Fidelidade, tais como: 

  • Smiles da Gol
  • Latam Pass da Latam 
  • TudoAzul da Azul
  • Tap Miles&Go.

Basicamente, só de você estar inscrito em um desses programas e viajar pela companhia aérea é possível ganhar milhas. 

Porém, dentro desses programas, existe também os clubes de fidelidade.

 

 

Mas como funciona os clubes de fidelidade?

 

 

É simples. O cliente paga um determinado valor e recebe uma quantidade de milhas aéreas todos os meses

Desta forma, as companhias aéreas criam mecanismos para deixarem seus usuários satisfeitos com seus produtos. 

Mais uma vez, as empresas aéreas inovaram para sofisticar ainda mais o sistema de milhas. 

 

  • Confira também tudo sobre a Lei de Pareto: Como trabalhar menos e aumentar sua produtividade.

 

As possibilidades de uso das milhas aéreas

 

 

mulher comprando roupas com milhas aéreas
Foto: Canva

 

 

As empresas aéreas criaram parcerias com determinadas grandes lojas para que seus clientes pudessem trocar milhas por produtos ou ganhar milhas na compra de alguma mercadoria.

Ou seja, a fidelização não é apenas das companhias aéreas com o clientes, mas de toda a rede de parceiros dessas empresas com consumidores dos seus produtos. 

A partir daí ficou claro que as milhas são mais que pontuações para viajar

 

 

Milhas = moedas digitais

 

 

As milhas se transformaram em verdadeiras moedas digitais

Se uma pessoa consegue emitir um bilhete aéreo com as milhas e ainda comprar produtos com elas, logo, essas milhas possuem MUITO valor.

Por isso que, com o passar dos anos, esse mercado foi incrementado com a relação dos: 

  • Bancos e instituições de cartões de créditos 
  • Grande lojas varejistas 
  • Os programas de fidelidades das aéreas 
  • Os clube de fidelidades dos bancos. 

Tudo isso estabeleceu um mercado em que a milha passou a ser uma moeda que te permite viajar mais e ainda comprar produtos. 

O cliente, desta forma, tem maiores opções de acúmulo de milhas e ainda pode usá-las para vários fins, inclusive vendê-las para empresas que compram milhas e emitem passagens aéreas. 

 

 

 

As milhas e os clubes de fidelidade dos bancos: não perca dinheiro!

 

 

Os grandes bancos e instituições financeiras começaram a bonificar seus clientes que utilizavam seus cartões com pontos que poderiam ser trocados por milhas. 

Junto a isso, os bancos criaram seus próprios clubes de fidelidade que possibilitam não apenas o acúmulo de pontos, mas a transferências de pontos para os programas de fidelidade das aéreas.

Os clubes dos bancos são:

  • Livelo, formada pelo Banco do Brasil e Bradesco
  • Esfera, do Santander
  • Programa de Pontos, da Caixa Econômica
  • IUPP, do Itaú

Ou seja, esse mercado ficou cada vez mais complexo, de tal forma que deixar suas milhas expirarem ou trocar seus pontos por panelas de inox tornaram-se um grande desperdício de dinheiro.

Para deixar bem claro: os pontos dos clubes de fidelidade dos bancos são recompensas que podem ser trocadas por produtos.

As milhas aéreas estão vinculadas às empresas de aviação. 

Quando seus pontos são transferidos para programas de fidelidade das aéreas, eles se transformam em milhas!

Por fim, se as milhas são moedas digitais, logo, seu valor em dinheiro não pode ser desprezado. 

Pelo contrário, se bem utilizadas as milhas tornam-se um investimento para quem decide comprar milhas por um preço baixo e negociar em um valor mais alto.

 

 

Ganhe dinheiro no mercado das milhas aéreas

 

 

pessoas esperando avião - milhas aéreas
Foto: Canva

 

 

Vimos nos tópicos anteriores que as milhas deixaram de ser uma simples recompensa das companhias aéreas. 

Acima de tudo, as milhas são moedas digitais

Com elas podemos, dentre outras coisas: 

  • Emitir passagens aéreas e viajar
  • Comprar produtos 
  • Investir e rentabilizar 

Ou seja, existe um mercado de milhas que é complexo. São várias partes envolvidas.

 

 

Como ganhar dinheiro com milhas?

 

 

Nestes próximos tópicos, quero destrinchar pra você parte a parte de como funciona o mercado. 

Se conhecemos todas as suas variáveis é possível viajar gastando menos e ainda ganhar dinheiro investindo em milhas aéreas

Por isso, você precisa saber que o primeiro elemento do mercado das milhas são os Programas de Fidelidade das empresas aéreas. 

 

 

Programas de Fidelidade das empresas aéreas

 

 

Esses programas são empresas ligadas às companhias que têm o objetivo de, dentre outras coisas, gerenciar o mercado de milhas aéreas e criar formas de fidelização de clientes.

No Brasil, temos hoje 4 programas:

  • Smiles, da Gol
  • Latam Pass, da Latam
  • Tudo Azul, da Azul
  • TAP Miles&Go, da Tap 

Como essas empresas pertencem às companhias aéreas, o mercado de milhas funciona em função das empresas de aviação. 

Ou seja, se uma grande companhia aérea vai à falência, os programas de fidelidade “morrem junto”. 

Isso aconteceu em 2020 com a companhia colombiana Avianca, que operava no Brasil. 

Seu programa de fidelidade foi finalizado quando a empresa declarou falência e parou de operar no Brasil.

 

 

 

 

Como funcionam os programas de fidelidade?

 

É muito simples. 

Quando você decide voar com uma companhia aérea, se você é inscrito em um programa da companhia, você será bonificado com uma quantidade de milhas após efetuar sua viagem. 

Esse é o aspecto que todo mundo conhece sobre esses programas.

Mas não é só isso. 

Eles também têm um clube de fidelização que você pode pagar e conseguir milhas. 

Mas, como assim pagar para conseguir milhas?

Se as pessoas acumulassem milhas apenas fazendo viagens, somente os viajantes muito assíduos ganhariam milhas, o que seria insuficiente.

Por isso, dentro dos Programas de Fidelização existem opções do cliente pagar para receber milhas todos os meses

Você também pode gostar!

O mais interessante disso é que os Programas criam promoções para atrair mais clientes ou fidelizar os antigos. 

 

Usando milhas como moeda digital

 

Em consequência, os programas criaram formas dos clientes utilizarem essas milhas aéreas como moeda digital

A criação de parcerias com lojas movimentou ainda mais esse mercado. Todos esses Programas de Fidelidade possuem convênios com grande lojas de vários nichos diferentes. 

Dessa forma, o cliente consegue trocar produtos usando suas milhas ou ganhar mais milhas ao pagar com no dinheiro. 

 

Pagar com dinheiro para ganhar mais milhas

 

Esta segunda forma é bastante usada em promoções em que os programas oferecem maior bonificação ao comprar em determinada loja. 

Existem algumas estratégias para você conseguir ganhar mais milhas fazendo parte desses Programas de Fidelidade. 

Mas você saberá disso mais pra frente!

Você pode assinar os clubes de milhas que existem dentro dos Programas de Fidelidade para receber uma quantidade específica de milhas. 

Além disso, os programas fazem promoções para atrair mais clientes fidelizados ao programa em troca de milhas e outros benefícios.

Você não precisa necessariamente assinar um Clube de Milhas para acumular. 

Porém, em muitas situações, as assinaturas te dão maiores vantagens nos momentos de promoções. 

Por isso, vamos conhecer mais a fundo cada Clube de Milhagem com  interior dos Programas de Fidelidade respondendo a seguinte questão: vale a pena pagar um Clube de Milhas de um programa de fidelidade?

 

O Clube Smiles

 

 

imagem da smiles - milhas aéreas
Foto: Site da empresa

 

 

A Smiles certamente é o programa de fidelidade com maior número de opções de planos de acúmulo de milhas no interior do seu clube. 

Você vai encontrar, no site da empresa, opções de assinar e receber, confira abaixo: 

Os assinantes do Clube Smiles tem muitos benefícios ao assinarem esses planos, como por exemplo:

  • Milhas do clube com validade de 10 anos
  • Acúmulo de milhas qualificáveis
  • Reservas gratuitas
  • Bônus na quitação do Viaje Fácil
  • Desconto exclusivo no resgate
  • Bônus adicional na Compra de Milhas e transferência entre contas
  • Maior desconto na compra de produtos nas lojas parceiras.

Ou seja, além de receber milhas ao assinar algum plano do clube, o assinante tem vantagens. 

Principalmente em relação às transferências bonificadas do seu cartão de crédito para a smiles ou dos clubes dos bancos. 

Quando você é assinante do clube você tem maior bonificação.

Então quer dizer que compensa assinar? Depende! 

Se você tem uma estratégia bem definida de quanto você quer acumular para vender ou viajar, assinar um clube de um programa de fidelidade torna-se muito importante.

Por isso vale a pena assinar principalmente quando houver uma promoção de ganho de bônus e, depois, mudar para o plano mais barato. 

Para isso, é importante ficar atento ao regulamento para saber quando você pode mudar de plano sem perder os bônus conquistados.

 

 

Clube Latam Pass

 

 

imagem da latam pass - milhas aéreas
Foto: Site da empresa

 

 

Diferentemente do Clube Smiles, o Clube Latam Pass tem menos opções de planos de assinatura de milhas. 

Mesmo assim, o clube dentro do programa de fidelidade da Latam tem algumas vantagens. Confira na imagem abaixo: 

A principal vantagem de assinar o clube está no Clube 5.000 e Clube 10.000, que o cliente ganha status Gold na companhia aérea e tem benefícios para voar, como acesso às salas vips em aeroportos. 

No entanto, para quem tem apenas interesse em vender milhas, o clube Latam Pass vale à pena quando está associado a alguma promoção de transferência dos bancos para Latam Pass com bônus. 

Por exemplo, se você faz uma transferência de 10.000 pontos do seu cartão para a Latam Pass, se você for assinante do clube 1000, você poderá ganhar 10% a mais de milhas, neste caso, 1.000 pontos de bônus. 

Esse é o aspecto mais interessante deste clube para quem é investidor de milhas.

 

 

Clube TudoAzul

 

 

Imagem do programa Tudo Azul - Milhas aéreas
Foto: Site da empresa

 

 

Assim como os clubes Smiles e Latam Pass, o clube de milhas TudoAzul tem uma série de planos que você assina e recebe determinada quantidade de milhas. 

Os benefícios de pagar por um dos planos do clube de Milhas TudoAzul são: 

  • Bônus para transferências de pontos do cartão de crédito
  • Promoções exclusivas só para quem tem o Clube
  • Bônus a cada voo para seu destino favorito
  • Transferência gratuita de pontos para amigos ou familiares
  • + 550 mil produtos com descontos especiais no Shopping TudoAzul
  • 1 ponto qualificável a cada 10 pontos recebidos do Clube

Para quem gosta de viajar pela Azul, a maior vantagem do seu clube de milhas é poder se tornar rapidamente um cliente Diamante e obter maiores benefícios. 

Mas para quem é investidor no mercado de milhas, assinar o clube de milhas TudoAzul só compensa em períodos específicos de promoções mais agressivas. 

 

 

Os bancos, os cartões de créditos e as milhas aéreas

 

 

cartão de crédito visa infinite - milhas aéreas
Foto: Site do Santander

 

 

Juntamente com os Programas de Fidelidade, o mercado de milhas se popularizou dentro dos bancos e instituições de cartões de crédito. 

A lógica de fidelização é semelhante: os bancos criaram recompensas para incentivar o consumo usando os cartões de crédito. 

Quanto mais o cliente compra no cartão, mais pontos ele acumula. 

Esses pontos podem ser transferidos para os Programas de Fidelidade, gerando milhas

Na verdade, esses programas de pontos dos cartões ajudam os clientes na tomada de decisão em relação ao melhor cartão de crédito a ser usado.

Usuários dos cartões passaram a concentrar seus gastos nos cartões de crédito em busca de mais pontos. 

E os mais antenados nas promoções, conseguiam transferir esses pontos em troca por mais milhas aéreas! 

E o resultado disso foi a emissão de mais passagens aéreas! 

Assim funciona, basicamente, a relação entre os bancos e os Programas de Fidelidade.

Mas não é só isso! 

Existe um “segredo” nesta relação dos cartões de créditos e os programas de fidelidade que pouca gente sabe.

 

 

Os clubes de fidelidade dos bancos: a revolução do mercado das milhas?

 

 

imagem da empresa livelo, que transfere milhas aéreas
Legenda: site da empresa

 

 

O Banco do Brasil e o Banco Bradesco inventaram juntos uma solução para atrair mais clientes para seus cartões de crédito. 

Eles criaram a Livelo, o clube de fidelidade desses dois bancos. 

Basicamente, a Livelo funciona como uma central de recompensas para os clientes dos cartões dessas entidades financeiras.

Na verdade, já existia programas de fidelidade dos bancos. 

Porém, todos eles eram restritos aos correntistas das instituições bancárias. 

A Livelo, além de pertencer a duas empresas diferentes, abriu a oportunidade para outros correntistas também pontuarem em seus programas. 

Essa foi uma inovação enorme!

Desta forma, todos os pontos acumulados pelos clientes desses bancos podem ser utilizados na plataforma da Livelo para comprar ou trocar produtos de lojas conveniadas, como:

 

  • Magazine Luiza
  • Shoptime
  • Polishop
  • Casa Bahia
  • Netshoes
  • Viajanet 
  • E muitas outras!

 

Outro fator que atraiu muita gente para os programas de fidelidade dos bancos foi a possibilidade de pagamentos de mensalidades em trocas de pontos. 

É um modelo semelhante aos Programas de Fidelidade das aéreas. 

A pessoa assina um pacote – chamado de clube de pontos – e recebe uma quantidade de pontos por mês.

Com esses pontos, o cliente tem a oportunidades e trocar por: 

 

  • Passagens aéreas
  • Hospedagem em hotéis
  • Compras de produtos em lojas conveniadas
  • Trocar por milhas das companhias aéreas 

 

Os assinantes desses clubes ainda podem comprar pontos e alavancar ainda mais sua capacidade de conseguir mais milhas.

Principalmente quando há promoções de transferência de pontos entre os clubes de banco para os programas de fidelidade das aéreas.

Assim, é possível ganhar MAIS milhas e pagar bem MENOS.

Com tudo isso que vimos neste texto, deu para perceber o quanto é possível acumular milhas aéreas e o que você pode fazer com elas.

Por fim, no próximo artigo veremos algumas estratégias de: Como acumular milhas para ganhar dinheiro e ainda viajar pagando menos? Parte 2/3. Você vai descobrir como  vender suas milhas, ganhando dinheiro com elas, além de quanto podem valer!

 

 

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes