Chá de alecrim: 10 benefícios, para que serve e como preparar

A erva é mais do que um tempero! O chá de alecrim ajuda a perder peso, melhora o humor e a saúde. Veja seus benefícios e aprenda como fazer!

- Continue depois da Publicidade -

Rico em vitaminas, minerais e antioxidantes, o alecrim é uma das plantas medicinais mais conhecidas. Afinal, ele é usado há séculos para melhorar a digestão, acalmar e estimular a concentração. Hoje, vários estudos comprovam a eficácia do chá de alecrim em inúmeros tratamentos.

Em seguida, você confere os 10 principais benefícios da infusão. Ao mesmo tempo, aprenda a preparar a bebida. Por fim, veja em quais casos é necessário procurar um médico antes de incluir o chá de alecrim na dieta. Continue lendo!

 

Para que serve chá de alecrim?

 

Existe um longo histórico de uso do alecrim na culinária e na aromaterapia. Isso porque a erva é muito saborosa e tem um perfume marcante. Mas o chá de alecrim também é um ótimo aliado da saúde.

Afinal, a bebida é fonte de cálcio, ferro, fósforo, magnésio, potássio, vitaminas A e C. Por isso, a infusão é digestiva, antioxidante, anti-inflamatória, combate o cansaço, previne doenças e pode até deixar seus cabelos mais bonitos. Entenda!

 

- Continue depois da Publicidade -

Foto de bancada de cozinha com vaso de alecrim
Fonte: Pixabay @cocoparisienne

 

 

- Continue depois da Publicidade -

Benefícios do chá de alecrim

 

Como dissemos anteriormente, a bebida é usada há séculos para tratar doenças e promover o bem-estar. Hoje, vários dos benefícios do chá de alecrim foram comprovados pela ciência. Confira 10 motivos para incluir a infusão no seu dia a dia!

 

  1. É digestivo

 

- Continue depois da Publicidade -

O chá de alecrim tem propriedades antiespasmódicas que diminuem gases e inchaço. Além disso, possui ácido carnósico. De acordo com pesquisas, a substância promove um equilíbrio saudável de bactérias no intestino.

 

Foto de xícara de vidro com chá de alecrim
Fonte: Freepik @jcomp

 

 

  1. Chá de alecrim melhora o humor

 

A erva é considerada um estimulante natural. Tanto inalar o aroma de seu óleo essencial quanto ingerir seu chá ajudam a se concentrar e a ter mais disposição.

Este estudo publicado em 2018 descobriu que ingerir 500 mg de alecrim duas vezes ao dia diminui a ansiedade, beneficia a memória e melhora a qualidade do sono.

 

 

  1. Pode ajudar no controle de diabetes

 

Isso porque a planta possui componentes que ajudam a regular os níveis de açúcar no sangue. É o caso do ácido carnósico e do ácido rosmarínico, que agem de maneira parecida com a da insulina. De acordo com estudos, essas substâncias podem aumentar a absorção de glucose nas células musculares, diminuindo a glicemia.

 

Foto de arbustos de alecrim
Fonte: Rawpixel

 

 

  1. Faz bem para o cérebro

 

O chá de alecrim é rico em antioxidantes e, por isso, é capaz de combater os efeitos negativos do envelhecimento cerebral. O resultado de estudos sugere, aliás, que seus compostos podem ajudar no tratamento de doenças como Alzheimer e derrames.

 

 

  1. Chá de alecrim emagrece

 

Já que tem efeito diurético, a infusão colabora para diminuir a retenção de líquidos. Além disso, um estudo realizado em ratos constatou que o extrato de alecrim previne o ganho de peso. O resultado foi o mesmo até nos animais que receberam dieta rica em gordura.

 

Foto de ramos de erva aromática
Fonte: Pixabay @Kathas_Fotos

 

Você também pode gostar!

 

  1. Protege o coração

 

Em uma pesquisa publicada em 2017, os cientistas descobriram que o chá de alecrim pode ajudar a controlar a pressão alta. Isso porque a planta age como um anticoagulante. Assim, melhora a circulação e reduz o risco de ataques cardíacos.

 

  1. Cuida do fígado

 

Ao mesmo tempo, o ácido rosmarínico presente no alecrim é aliado do fígado. Ele previne danos hepáticos graves, pois auxilia no processo de desintoxicação do organismo.

 

Foto de copo de vidro com infusão de erva
Fonte: Freepik @jcomp

 

  1. Turbina a imunidade

 

Por causa de sua boa concentração de antioxidantes e vitaminas, o chá de alecrim favorece o sistema imunológico. A vitamina C, por exemplo, ajuda a prevenir doenças causadas por vírus e bactérias.

 

 

  1. Favorece a saúde dos olhos

 

Os cientistas constataram que o alecrim pode desacelerar a degeneração macular relacionada à idade e reduzir a severidade da catarata. No entanto, esses estudos foram realizados com extratos concentrados da planta. Então, os efeitos da infusão podem ser menores.

 

Foto de tigela branca com folhas de alecrim secas
Fonte: Rawpixel

 

  1. Chá de alecrim para o cabelo

 

O óleo essencial de alecrim costuma ser utilizado para tratar a queda de cabelo. O extrato da planta estimula a circulação sanguínea. Como resultado, os folículos capilares recebem os nutrientes necessários para que os fios cresçam mais fortes.

Assim sendo, beber a infusão da planta pode trazer resultados positivos para as madeixas. Outra opção para aproveitar os benefícios é preparar o chá, deixar amornar e usá-lo para enxaguar os cabelos logo depois de lavar.

 

 

Como fazer chá de alecrim?

 

É muito fácil preparar esta bebida poderosa! Coloque 1 xícara (chá) de água em uma panela e leve para o fogo alto. Depois que ferver, desligue. Então, junte 1 colher (chá) de folhas de alecrim secas ou 1 colher (sopa) de folhas de alecrim fresco. Tampe e deixe descansar por 10 minutos. Por fim, é só coar e beber.

 

Foto de chá de alecrim em xícara de porcelana branca
Fonte: Freepik @jcomp

 

 

Contraindicações do chá de alecrim

 

Quando consumida em pequenas doses, a infusão é bastante segura. No entanto, o ideal é não tomar mais do que duas xícaras por dia. Quem tem epilepsia, problemas com sangramento e outras doenças crônicas deve consultar um médico antes de incluir o chá de alecrim na dieta.

Pessoas que são alérgicas a aspirina, o ácido acetilsalicílico, podem desenvolver alergias ao chá de alecrim. Beba em pequenas quantidades e interrompa o consumo se notar sintomas como coriza e coceira na garganta, por exemplo.

Além disso, o alecrim contém óleos essenciais que podem causar contrações uterinas. Então, a bebida é contraindicada para grávidas. Também deve ser evitada durante a amamentação.

 

Foto de mãos segurando ramos de erva
Fonte: Freepik @jcomp

 

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também