Kefir: presente do céu contra estresse e para a digestão

“Presente do céu” do estresse e para a digestão: propriedades úteis e danos do kefir

- Continue depois da Publicidade -

O Kefir é conhecido como sendo uma bebida que auxilia na saúde intestinal, por repor a flora. Com isso ajuda no trânsito intestinal e também auxilia no aumento da imunidade. Dessa maneira o seu consumo auxilia na saúde geral do organismo.

A obtenção do kefir se dá por meio do cultivo de bactérias benignas, que são cultivadas em casa. Esse processo é bastante parecido com o usado na fabricação de iogurte natural, sendo também muito seguro.

Basicamente, é possível obter o kefir por meio da sua produção em leite ou em água. Nos dois casos as bactérias e leveduras são semelhantes, mas a adaptação ao meio de cultivo é diferente.

Justamente por isso, existem diferenças também nas enzimas presentes em cada um dos dois tipos de bebida.

Se você quiser saber mais sobre o Kefir, seus benefícios e como fazer o cultivo adequado na sua casa, não deixe de ler os próximos tópicos desse texto.

 

- Continue depois da Publicidade -

Conheça os benefícios do kefir

 

kefir

 

- Continue depois da Publicidade -

Basicamente, o Kefir é uma bebida probiótica que possui diversos benefícios para a saúde do indivíduo de maneira geral. O seu consumo é associado a vantagens como:

  • Melhora do processo digestivo;
  • Regulação do trânsito intestinal, reduzindo a prisão de ventre;
  • Formação de uma flora intestinal saudável, reduzindo assim inflamações;
  • É rico em proteínas e possui poucas calorias, sendo um ótimo alimento para dietas;
  • Rico em cálcio, ele ajuda no combate à osteoporose;
  • É complementar no tratamento contra a gastrite provocada pela bactéria H. pylori;
  • Aumenta a imunidade;
  • Otimiza a absorção de nutrientes pelo intestino;
  • Pode ser usado por quem fez tratamento com antibiótico e precisa normalizar a flora intestinal.

Diante de tantos benefícios, fica fácil entender porque o Kefir está cada vez mais popular entre os indivíduos que buscam por uma vida saudável e por aqueles que desejam emagrecer.

 

- Continue depois da Publicidade -

 

A bebida e o emagrecimento

 

kefir

 

Muitas pessoas perguntam se o Kefir é bom para emagrecer. Antes de falar sobre isso, é importante esclarecer que não existe alimento milagroso que faça emagrecer.

O emagrecimento acontece quando você tem um déficit calórico. Ou seja, ele virá se você controlar a ingesta de alimentos e praticar atividades físicas.

De qualquer maneira o Kefir é um bom alimento para ser usado em dietas para o emagrecimento porque possui baixa caloria, pouca gordura e, ao mesmo tempo conta com alto índice proteico.

Para você ter uma ideia, em 100g de Kefir existem apenas 37 calorias. Assim ele pode ser usado tranquilamente para substituir o leite ou o iogurte no café da manhã ou lanches.

Para um consumo mais prazeroso, você pode colocar adoçante, mel ou bater a bebida com frutas doces, como banana, maçã ou também morango, por exemplo.

Dessa forma você pode consumir na tigela ou na forma de vitamina, como bebida mesmo. O alto nível de proteína fará com que você se sinta satisfeito por bastante tempo e fique bem nutrido.

Além disso, o Kefir auxilia na regulação do trânsito intestinal. Com isso você pode se sentir menos inchado.

Com a melhor digestão dos alimentos e evacuações mais frequentes, você se sentirá melhor e, conseguirá emagrecer mais rapidamente também.

Mas não se esqueça de seguir uma dieta completa e equilibrada e praticar exercícios físicos com frequência.

 

  • Confira também: Chá de Sene: amplamente utilizado no tratamento de prisão de ventre

 

Onde conseguir o Kefir?

 

kefir

 

Muitas pessoas têm interesse em começar a consumir o kefir, mas não sabem onde conseguir os grãos para cultivo.

Hoje em dia já existem muitos sites e lojas que comercializam a bebida já pronta ou até mesmo os grãos de kefir.

Mas frequentemente existem doações de kefir entre amigos em grupos online. Por isso, se você tiver interesse, pode buscar por esse tipo de publicação.

Essas doações acontecem com frequência porque conforme os grãos vão se multiplicando, o excesso deve ser removido e pode originar outra colônia.

Os grãos de Kefir são conhecidos por esse nome, mas recebem também algumas outras denominações, incluindo Cogumelos Tibetanos, Plantas de Iogurte, Cogumelos do Iogurte, Fungo do Iogurte e Lotus de Neve.

Originalmente, essa bebida se originou no Cáucaso e é fabricada a partir da mistura de uma série de microrganismos com interessantes propriedades para o incremento da saúde dos seus consumidores.

Devido aos benefícios e ao cultivo simples dos grãos, o Kefir foi disseminando pelo mundo e se tornando cada vez mais popular.

 

  • Veja também: Ventosaterapia combate a celulite e alivia dores: conheça o tratamento

 

Como preparar o kefir?

 

kefir

 

Como já foi dito anteriormente, existem dois tipos de kefir: o de leite e o de água. A produção deles se assemelha bastante à do iogurte natural.

Para o kefir de água, o método é o mesmo, mas o resultado é uma bebida mais líquida, que pode ser tomada como se fosse um suco.

 

 

Preparo do Kefir de leite

 

kefir

 

Para fazer esse tipo de kefir, você pode utilizar qualquer tipo de leite, incluindo-se o de vaca, cabra, ovelha e, também os leites vegetais, como de amêndoas ou coco, por exemplo.

 

Ingredientes

 

  • 100 g de kefir de leite
  • 1 litro de leite

 

Você também pode gostar!

Modo de preparo

 

Para cultivar o Kefir, você vai precisar de um recipiente de vidro bem limpo, referivelmente esterilizado.

Coloque o leite e os grãos, tampe de modo a não permitir a entrada de bichos e, deixe por mais ou menos 24 horas em temperatura ambiente.

Depois disso, coe o leite, recupere os grãos com uma peneira e então coloque mais leite para o preparo de mais kefir.

O líquido fermentado pode ser consumido na hora ou ainda ser colocado na geladeira para consumo posterior.

 

Preparo do Kefir de água

 

kefir

 

O kefir de água pode ser preparado utilizando-se água de coco ou água mineral comum com açúcar mascavo ou rapadura.

 

Ingredientes

 

  • 3-4 colheres de sopa de grãos de kefir de água
  • 1 litro de água
  • 1/4 de xícara de açúcar mascavo

 

Modo de preparo

 

Você precisa de um frasco grande de vidro que tenha sido bem lavado e esterilizado. Nele, fala a diluição do açúcar em água. Então coloque os grãos de Kefir e deixe o frasco coberto com um pano, papel toalha ou gaze.

Então você deve deixar o líquido em um local escuro e à temperatura ambiente por um período entre 24 e 72 horas para que ocorra a fermentação.

Atente-se ao fato de que quanto mais tempo a bebida fermentar, menos doce será a bebida obtida ao final do processo.

Coe os grãos para que eles possam ser usados em outra bebida. A bebida obtida pode ser colocada em sucos de frutas, chás, gengibre ou até batida com frutas secas.

Devido ao processo de fermentação, o resultado é uma bebida levemente gaseificada. Então você pode consumir como se fosse um refrigerante caseiro.

Detalhes importantes sobre o cultivo

 

kefir

 

Cultivar o Kefir é algo prático e seguro, mas é preciso ter alguns cuidados visando sempre manter os grãos saudáveis e produtivos.

Primeiramente, é importante que você armazene o kefir sempre em um recipiente limpo, contendo leite ou água com açúcar entre as fermentações.

É recomendado que você não utilize utensílios de metal para manusear o kefir. Além disso, é primordial manter o recipiente sempre bem tampado com um pano ou gaze para que moscas, formigas e outros bichinhos não entrem em contato com ele.

Se a temperatura ambiente estiver muito elevada ou você quiser que a fermentação aconteça mais lentamente, pode deixar o recipiente guardado na geladeira.

No entanto, se você for deixar os grãos sem uso durante alguns dias, o ideal é recuperá-los e congelar.

Conforme o Kefir cresce, é comum que surja um líquido espesso entre os grãos. Para que ela não se acumule, procure lavar os grãos com água morna pelo menos uma vez por semana.

Uma dica de ouro é que conforme você for recuperando os grãos excedentes, vá criando uma reserva congelada.

Procure congelar em porções de 100 gramas aproximadamente. Assim, mesmo que algo aconteça com o seu kefir, você terá sempre mais disponível.

Por fim, é importante dizer que algumas vezes os grãos de kefir podem ser contaminados por bactérias e fungos diversos.

Então, é muito importante que você os descarte caso estejam verdes, marrons, amarelados ou com odor ruim.

Mais uma vez deve-se reiterar a importância de manter grãos saudáveis a aptos para o consumo sempre congelados para quando você precisar.

 

 

Quem não deve consumir o Kefir?

 

kefir

 

De maneira geral o consumo do Kefir é muito benéfico para a maioria das pessoas. Entretanto, existem alguns casos que requerem um pouco mais atenção.

Primeiramente pacientes com câncer de qualquer tipo no trato gastrointestinal não devem consumir o kefir sem recomendação médica.

Ele também não deve ser consumido em um intervalo de duas horas antes ou depois de se ingerir medicamentos que contenham bifosfanato, fluoretos ou tetraciclinas, pois é possível que interfira na absorção deles.

Para pessoas muito sensíveis, o consumo frequente de Kefir pode provocar dores abdominais e diarreia.

Por isso não é recomendado o consumo de mais do que um copo ao dia. Além disso, caso apareça qualquer desconforto, é recomendado que a ingestão seja interrompida.

 

  • Siga o Fashion Bubbles no Google News para poder acompanhar tudo sobre saúde direto no seu smartphone. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

 

Conclusão

 

O Kefir é um produto da fermentação de microrganismos que possui uma série de benefícios para o organismo humano.

Ele pode ser fabricado a partir de leite ou de água e praticamente não contém contraindicações. O que você está esperando para criar o hábito de consumir o Kefir?

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes